Dando para o primo

Oi galera sou uma menina de vinte e três aninhos 1,73 de altura,88 de busto,70 de cintura,94 de quadril,103 de bumbum 70 quilos,sei...tô um pouco gordinha mais vamos lá.
Quando estava[ com dezoito anos minha vida mudou radicalmente primeiro com meus familiares preparando uma linda festa para quando completasse .
Vovó fazia questão que fosse em seu sitio no interior de são Paulo e minhas tias e tios concordava plenamente com mamãe reclamando com todos que estavam me deixando muito mimada.
Por ser filha única assim como mamãe e por ter poucas mulheres na família todos me paparicavam principalmente meus tios que adoravam me ver com os shortinhos curtos e todos enterradinhos na bundinha.
Mamãe reclamava vovó me aconselhava e em minha inocência não via maldade nenhuma.
Faltando três meses para a tão esperada festa papai nos dei um grande presente deixando mamãe sem nada indo embora com uma vagabunda que se dizia amiga de mamãe.Tudo o que sobrou para nos foi uma casa e o carro de mamãe que nunca precisou trabalhar.
Mamãe entrou em depressão eu tive que ser transferida para uma escola publica porem de maneira nenhuma me deixei abater.
Com as economias que seria gasta em minha festa comprei tudo em roupas femininas como calcinhas camisolas e outros acessórios necessários no dia a dia para a mulherada.
Enquanto mamãe ficava o dia todo em casa eu ia a luta andando de casa em casa vendendo meus produtos e ganhando nosso dinheirinho.
Não aceitava ajuda de ninguém alem do carinho e afeto de todos os parentes e amigos.
Certa feita uma de minhas tia promoveu um grande churrasco em sua casa convidando todas suas amigas pedindo que fosse para lá apresentar minha mercadoria.
Com muito sacrifício consegui que mamãe me levasse de carro por ela que mora em um bairro bem distante do nosso.
Chegando lá por insistência de titia mamãe resolveu ficar tendo todo carinho de seu irmão dispensado a ela.
O churrasco seria no domingo e como chegamos no sábado a tarde aproveitamos para ajudar nos preparativos e depois de alguns goles de caipirinha e algumas cervejas já estávamos rindo a toa e mamãe metida num micro shortinho de lá onde se via todo o contorno de sua vulva com sua minúscula calcinha toda atolada na bundinha falava muita besteira me deixando um pouco envergonhada.
Em certo momento mamãe quase caiu sendo amparada por titio seu irmão que ao segura-la meteu a mão em seu seio deixando-os ainda mais durinhos e exposto colando seu corpo ao de mamãe e quando minha tia foi em seu auxilio titio deixou que víssemos o enorme volume entre sua pernas formando uma barraca em seu shorts.
Rindo muito titia levou mamãe para seu quarto enquanto eu toda sem jeito não tirava os olhos do volume de titio que percebendo meu interesse pediu que sentasse em sua perna segurando em minha cintura desnuda deixando me ainda mais tonta e um pouco molhada.
Vendo que estava entregue titio enquanto beijava carinhosamente meu pescoço alisou meus seios enquanto pegando em minha mão direcionou para cima daquele membro que parecia uma jibóia de tão grande que estava.
Relutei muito com meus não porem quando estava quase cedendo fomos surpreendidos por titia que pediu que fosse atender mamãe.
Quando entrei no quarto mamãe estava desmaiada de tão bêbada e sabendo que ela não dorme de roupa tirei seu shorts deixando ela somente de calcinha.
Ao ver a calcinha molhada corri ate titia chamando a de canto pedindo que me ajudasse a trocar mamãe que tinha se mijado toda.
Quando titia chegou no quarto após constatar minha informação me chamou pedindo que sentasse ao lado de mamãe e afastando a calcinha de mamãe para o lado passou a mão em sua boceta mostrando pra mim o liquido viscoso que escorria da xana de mamãe.
Estava estarrecida com aquilo quando ela pediu que deixasse de ser boba e passasse a mão em mamãe para sentir como era.
Tremendo muito passei a mão de leve na boceta de mamãe que gemeu gostoso enquanto titia tirava totalmente sua calcinha abrindo suas pernas deixando a totalmente exposta.
Vendo minha resistência titia pegou em minha mão levando em sua boceta que estava muito mais molhada dizendo que a minha também estava que era normal e que estávamos fazendo um bem enorme para mamãe.
Diante desses argumentos espalmei toda extensão da boceta de mamãe sendo instruída por titia que enquanto mandava eu enfiar os dedos um a um na boceta de mamãe que gemia muito arqueando o corpo prendendo minha mão nela se posicionou deitada entre as pernas de mamãe e quando num gesto mais brusco meti três dedos em mamãe ela gemeu alto estremecendo todo o corpo gozando muito segundo titia.
Era lindo ver a expressão facial de mamãe que mordia os lábios gemendo abafado e me surpreendi mais ainda quando senti a boca de titia lambendo minha mão limpando meus dedos para em seguida meter a boca na boceta de mamãe que gemia grunia falando coisas desconexas e sem sentido.
Titia só tirava a boca dali para mandar eu mamar gostoso nos seios de mamãe que alisava gostosamente minha nuca pedindo que lambesse com força.
Era lindo ver mamãe gozando com sua boca semi aberta por isso num misto de tesão amor carinho e sei lá mais o que grudei instintivamente minha boca na dela e explodi num gozo único mágico e gostoso com sua língua desvirginando toda extensão de minha boca.
Gozava ainda com minha boca grudada na de mamãe quando senti minha saia levantando e minha calcinha sendo arriada enquanto uma boca mágica grudou em minha boceta lambendo muito fazendo me arfar de tanto prazer.
Estava nas nuvens enquanto aquela boca lambia minha boceta passando a língua ate a entrada de meu cuzinho que piscava de tesão quando senti alguém ajoelhando atrás de mim me despertando quando pincelou a cabeça daquele mostro em minha boceta.
Abrindo os olhos vendo titia se deliciando na boceta de mamãe dei um pulo assustando os com meu gesto repentino e sem reação alguma sai dali correndo com a calcinha arriada mesmo sob os protestos de titia.
Passei a tarde toda trancada no quarto de minha prima que chegaria a noite com seu marido e filhos e sem ter coragem de encara-los fiz um lanche ali mesmo.
Já estava dormindo quando senti uma mão pegando cuidadosamente nas laterais de minha calcinha puxando a para baixo tirando a de mim.
Fingindo dormi me mexi na cama virando de barriga para cima dobrando uma das pernas deixando minha boceta toda exposta e aquele intrometido puxou cuidadosamente abrindo me lambendo minhas coxas e em segundo meteu a boca em minha boceta fazendo me gemer muito estremecendo dos pés a cabeça tendo que morder o lençol para não gritar de tanto prazer.
Gemia me contorcia xingava titia e gozava avassaladoramente ficando mortinha de tanto prazer.
Foda foi quando numa dessas apagadas quando me dei conta estava com alguém entre minhas pernas posicionando a mastro na entrada de minha boceta e quando dei por mim tentando tira-lo dali ele soltou todo o peso em cima de mim enquanto beijando minha boca pedia que não gritasse para não acordar o pessoal afundou tudo aquilo em mim me matando primeiro de dor dilacerante e quando senti ele todo atolado em minha boceta fiquei quietinha com ele como que acordando dentro de mim para me matar agora de prazer um indo e vindo que se não me beijasse teria gritado de tanto prazer.
Enquanto socava tudo em mim me xingava de puta vagabunda e vadia me agradecendo pelo cabaço que seu porrete estava estourando e quando ele anunciou seu gozo mesmo pedindo pelo amor dos deuses ele encheu minha boceta de porra que chegava a queimar meu canal de tão quente.
Ficamos ali grudadinhos sentindo ele amolecer saindo de mim e após me beijar ternamente saiu dali deixando-me saciada feliz e preocupada afinal quem teria me comido???
Após um rápido banho dormi feito pedra muito preocupada pois na cama ao lado dormia minha prima e sua duas filhinhas.
Acordei bem cedinho para ajudar titia a preparar o café onde conversamos muito sob tudo e principalmente sobre o que tinha acontecido na noite passada comigo aproveitando para perguntar como foi e após afirmar que tinham transado a noite toda com a participação de mamãe e me fez jurar que jamais ela deveria saber que eu sabia disto.
A tarde no churrasco vendi toda mercadoria tendo que anotar varias encomendas e tendo cumprido minha tarefa parti para a festa com meu primo perguntando se poderíamos repetir tudo de novo logo mais a noite.
Após encher ele de tapas avisando se engravidasse ele ia ter que assumir tudo isso sem importar com os demais presentes e quando dei por mim todos riam de nos e quando tentei sair dali ele me segurou trazendo me para ele grudando seu corpo ao meu para beijar carinhosamente minha boca e após aquelas brincadeiras com todos gritando ta namorando...ta namorando ele segurando minha mão pediu permissão a mamãe para namorar comigo o que foi aceito de bom gosto por todos principalmente por mamãe e quando a noite chegou minha prima foi embora deixando o quarto todinho para nos onde sofri muito com meu homem comendo gostoso meu cuzinho e o escândalo que fizemos só não foi maior o de titia titio e mamãe no quarto ao lado.
Hoje somos casados temos uma linda filha de seis meses e meu homem esta tentando me convencer a ter outra mulher em nossa cama e esperta como sou descobri que esta mulher é mamãe a quem ela me confessou que já sentou gostoso no porrete de meu homem na época que éramos ainda namorados.
Fiquei mais tranqüila principalmente porque sonho em lamber a boceta de mamãe porem como sou safada finjo que não sei de nada impondo a condição de também ter um homem em nossa cama.
Meu amor ficou bastante triste e decepcionado com minha condição porem aceitou muito mais pelo tesão que sente por mamãe alegando que não suportara vendo outro me possuindo.
Confesque não terei coragem de transar com outro principalmente na presença de meu homem porem deixa assim e veremos no que vai dar depois mesmo porque não quero perder a chance de conhecer outro homem.

Beijos
Lucinha

Opções de exibição de comentários

Escolha seu modo de exibição preferido e clique em "Salvar configurações" para ativar.

pro pau no cu que falouque é altamente depravado

ho viado se é depravado entao porque vc le isso fica na sua e vai ver seus pecados primeiro

Vovó fazia questão que

Vovó fazia questão que fosse em seu sitio no interior de são Paulo e minhas tias e tios concordava plenamente com mamãe reclamando com todos que estavam me deixando muito mimada.
Por ser filha única assim como mamãe e por ter poucas mulheres na família todos me paparicavam principalmente meus tios que adoravam me ver com os shortinhos curtos e todos enterradinhos na bundinha

muito bom esse conto

muito bom esse conto

vai santinho

o sabemos que ê depravado oque vc faz aqui nesse site entao
ainda por cima lendo contos se liga e ver se não critica..

Autamente depravado e longe

Autamente depravado e longe do concentimento de Deus.

Que Deus tenha misericordia dessas vidas.

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
2 + 2 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4