Esposa Infiel - parte X

Quando meu boizinho ligou avisando que estaria passando na casa da sua mãe e não teria hora para voltar fiquei puta da vida sabendo que iria meter gostoso com minha cunhada e minha sogra me deixando na mão como sempre acontecia.
Como já relatei aqui depois que meu sogro morreu minha sogra me culpa por isso o que tem me afastado dela e de sua filha e recentemente mudei de casa indo morar em um bairro distante o que me afastou mais ainda delas principalmente de minha cunhada a qual me lambe todinha.
Minha sogra sendo muito filha da puta mete com meu marido deixando o coitadinho esgotado propositadamente e com isso ele mal comia a mim e minha cunhada por isso depois de um bom e demorado banho vesti um vestidinho de seda curto colado e transparente sem mais nada por baixo mesmo porque gozo muito quando uso calcinha e sinto ela apertar meus lábios vaginais enquanto caminho porem neste dia queria me derreter toda em um porrete ou em uma boca ávida e sedenta.
Quando liguei para “minha dona”ela estava indo atender um cliente no jardim América e que tomasse banho e aguardasse que passaria em casa para me pegar.
Neste momento senti um frio na barriga sentindo a bocetinha arder com a surpresa é exatamente no bairro onde moro.
Ao informa-la disto ela me deu o endereço do cliente e para meu total espanto era numa rua acima da minha sorri mesmo porque se tratava de meu contador.
Rapidamente corri para lá atraindo a atenção de todos ao caminhar o vestidinho subia muito deixando me pelada da cintura abaixo.
Quando avistei seu carro apontando vagarosamente na esquina fingi não saber de nada enquanto simulava falar ao celular quando ela parou ao meu lado me chamando de louca pegando firme em meu braço fazendo me sentir seu porrete duro dentro da calcinha.
Dentro do carro ela esbofeteou minha face puxando meu cabelo deixando as pessoas a nossa volta intrigadas vendo duas lindas mulheres brigando dentro do carro.
Ela me xingava de todos os palavrões possíveis enquanto eu me molhava muito e quando abri as pernas mostrando minha bocetinha totalmente molhada e lisinha como ela gosta com um sorriso malicioso ela pegando em minha nuca segurando forte meus cabelos lascou um beijo em minha boca sem nos importamos com a galera dos bares vizinhos que assistiam nosso show.
Estava entregue quando ela me jogou no banco e suspirei pensando que ela iria me comer ali mesmo porem para meu desespero ela ligou o carro avisando que estava atrasada e depois do compromisso cuidaria de mim.
Ao chegarmos naquela mansão fomos recebidas pelos serviçais e como eu não fazia parte do pacote minha dona mandou que ficasse no carro enquanto ela atendia seu cliente.
Estava quase dormindo no banco do carro ouvindo um cd romântico sentindo o gosto de sua boca na minha quando uma menina bateu no vidro do carro avisando que estava sendo convidada a entrar.
Não pude deixar de olhar aquela criança que caminhava a minha frente com uma saia rodada donde se via a marca da minúscula calcinha toda enterrada na bunda e ao entrar fiquei encantada com o bom gosto do lugar com quadros na parede ornando os moveis rústicos.
Contemplava o lugar quando fui interrompida por minha dona que estava algemada a uma grande cama com sua minúscula calcinha toda enfiada no cu enquanto um senhor vestido de senhora a qual todas chamava de patroa, mandou que chegasse ate ele.
Minha dona teve a boca tampada com uma calcinha que depois de dizer que ele teria que pagar dobrado. Aquele senhor sentado numa grande almofada mandou que caminhasse chamando o de mamãe com voz de criança o que atendi prontamente achando graça no primeiro momento e vendo que a coisa era seria me entreguei sentindo a boceta formigar de desejo.
Calmamente aquele senhor mandou que me despisse e se não o conhecesse teria acreditado que se tratava de uma mulher.Por sorte ou azar sei lá ele não me reconheceu.
Caminhava rebolando muito quando ele pediu que ficasse de pe nos braços da poltrona e assim que me posicionei ele mandou que agachasse em sua boca onde sorveu toda minha boceta deixando me extasiada com a habilidade de sua língua em mim.
Enquanto me lambia eu gemia alto de tanto prazer e em certo momento olhei para minha dona que tinha a calcinha muito enfiada no cu mesmo porque seu porrete estava muito duro o que estufava a calcinha deixando sua bunda toda de fora.
Estava gozando quando aquela jovenzinha deu um forte tapa em meu rosto pegando me de surpresa enquanto dizia que somente a patroa poderia gozar e nos suas escravas só gozaríamos quando ela autorizasse.
Como sou muito sem vergonha e adoro que me batam ignorei tal ordem e gritei:estou gozando ai que delicia.....
Neste instante cai em cima daquela “senhora”tal a intensidade do orgasmo e quando dei por mim olhei para minha dona toda amarrada na cama com os olhos esbugalhados.
Dava pra ver o pavor em seu olhar embora seu pênis parecia que ia estourar de tão duro que estava.
Calmamente a patroa olhou para a menina que num gesto muito provocante caminhou de quatro pela cama onde tirou a calcinha de minha dona pro lado e começou um estonteante boquete.
Com grande maestria ela beijava a cabeça e descia lambendo toda a extensão daquele mastro que quando era solto dava cabeçada no ar de tanto tesão.
Estava totalmente envolvida contemplando a chupada que não percebi a patroa se despindo ficando somente de calcinha me deixando boquiaberta com o imenso volume de seu porrete,aquilo tinha no mínimo uns vinte e seis centímetros .
Neste momento senti um calorzinho na boceta e gozei copiosamente imaginando aquilo tudo dentro de mim.
Calmamente ela deitou ao lado das meninas e de onde estava via a garota engolindo o porrete da minha dona empinando muito a bunda onde me deliciava vendo suas linda nádegas separadas pelo minúsculo tecido da calcinha que estava molhadissima.
A patroa deu seu pênis para minha dona lamber enquanto a garota ligava fios no saco de minha dona introduzindo um pino de metal em seu ânus.
Estava curiosa com o que ia acontecer por isso sentei numa poltrona junto com outras serviçais para assistir de camarote o espetáculo.
A senhora tirou a calcinha e sentou naquele mastro que escorregou em seu cu com total facilidade enquanto a garotinha pegava o controle remoto me entregando segurando minha mão para acionar o comando.
Sempre que apertava o botão minha dona e a patroa se esticavam toda gemendo desesperadamente descarregando ondas elétricas nas duas meninas.
Vendo que não tinha coragem de acionar o controle aquela putinha me pegou pelos cabelos fazendo me sentar na boca de minha dona de frente para a patroa e enquanto isso tinha a boceta e os seios sugados com forca por minha dona enquanto descargas elétricas eram descarregadas em nos deixando nos cada vez mais loucas de tanto prazer apesar da dor e incomodo momentâneo.
Aproveitei que o mastro daquela senhora estava esticado sobre a barriga de minha dona espalmei tudo aquilo abocanhando a cabeça que em poucos minutos despejou rios de porra em minha boca fazendo nos gozar juntinhos caindo todos abraçados e extasiados de tanto prazer.
Em pouco segundos nossa respiração voltou ao normal e quando tencionava meter de novo minha dona mandou que me arrumasse rapidinho enquanto a menina entregava uma generosa quantia em dinheiro para minha dona que tentou dividir comigo que recusei é claro enquanto a patroa dormia carinhosamente esticada na cama com seu porrete meio duro.
Saímos dali em direção a um motel quando minha dona mandou que saísse do carro em plena avenida e tirasse toda roupa me entregando um conjunto de blusa e shorts e ao fazer isso quase fui estuprada por vários homens e não fosse a intervenção de minha dona teria dado pra todos ali mesmo.
No motel minha dona judiou de mim me comendo de muitos jeitos e maneiras como nunca havia comido antes e quando meteu em meu cu fez me ver estrelas com a violência das estocadas deixando me sentando de ladinho por vários dias.
Minha dona estava com o diabo no corpo deixando me molinha com gozadas avassaladoras e depois de socar muito em meu cu fazendo chorar de dor e tesão tirou e tentou socar em minha boca e quando recusei morrendo de nojo fui espancada com gosto e enquanto me enchia de porrada socou fundo em minha garganta vendo meu desespero enquanto gozava em minha boca deixando me sentir o gosto de seu néctar misturado com meu gosto deixando me enojada.
Ao reclamar ela me deu um forte tapa na cara enquanto segurava meu cabelo urinou em meu rosto me afogando com seu liquido escorrendo em minha garganta rosto e seios.
Confesso que senti repugnância neste ato porem não consegui conter o forte orgasmo que me fez cair molinha de tanto gozar.
O dia já estava quase amanhecendo quando ela me deixou duas quadras abaixo de minha rua onde tive que chegar em casa a pé toda molhada e fedida e totalmente nua.
Por sorte não havia ninguém na rua e ao entrar em casa encontrei meu boi deitado no sofá ainda vestido com um copo na mesinha ao lado e quando me acordou por volta das noves da manha demonstrou grande preocupação comigo ao me ver cheia de feridas pelo corpo e mesmo sob protestos me levou ao medico onde fiz uma lavagem estomacal e anal ficando quase o dia todo em observação.
Quase chorando meu boizinho pediu que tiremos outras pessoas de nossas vidas ficando somente eu e ele.Concordei imaginado que como sou ninfomaníaca ele terá somente a mim para meter me satisfazendo como a tempo não o faz.
Quanto a mim não vou nem tentar ser fiel mesmo porque sei que será em vão mesmo porque nasci para ser possuída por quem quiser me comer mesmo que com isso ganhe o inferno como morada infinita e se isso acontecer terei que dar o dia todo pro capeta KkK
Beijos
deborha

 

Opções de exibição de comentários

Escolha seu modo de exibição preferido e clique em "Salvar configurações" para ativar.

Rapidamente corri para lá

Rapidamente corri para lá atraindo a atenção de todos ao caminhar o vestidinho subia muito deixando me pelada da cintura abaixo.

Putinha Gostosa

Vc deve ser muito deliciosa, quero te conher

Cachorra Gostosa

Adorei a história putinha, espero que vc não consiga permanecer fiel, e permaneça chifrando esse corno inútil.

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
1 + 0 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4