Mulheres poderosas fumam mais

Um artigo do Bulletin of the World Health Organization (WHO) relata que o cigarro voltou a ser um símbolo de status entre as mulheres. Nos EUA dos anos 1920, era comum ver mulheres da alta sociedade com suas cigarrilhas em punho, fumando um cigarro com toda a pose. Agora, segundo a organização, em países mais pobres onde as mulheres estão conquistando mais liberdade, elas decidiram criar o hábito.

Os pesquisadores Sara Hitchman e Geoffrey Fong da Universidade de Waterloo, do Canadá, investigaram a relação entre desigualdade entre gêneros e prevalência de fumantes do sexo feminino em 74 países. Foi estimado que, ao redor do mundo, os homens são cinco vezes mais propensos a fumar que as mulheres, mas, nos países onde as mulheres têm mais poder, a diferença está diminuindo ou já passou dos homens.

“A indústria do tabaco tem criado estratégias de marketing para atingir as mulheres em países onde a independência está crescendo”, disse a chefe do Charity Action on Smoking and Health, de Londres, Deborah Arnott. Já o diretor do iniciativa contra o cigarro do WHO, Douglas Bettecher, acredita que “a pesquisa mostra a necessidade de agir rapidamente para acabar com o fumo entre as mulheres, particularmente nos países em desevolvimento” para evitar que os níveis continuem subindo. [NewScientist]

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
6 + 3 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4