Por que elas se casam?

Na minha humilde opinião, as mulheres, em termos gerais, têm quatro motivos básicos para quererem casar. Gostaria de frisar logo de início, que o que for posto, é pensado de forma generalizada e a forma como foi analisado se restringiu numa perspectiva economica. E como não tenho a pretensão de ser especialista da alma feminina, acredito haver muitos casos que não se encaixarão dentro da minha classificação. Porém, o que escrevi, penso ser aquilo que se ver no Geral quando observamos os fatos. Vou dividir em 4 grupos de mulheres.

1. A primeira delas, é que as mulheres do primeiro grupo se casam apaixonadíssimas pelo seu parceiro. Elas, no dizer clássico, se casam por amor. Vou colocar assim: o fator paixão é o que mais pesa na decisão de se casar. Normalmente elas tem em torno dos 16 a 25 anos de idade. Normalmente o casamento ou o desejo de se casar acontece com o primeiro namorado ou com aquele que de fato ela teve um relacionamento mais sério e duradouro. Normalmente, são
românticas e bastantes emotivas e por esta razão, estas - nesse estado de idealismo e romantismo - normalmente escolhe instigada pelo os aspectos influenciadores da psicologia do rapaz e menos pelo os aspectos financeiro dele. Com exceção de algumas "piriguetes".

2. O segundo grupo dessa minha análise, abrange as mulheres( numa faixa entre 25 a 37 anos) que se casam porque aquele rapaz tem determinadas qualidades que vou denominar de: a) ideais e b) materiais. As qualidades ideais são sua forma de ser gentil, educado, carinhoso, trabalhador, atencioso – qualidades essas que foi mui importante para que ela passasse a gostar do rapaz, e iniciasse o namoro. As qualidades materiais seriam os fatores que eu poderia dizer
principal ou o que de fato têm a maior relevância para mover a decisão de se casar. Ou seja, o rapaz é financeiramente bem, tem transporte(carro, moto e outros bens agregado, aliás importantíssimos para início de namoro), enfim tem toda uma estrutura material( ou que se pode propiciar) que no casamento é algo que traz um certo conforto. Normalmente essas mulheres não se casam bem apaixonadas, amando de verdade( como as mulheres do primeiro grupo). Podem vir a amar com o passar do tempo. Sentem algo, mas não verdadeiramente paixão ou amor. E se isso houver, é em grau bem baixinhos. O elemento paixão na maioria das vezes não acontece, até porque normalmente essas garotas são mais racionais e menos emotivas, não se deixam ser levadas pelo impulso da paixão. São práticas e objetivas.
Portanto nesse grupo o fator preponderante que as leva a contrair o matrimônio são as qualidade materiais do rapaz, (que o direito civil chama de bens patrimoniais) e menos o fator psicológico dele. Normalmente são bonitas, inteligentes, nos estudos com curso superior.
No entanto, quando há coincidência entre os fatores ideais e materiais no mesmo grau de importância, o fenômeno passa para o primeiro grupo de mulheres acima já analisado.

3. O terceiro grupo, são aquelas mulheres( na faixa dos 35 a 40 anos) que casam motivadas por dois fatores principais: a) social e b) biológico. Social porque nessa idade, na grande maioria das pessoas na sociedade já se encontram casadas, apesar do número de pessoas que estão se casando só depois dos trinta e pouco anos de idade vem aumentando, devido trabalho, estudos etc., no entanto, suas amigas já se casaram, enfim a ordem cultural e social impõe isso: que ela tem que se casar, senão vai ficar pra "titia"! Por outro lado, o fator biológico consiste na urgência da natureza feminina que pede a ela que se reproduza. Ela sente um forte desejo de ser mãe. O tempo biológico de fertilidade urge pela maternidade. Claro que há o fator psíquico-emocional, vontade de estar com alguém; porém, o fator social e biológico são os que pesam mais nessa balança dentro desse terceiro grupo de mulheres.:

4) E por fim há aquelas que estão para lá dos 40 anos. Estas são o grupo mais desinteressado na questão economica do rapaz. O motivo principal destas é normalmente a busca do encontro com alguém que lhes satisfaçam psíquica-emocionamente-sexualmente. Nessa categoria o campo material-capitalista perde o seu trono e majestade. Encontramos três categorias de mulheres: a) as separadas, divorciadas, e portanto, sentem uma necessidade intensa de se reencontrarem outra vez na esfera sentimental ; Estas já adquiriram certa maturidade e são muitas vezes cheias de tesão; um bom trato na cama é já um bom modo de segurar a relação! Há um número crescente destas sempre junto com rapazes mais novos do que elas. b) as solteronas, estas normalmentes são enquadradas entre as mulheres feias, pois é dificil uma mulher bonita ficar soltera por muito tempo, a não ser que sejam lesbicas ou têm algum tipo de trauma da infância, enfim poucas são assim por opção mesmo - na realidade, no geral, elas são loucas para vivenciarem uma louca paixão ainda não vivida. Esse é o grupo mais fácil de cair em diversas frustrações amorosas. Muitas delas são cheias de frutações amorosas, pois, na verdade, devido ao fato de não haver "beleza física" não são valorizadas como deveriam pelos homens. Em nossa sociedade, o que vale de fato é a aparência, o exterior. Principalmente para os homens. Sendo assim estas são as que menos visa o aspecto economico da relação, em virtude da própria condição em que se encontram e pela maturidade já alcançada. Uma terceira espécie dessa categoria são as que se encontram c)casadas, porém insatisfeitas no matrimônio. Estas já perderam o amor pelo seus respectivos maridos, ou nunca os amaram de fato, ou elas levaram chifres... ou vivem em busca de algo com mais "adrenalina", surtadamente mais interessante e que tem mais haver com o que de fato elas querem...

Quanto aos aspectos físicos destas mulheres

1) Primeiro grupo: são relativamente exigentes(ou seja, não muito) na hora de escolher seus namorados e futuro esposo. O importante é encontrar a "alma gemea". Nesse grupo há equilíbrio entre a quantidade de mulheres bonitas, mulheres não tão bonitas e as feias.

2) Segundo grupo: muito exigentes na hora de escolher o parceiro. Como há uma maior demanda, por serem bonitas e atraentes e gostosas, e nesse sentido um maior leque de escolhas, podendo dispensar aqueles que não se encaixam no perfil, tornam-se mais exigentes . Normalmente nesse grupo se encontra uma maior quantidade de mulheres bonitas que se adequa dentro do padrão de beleza imposto pela nossa sociedade.

3) Terceiro grupo: não há tanta exigência na escolha do parceiro, uma vez que o mais importante é está com alguém para que se realize o casamento com vista à formação familiar e a realização de ser mãe ( nesse grupo se encontra poucas mulheres bonitas dentro padrão, uma vez que as bonitas normalmente ou estão casadas ou estão comprometidas com relacionamentos estáveis)

4) estas são mais exigentes quanto ao aspecto da qualidade do rapaz e menos exigente quanto ao aspecto quantitativo do capital agregado a ele.

Portanto, em termos gerais, essa breve classificação me mostra os motivos que levam as mulheres a se casarem com seus parceiros. Admito as imperfeições de minhas afirmações, fruto das minhas próprias observações do dia-a-dia, mas acredito que talvez não fuja muito à realidade que nos cerca. Visto que vivemos em uma sociedade cada vez mais capitalista e, sendo assim meu querido(a), do contrário... são as exceções que confirma a regral geral sobre o assunto.

diversos outros textos em http://recantodasletras.uol.com.br/autores/marcopablo

Marcos Paulo

 

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
9 + 7 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4