Virei escravo do meu tio por uma bike

Quando estava chegando o Natal eu pedi uma bike de presente pro meu pai mas ele disse que era muito cara e ele nao podia comprar uma. Entao no dia seguinte o meu tio irmao da minha mae disse que se eu fizesse uma coisa pra ele eu ganhava a bike no Natal. Eu achei esquisito porque ele sempre olhava pra mim com um jeito estranho, sempre que podia passava a mao em mim mas eu perguntei o que é que eu tinha que fazer e ele disse na maior cara de pau "eu quero que voce passe o fim de semana no meu apê da Barra como meu escravinho".

Eu nao era bobo e perguntei "seu escravo ou sua mulherzinha?" Ele olhou pela janela e viu que a minha mae estava estendendo roupa no quintal entao botou o pau pra fora da calça e falou pra eu pegar "os dois, voce sabe o que eu sinto por voce". Eu peguei no pau dele e comecei a punhetar ele, ate que eu estava gostando entao eu falei que a mamae podia desconfiar mas ele disse que nao ia porque ele era muito mais rico que o papai e alem disso ele era meu padrinho, ninguem ia desconfiar nada por causa dele me dar um presente caro, entao eu topei.

Ele falou "faz eu gozar agora meu anjo eu to morto de tesao" e pegou no meu pulso pra eu acelerar a punheta e mandou eu aparar o gozo dele com a outra mao pra nao sujar o chao. Entao ele logo gozou e encheu a minha mao com aquela porra quente, ele mandou eu lavar a mao no banheiro enquanto guardava o caralho dentro da calça. Sábado de manhã eu arrumei a mochila e peguei um onibus, saltei uma hora depois no condominio dele. Ele veio me pegar na portaria e logo que entramos no elevador me agarrou por tras e me encoxou, eu senti o pau dele duro na minha bunda. O ape dele era de cobertura com piscina e tudo e ele foi logo dizendo pra eu tirar a roupa pra gente tomar um banho na piscina. Eu ia pegar a sunga mas ele nao deixou, disse pra gente cair nagua pelado, que ninguem podia ver.

Ele mandou tomar um uisque pra descontrair e eu obedeci sentindo logo uma tonteirinha gostosa e ele ja estava na piscina e me puxou e me abraçou de frente, eu senti o pau dele duro no meio das minhas coxas, o meu piru tambem ficou duro, ele pegou na minha bunda e falou "mexe essa bundinha gostosa pra gente gozar". Eu tava ficando com tesao naquela brincadeira e fiquei com medo de sujar a agua com o meu gozo mas ele disse que nao tinha problema, "se esfrega bem na minha barriga e goza, meu putinho". Entao eu obedeci e gozei bem gostoso, com o pau dele nas minhas coxas e ele lambendo a minha orelha e falando monte de sacanagem. Aí ele me levou pra uma sala do lado da piscina com as paredes de vidro e sem moveis que só tinha um montao de almofada e falou "agora eu vou tirar o teu cabacinho" e eu pedi pra gente ir num lugar um pouco mais escuro e ele mandou "fica quieto putinho" me jogou no monte de almofadas e veio pra cima de mim com um tubo de creme.

Ele mandou eu ficar de bunda pra cima e abrir a bunda com as minhas maos e botou um bocado de creme na mao e foi socando no meu cu até que falou que ja estava bom e veio com o caralho duro e foi metendo. "Ta doendo?" "tá sim tio" "trata de aguentar senao eu nao te dou a bike" Entao eu nao reclamei mais e ele foi metendo o caralho todo ate que eu senti o saco dele nas minhas coxas. Ele começou a socar o caralho devagar mas depois foi mais depressa e eu senti muita dor mas aguentei firme. Ele apertava os meus biquinhos e lambia a minha nuca e as minhas orelhas enquanto me fudia cada vez mais forte ate que eu senti um jato dentro do meu cu, ele estava gozando.

Quando ele acabou de gozar nao tirou o pau, disse que era pra eu me acostumar a ficar com o pau dele no cu porque ele ainda ia me fuder muitas vezes. Depois ele tirou o pau todo melado de porra e mandou eu lamber, eu morri de nojo mas lambi. Até que nao foi tao ruim assim e ele gemia e mandava eu chupar bem gostoso pro pau dele ficar duro de novo. "Capricha viadinho gostoso que o teu tio quer gozar mais" e o pau dele começou a crescer na minha boca até que ficou duro, eu perguntei se ele nao preferia gozar na minha boca mas ele disse que "tem tempo pra isso, agora eu quero teu cu de novo" e espalhou as almofadas maiores no chao, me deitou de barriga pra cima e levantou os meus pes, o meu buraquinho ficou bem aberto pra ele e ele socou o caralho de novo. Dessa vez nao doeu tanto apesar que o meu cu tava bem ardido, ele me dava tapinhas na bunda e depois no meu rosto enquanto me fudia.

Ele começou a socar o caralho cada vez mais forte mas eu ja tava me acostumando com a dor eu sentia aquele cacete enorme me arrombando e ele me xingando de putinho e falando que ia fazer tudo que quisesse comigo, então eu senti que ele ia gozar e rebolei o mais que pude e senti os jatos de porra enchendo o meu cu. Quando ele acabou de gozar caiu em cima de mim pelo meio das minhas pernas e me abraçou e enfiou a lingua na minha boca. Na hora eu senti nojo eu nunca tinha pensado em beijar homem na boca mas ele me abraçava e chupava a minha boca dum jeito que eu comecei a gostar e o meu piru começou a ficar duro entao ele disse "deita em cima de mim vamos fazer um sessenta e nove". Ele deitou na cama e botou o meu pinto na boca dele e montou na minha cara, o pau dele nem tinha amolecido de tudo, eu comecei a mamar no caralho dele e estava gostando do gosto da porra dele. Entao na hora que eu comecei a gozar ele tirou o meu pau da boca e fez eu gozar me punhetando, ele disse que nao gostava que gozasse na boca dele e eu falei "entao eu tambem nao vou querer que voce goza na minha boca".

Ele virou bicho, deu tapa na minha cara e disse "seu viadinho, o trato é voce ser meu escravo e fazer todas as minhas vontades. Eu vou mijar na tua boca pra voce aprender". E pegou o pau pra botar na minha boca, eu comecei a chorar e implorar pra ele nao fazer isso. Entao ele disse "tudo bem, mas eu quero que voce se ajoelhe e jure que vai fazer tudo que eu mandar sem reclamar". Eu obedeci e entao ele falou "pede pra eu esporrar na tua boca, putinho" e eu pedi. A essa altura ele ja tava de pau duro e enfiou na minha boca, eu mamei bem caprichado e engoli toda a porra dele quando ele gozou. Depois nós almoçamos uma comida que ele mandou vir dum restaurante e bebemos vinho entao foi me dando sono e ele me levou pro quarto uma cama enorme, ele começou a me alisar mas eu dormi. Entao ele me acordou, ja era de noite "vamos tomar um banho, vem me ensaboar" ele disse. Nós entramos no box e nos molhamos, ele me passou sabonete no corpo todo depois ficou me alisando pegando no meu pau e enfiando o dedo no meu cu.

Entao ele mandou eu ensaboar a piroca e o saco dele, enquanto eu passava o sabonete o caralho ia ficando cada vez mais duro, ele mandou eu me inclinar segurando num banquinho baixo, veio por tras e socou o pau duma vez so, que eu gritei de dor. Ele deu um tapa na minha bunda e mandou eu rebolar bem gostoso,eu obedeci e ele socava cada vez com mais força, eu aguentando a dor mas querendo que ele me fudesse bem entao ele gozou e eu achei uma delicia a porra escorrendo dentro do meu cu. Depois ele mandou eu ir pra cozinha preparar uns sanduiches pra nós e depois nós fomos dormir. No meio da noite ele me acordou pra me fuder de novo e de manhã gozou na minha boca, eu nao sei de onde ele tira tanto tesao e tanta porra. A gente ja estava indo pra piscina quando telefonaram pra ele e ele disse que tinha que voltar, entao nós pegamos o carro dele e ele me largou na esquina da minha casa e foi embora. Na quarta feira seguinte ele me telefonou e mandou eu matar aula e ir na casa dele.

Quando eu cheguei ele tava nu e mandou eu tirar a roupa tambem. "é pra pagar o domingo que eu nao te fudi" ele disse e nós passamos a manhã toda na putaria. No Natal ele me levou na loja e eu escolhi a bike mais cara que tinha, fiquei tao feliz que pedi pra continuar viado dele. Agora eu tenho namorada firme mas sempre que ele me chama eu vou pra ser chupar o pau e dar o cu pra ele.

Opções de exibição de comentários

Escolha seu modo de exibição preferido e clique em "Salvar configurações" para ativar.

O meu irmão,abusando do meu

O meu irmão,abusando do meu filho,lamentavel irei na sua casa hoje com a Policia

NÃO ERA PRA DIVULGAR ISSO

NÃO ERA PRA DIVULGAR ISSO FILHO DA PUTA

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
8 + 12 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4