Eu sou a Sônia

Eu sou a Sonia, sou gostosa, boca sexy, clarinha, coxas grossas e bundao  grande , peitinhos empinados, com 1,50 mts e 45 kg, estava noiva do Sergio, moreno, 1,65 mts e 60 kg, não acontecia nada de mais entre nós, alem da passaçao e agarras-agarras, acabei casando virgem.
Alguns anos depois ele pedia e não parava de  insistir para eu usar roupas mais sexy, mais batons, cores berrantes nas unhas, brincos grandes , sandálias altas, vestidos mais curtos e decotes ousados. Com muita briga com os meus princípios e modos, mas por ser meu marido e aconselhado pela minha mãe e pela minha irmâ mais velha, fui aos poucos cedendo. Um certo dia nos iríamos para a praia e ele me fez acompanhá-lo nas compras para meu uso na ocasião;alem dos vestidinhos curtos , sandálias sexy e altas, sainhas, bustiês, me fez comprar dois bikininhos micros, a cortininha não cobria nada e o fio dental sumia no meu bundao, com na frente a bucetinha, agora depilada por ordem dele, sai pra fora. Relutei muito, mas a mãe me aconselhou a tomar cuidado, se não ele iria arrumar uma amante que usaria o que ele queria. Mãe me dizia. Vai : relaxa, desfrute e não fique procurando obstáculos. Achei por bem ficar com o Sergio, pois já tínhamos um nenê e eu queria outro. O nenê ficou com a minha mãe e fomos. No Caminho, bem longo de Goiania a perto de Ubatuba, paramos num motel para dormir e o Sergio já me vestiu de mulher fatal, meio que de safada também e me levou para jantar na cidade de Campinas com uns amigos  dele da faculdade: Marcondes ( 1, 85 m, 80 kg) e Pedro (1,90m , 90 kg) , pois a 10 anos não se viam e tinham morado na mesma republica por 5 anos. Morria de vergonha com os olhares destes e de outros homens para as minha pernas, pro meu decote sem suitians, etc. Eles cheios de elogios para mim e o Sergio sem reagir. Passei a desconfiar de que havia algo diferente, para me suportar e para não reagir ,passei a beber vinho, um copo atrás do outro. Na volta o marido começou a elogiar o pau do Pedro e a falar da quantidade de porrá que o Marcondes ejaculava, não entendi na hora o papo. A noite eu queria dar uma ,pois fiquei exitadissima, ele pulou fora, disse estar cansado e que iríamos viajar na manha. Pela manha me fez por uma bluzinha rosa quase transparente , com um vestidinho branco que com calcinha branca fio dental me deixava a sensação de estar pelada,e todos viram os meus regos. no café quase que me comem com tantos olhares. Falei para ele= e´isto que você quer ? acharem que sou uma puta?, uma vadia ? , Ele disse que eu estava entendendo os desejos dele e que eu estava mais uma vez fazendo ele feliz. Assumi o papel. Na estrada tirei as sandálias, a saia e a blusa, coloquei os pés no painel e pedia para ele ficar bem ao lado da janela dos caminhões para ouvir eles gritarem PUTA, VADIA, ``para ai na frente``.O  Sergio estava de pau duríssimo, quando quis fazer um boquete ele não quis, desconfiei de algo mais errado estava se passando. Coloquei a roupa e fiquei calada o resto da viagem e sofrendo com meu tesao reprimido.
Uma vez na casinha alugada de um pescador, na praia longe da estrada fui logo pra água e areia, meu mini bikini atolado, me fazia pelada . O Sergio iria procurar um barco para alugar no cais, sentei num bar na frente da casa de um pescador, camarão, peixe e como só tinha cerveja ´´quente´, aceitei uma caipirinha, mesmo sabendo que sou fraca para bebidas eu somente tomava vinhos, por volta das 2 hs fui ate as pedras e acabei me masturbando, ai sim totalmente pelada, pois era deserto por La. Assustada com o que fiz ,voltei para a casinha alugada, sendo engolida pelo olhares dos pescadores puxando uma rede, Sergio não havia me informado onde ficava a chave, fui no vizinho que nos alugou e este me informou que o Sergio estava numa outra casinha com 2 amigos que haviam chegado também e La chegando fui entrando e me deparo com o Sergio de 4 com o Pedro enrrabando o cu dele, enquanto mamava a picona do Mendonça. Sai correndo, com eles atraz pedindo para me explicar, me alcançaram quase na água . ai fiquei sabendo que o Sergio foi  a bonequinha da `republica da faculdade` e que era homem mas gostava de se vestir de mulher, de dar e chupar machões. Imaginem a minha cara.Susto terrível. Alem de zonza da caipirinha, minha cabeça não parava de rodar, com vagar fui para a nossa casinha com o Pedro me acompanhando , com a calma de um psicólogo fez com que eu me controlasse e levou um papo muito bom, me serviu um vinho e foi me conquistando a confiança. Eu já estava rindo atoa da situação quando pegou na minha mão   e beijou, gostei da elegância dele, passou a acariciar meu braço, o que me arrepiou, passou a mão  na minha nuca e tremi, me beijou o rosto e gostei, Pedro e´um galanteador e romântico, alem de ser carinhoso e calmo.  Quando dei por mim já estava beijando na boca. Com maestria soltou a parte de cima do bikini, elogiou os peitinhos com bicos rosados e beijava e mamava e mordiscava, eu já subia na parade, quando suas mãos foram ao meu joelho e acariciando sem pressa foi ate a coxa e daí ate a bucetinha foi um pulo. Tirou a parte de baixo, que já não escondia muito e me vi pela primeira vez como mulher nua na frente de um segundo homem, pois ate a minha medica tinha que ser discreta . Me beijando a barriga, as coxas e me passando a mão  pelo corpo chegou no grelo, que estava super duro (o meu tem 3 cm), mamou, mordeu ,chupou ate eu ter um orgasmo.Tirou do shorts, um tremendo pau de tamanho muito maior do que do Sergio (imagino o dobro), muito grosso e já babando. Não necessitei de convite e já fui na gula enfiando ate a garganta, ai constatei de que o do Sergio tem 11 cm e o dele 20 cm, de bitola então a diferença era imensa. Ele gozou rápido e acabou na minha garganta , boca, coisa que eu não fiz com o Sergio, sempre eu tirava antes. Engoli tudo e gostei do gosto e cheiro. Pedro me Poe na curva da cama de bruços e enfia a língua no meu cu, incrível sensação, nunca tinha feito isto. Quando  ele disse que me amou e estava apaixonado  e que iria comer meu cuzinho virgem eu aceitei. Passou manteiga no pau e na minha bunda toda, enfiou um dedo, depois dois, depois 4 e doía, eu gemia e deixava, com retiradas e novas entradas meu cuzinho virava cuzao, colocou a cabeça na portinha e enterrou, dei um grito e chorei muito, ele ficou parado esperando a dor passar, depois com movimentos iniciais lentos foi aumentando, agarrou meu grelo e apertou ate eu gritar e gozou gostoso , eu finalmente sentia um leite quente nas minha entranhas. Tirou de vagar aquele pauzao do meu agora cuzao e mordiscava minha nuca. Descansamos um tempo e Pedro passa a elogiar meu corpo, meu rosto, etc. fui ficando exitada e mamando naquela picona que crescia ate eu me por a calvagar tal qual uma louca , terminei por ter uns orgasmos seguidos, algo que não tinha acontecido comigo, Ficamos deitados agarradinhos. Após um banho , saímos pela Vila , nos de mãos dadas. Paramos num boteco, que ele já conhecia e encontramos o Sergio e o Mendonça namorando. Aceitei a condição e após os comes e bebes voltamos pela areia, ate perto das pedras, quando resolvem que eu e o Sergio deveríamos trocar as roupas entre nós. Vi que meu marido era mesmo um viadinho, rebolava e falava tal e qual um travesti, eu ria e ria. Ao chegar na casinha deles, passei a chupar o Pau do Mendonça e o Sergio o do Pedro, meu marido de pau duro disse que queria meu cu, mas na hora já lhe disse que jamais ele teria isto e sentei na pica do Mendonça, cavalgando, ate que o Pedro resolve enterrar na buceta o cacetao gostoso, uoau. Huau, vem o Sergio e enfia na minha boca aquele pintinho, foi uma tripla penetração.
Todos gozaram dentro da Soninha, menos o Sergio que não tem este direito .Hoje já tenho mais filhos, com o Sergio  namorando com os dois e os dois me levando ao paraíso de tanto eu gozar.Continuo me vestindo e saíndo por Goiania como uma puta e vadia para agradar o marido e tenho traído os três com outros amigos na escondida.
Minha mãe e minha irmã sabem das coisas.

 

serpvalerio@bol.com.br

Opções de exibição de comentários

Escolha seu modo de exibição preferido e clique em "Salvar configurações" para ativar.

Muito boa a sua história,

Muito boa a sua história, eu ja tive uma mulher como você. hoje estou com outra mas não mim dar esse prszer. Parabéns.

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
13 + 1 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4