Viagem inesquecivel, comi a esposa de meu melhor amigo!

Bom, meu nome é Mateus tenho 22 dois anos o relato que vou contar aconteceu em Abril de 2010.
Moro em Caxias do Sul RS e a uns 5 anos meu melhor amigo saiu daqui para morar em Roraima RS.
Sempre prometi que iria visitar a cidade dele até que chegou a oportunidade peguei um avião e
sai na minha aventura.
Quando cheguei no aeroporto de Boa Vista estava mais ou menos uns 25°c quem me recebeu foi a esposa de meu amigo
Loira olhos cor de mel 1,60m aproximadamente muito bem vestida para o meu gosto e uma delicia
dos pés a cabeça mas como era mulher do meu amigo não dei muita bola. Sai dali e fomos a um barsinho. Como fazia muito tempo que nos não nos víamos
conversamos bastante comemos um lanche mostramos fotos cantamos no karaoke até que ele disse que ia ao banheiro.
Nessa hora ela se levantou passou atrás de mim e encostou os peitos da minha cabeça sentou a meu lado pegou na minha mão
e disse que nos iríamos se divertir muito por ali.
Quando ele voltou pagamos a conta e saímos conhecer a cidade. Paramos em uma avenida lotada
com muito forró tocando mulheres lindas insaciáveis pela dança quase um verdadeiro escárnio.
Tiramos fotos bebemos caipirinhas de todos os sabores até que pelas quatro da manhã me convidaram para ir até um banho para curar a ressaca antes mesmo que ela chegasse.
Saímos dali ela no banco da frente bem comportada rindo das situações inusitadas como a travesti, Michele que conhecemos
bem afeiçoada que convidou nós para conhecermos um puteiro bem badalado da capital .
Papo vem papo vai e um trajecto de estrada de chão chegamos ao tao banho paramos a uns 10m do local com o farol do carro iluminando o ambiente trazendo um ar de experiência única .
Descemos do carro ele retiro a roupa um moreno bem forte de 1,75 cabelos negros e traços de uma mistura de cabloco
com gringo. Pedi licença para ele se poderia tirar a roupa toda também pois a mulher estava junto, ele falou que sim na mesa hora arranquei toda minha roupa e sai correndo para o banho passando mil coisas pela minha cabeça menos a experiência que estava por vir.
Entrei primeiro a água estava bem morna depois ele em seguida ela como estávamos contra luz pude ver suas curvas sinuantes
o cabelo liso pela cintura e o volume dos seus seios lindos e dourados sendo molhados pelas correntes do rio.
Fiquei meio ao longe pensando naquela experiência até que começaram a se beijar de pronto começei a a me masturbar
pensando que teria uma experiência única de voyager, olhando eles naqueles amassos percebi que estavam cochichando dizendo que não tinham combinado nada, até que ele meu amigo de alta data pediu para mim chegar mais perto. Me encorajei meu coração quase saltava pela boca meu corpo flutuando dentro da agua sentindo a areia em cada passada que dava até que me aproximei bem perto e dei um beijo no pescoço dela, se virou me me agarrou como eu fosse o que ela mais queria naquele momento acariciei suas lindas pernas sua chana molhada seus seios enquanto vislumbrava a silhueta da penumbra que aquela madrugada estava me presenteando.
Naquele momento me levantei de pronto ela se agarrou no meu Pau e começou a chupar
deliciosamente como uma safada que sabe o que está fazendo, enquanto ele bombava por trás
e sorria pra mim dizendo, aproveita bem, nunca imaginou que iria tranzar com a mulher do teu amigo, né safado!
Ela trocou de pau e eu comecei a comer aquela buceta gostosa no balanço que só a água pode proporcionar
enquanto ela entre gemidos implorava para que nós continuássemos dizendo que queria ser enrabada pelos dois e ao mesmo tempo.
Meu amigo agarrou ela pelas perdas socou tudo que dava enquanto ela separava com as duas mãos sua bunda tesuda quase gritando dizendo põe no meu cuzinho, quero ver se você é realmente o que falam quero sentir duas pirocas dentro de mim anda logo estou louca para gozar com dois machos dentro de mim, ai que delicia continua assim que ta gostoso continuamos e trocamos novamente ele por trás comendo aquele cuzinho
apertado enquanto eu comia a buceta da esposa depravada. Se agarrávamos aonde podia ela agarrada da meu pescoço gemendo que nem uma alucinada até que gosamos os três juntos.
Dei mais um beijo gostoso nela e deixei os dois sozinhos para dar um mergulho e tentar acreditar que realmente aconteceu está passagem na minha vida. Saímos dali fomos para o carro
rindo e comentando sobre proezas que fazíamos eu e ele na minha cidade natal.

Mateus Matê!!!

 

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
5 + 0 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4