Um swing gostoso com um casal de amigos parte II

Boa tarde caros leitores, meu nome é Jony, a minha esposa é a Shirley, ambos na faixa dos trinta anos, casados há mais de doze anos e loucos por sexo, nosso relacionamento é aberto e liberal, adoramos realizar fantasias e em todos esses anos de convivência já realizamos muitas, não desperdiçamos uma chance, depois agente senta, comenta e escreve para vocês lerem e sentirem como é gostoso fazer aquilo que gostamos. Essa que vamos contar hoje é a continuação do conto ; UM SWING GOSTOSO COM UM CASAL DE AMIGOS que postamos há algum tempo atráz onde eu e a minha esposa Shirley alugamos uma casa e convidamos um casal de amigos, João e Flávia para passar dois dias conosco, lá rolou muita cerveja, dança, sexo e swing, tranzamos os quatros no mesmo ambiente com direito a troca de parceiros e tudo mais, começamos logo após o meio-dia e entramos pela noite, nós quatro já estavámos um pouco exastos, dançamos, bebemos e fizemos um swing gostoso no início da tarde, próximo das 22:00 Hs resolvemos dar uma pausa pra recupear as energias e dormir um pouco, eu e a Shirley fomos pro nosso quarto e o João e a Flávia foram pro quarto deles. Era 01:30 da manhã quando eu acordei com uma sede danada, olhei pro lado e vi que a Shirley, minha mulher dormia, então resolvi descer as escadas da casa e ir até a cozinha tomar um pouco de água, quando eu estava retornando encontrei com a Flávia, esposa do João na porta da cozinha, ela também tinha vindo tomar água, perguntei pelo João, seu esposo e ela me respondeu que ele estava dormindo, enquanto ela tomava água eu fiquei esperando, Flávia é uma loira alta e bonita, sempre fui tarado por ela, ela estava vestida somente de calcinha e sutiã, eu estava vestido em um shortinho curto, sem cuecas, comecei a olhar pra bunda da Flávia que é enorme e gostosa, meu pau ficou duro na hora, como eu estava de short sem cuecas, o volume que se formou por baixo do meu short era enorme e notório, quando ela viu meu pau duro, parou na minha frente e perguntou;..... Nossa, você já estar assim, uma horas dessas, de pau duro ?

E eu respondi;.... Tô sim, foi olhando pra sua bunda que fiquei desse jeito, em seguida ela sorrriu e veio na minha direção, ficamos os dois em pé na porta da cozinha, olhando um pro outro, nos abraçamos, começamos a se beijar e a trocar caricías, em seguida retirei seu sutiã me enclinei um pouco e comecei a chupar seus seios, depois coloquei ela escorada na parede, de costas pra mim, me ajoelhei no chão, retirei a sua calcinha e comecei a massagear aquela bunda enorme e gostosa e a acariciar sua buceta levemente, ela virou seu olhar pra tráz e ficou observando tudo, em seguida, eu abri sua bunda com as duas mãos e comecei a chupar sua buceta e seu cuzinho também, ela começou a gemer de tezão e a rebolar sua bunda em meu rosto, ficamos nessa por alguns minutos até que ela se virou de frente pra mim, pegou na minha mão e me fez ficar de pé na sua frente, começamos a nos beijar novamente, depois ela foi descendo apertando meu pau por cima do short e chupando meus peitos, logo ela se ajoelhou no meus pés, retirou meu short, me segurou pelas pernas, abriu sua boca e começou a chupar meu pau sem usar as mãos, ela chupava muito gostoso, em seguida ela punhetava meu pau e chupava ao mesmo tempo, chupava com vontade, daquele tipo de mulher que chupa pra se deliciar e sentir o sabor da rola, estava um delícia, depois disso, puxei uma cadeira e me sentei, Flávia veio pra cima de mim e sentou no meu colo, de frente pra mim, colocou meu pau na sua buceta e começou a cavalgar subindo e descendo, eu sugurava ela pela cintura e forçava seu corpo contra o meu fazendo com que meu pau entrase todinho em sua buceta, de vez enquanto eu abria a bunda dela e metia um dedo em seu cuzinho enquanto metia meu pau em sua buceta, ela continuava pulando no meu colo e gemendo de tezão com me pau dentro da sua buceta, ficamos nesta pocisão por muito tempo pois a Flávia não queria parar de cavalgar no meu pau mais estava um pouco tarde e eu queria aproveitar sozinho aquela gata, então resolvemos mudar um pouco, Flávia ficou de quatro em cima da cadeira e eu em pé por tráz dela, peguei meu pau duro e enfiei na sua buceta novamente, fiquei metendo e curtindo a bunda da Flávia que é um tezão de bunda, a Flávia gemia forte mandando eu meter tudo na sua buceta, eu enfiava tudo e ela delirava com minhas estocadas, teve um momento que meti tão forte na sua buceta que a flávia soltou um grito alto me pedindo para parar um pouco pois ela já não aguentava mais de tanto gozar, parei um pouco e retirei meu pau de dentro da sua buceta, ela se levantou e sentou na cadeira, de pernas abertas, de frente pra mim e ficou se abanando com as mãos e respirando forte, eu aproveitei esse momento e me aproximei, me agachei um pouco, levantei suas pernas, coloquei a cabeça do meu pau na entrada do seu cuzinho e fui enfiando devagarzinho, quando meu pau entrou a metade eu comecei a meter, ela ficava parada olhando meu pau entrando e saindo do seu cuzinho, fiquei comendo seu cuzinho por alguns minutos até que o tezão dela começou a voltar, logo ela começou a passar a língua nos lábios e a se masturbar massageando sua buceta enquanto eu metia na sua bunda apertada e gostosa, ela gemia alto e forte masturbando sua buceta e pedia pra eu meter tudo em seu cú e gozar dentro dele, eu acelerei as estocadas naquele cuzinho apertado enquanto ela punhetava sua buceta e em poucos segundos gozamos os dois juntos, ela gozou com seus dedos na sua buceta e eu gozei dentro do cú dela, foi muito gostoso, depois disso, nos vestimos e fomos em direção dos nossos quartos, quando chegamos no final das escadas encontremos com o João, marido da flávia, antes que ele perguntase qualquer coisa, a Flávia foi logo dizendo que veio tomar água e que por coincidência nós havíamos nos encontrado alí, que ela estava muito cansada e que naquele momento iría dormir, rapidamente ela foi para o seu quarto, eu e o João descemos as escadas e ficamos na cozinha conversando um pouco, eu acabei contando pra ele tudo que havía acontecido entre eu e a Flávia, logo depois disso, João ficou exitado, de pau duro e me pediu para também tranzar com a Shirley naquele momento, eu como adoro ver minha mulher tranzando com outro concordei na hora, contando que eu estivesse presente e assistisse a tudo, tudo aceito entre nós dois, eu pedi pra ele um tempo e fui até meu quarto falar com a Shirley, minha mulher, cheguei lá acordei ela com carinho e disse a ela o que havía acontecido entre eu e a flávia e também do que o joão queria fazer com ela, a Shirley demorou um pouco pra responder pois ainda estava um pouco sonolenta mais acabou aceitando e fazendo algumas exigências, disse que estava um pouco cansada e que queria uma tranza rápida, que era pra eu ficar quetinho assistindo ela e o joão tranzando e se vingando de mim e da Flávia, nesse momento eu fui tirando a roupa da Shirley e pedindo pra ela esperar o João totalmente nua em cima da cama, ela me atendeu e eu fui até a cozinha chamar o joão, quando abri a porta do quarto João já me esperava do lado de fora, nú, de pau duro, logo pedi pra ele entrar, fechei a porta, ascendi a luz e lá estava a Shirley deitada nua em cima da cama de pernas abertas, eu me sentei em uma cadeira e disse ao João que aproveitase logo aquele momento pois já era muito tarde, que todos nós precisavámos dormir e descansar para o dia seguinte, depois disso, João foi em direção da cama, se agachou entre as pernas da minha mulher e começou a chupar sua buceta, ela pegou uma das mãos dele e colocou sobre os seus seios, ele chupava a buceta dela e acariciava os biquinhos dos seios dela com as mãos, isso foi ascendendo um pouco o tezão da minha mulher, em seguida, ela mandou ele deitar na cama e se sentou em cima do seu rosto, depois se enclinou um pouco e começou a chupar seu pau, os dois iniciaram uma meia nove e ficaram um chupando o outro por alguns minutos até que ela saíu de cima dele e se pocisionou de quatro em cima da cama, colocou seu rosto em cima de um traveseiro e com suas próprias mãos abriu sua bunda mandando o joão meter seu pau, João logo foi por tráz dela, enfiou seu pau na buceta da Shirley e começou a meter, enfiava forte e rápido na buceta dela sem parar por vários minutos até que ela pediu a ele parar e mudar de pocisão, ela mandou ele se deitar na cama e foi pra cima dele, encaixou sua buceta no pau dele o começou a cavalgar pulando em cima do pau dele, ficou cavalgando por alguns minutos naquela rola até que ela se enclinou um pouco e ofereceu seus seios pra ele chupar enquanto ele metia em sua buceta, isso aumentou um pouco o tezão da minha mulher e ela começou a gemer, há essas alturas, meu pau já estava duro e eu comecei a bater uma punheta vendo a shirley dando a buceta pro joão, ele metia na buceta dela e chupava seus seios ao mesmo tempo, não demorou muito e ela acabou gozando aos berros sentada no pau dele, em seguida ela deu um demorado beijo na boca dele e ficou descansando um pouco em cima do João sem tirar o pau dele de dentro da sua buceta, depois de alguns minutos, joão começou a meter na buceta dela novamente e ela pediu pra ele parar pois não aguentava mais, ele aproveitou a oportunidade e pediu para meter um pouco no cuzinho dela, ela aceitou, saiu de cima dele e se deitou na cama de pernas abertas, ele se ajoelhou entre suas pernas, colocou uma almofada por baixo da bunda dela, levantou suas pernas, colocou seu pau na entrada do cuzinho e foi enfiando lentamente até entrar tudo, em seguida ficou comendo o cuzinho dela numa boa, ela estava paradinha assistindo ele meter seu pau em seu cuzinho até que depois de algunus minutos ele começou a acariciar a buceta dela enquanto metia em seu cuzinho, derrepente ela mesma pediu pra ele gozar e começou a se masturbar esfregando sua buceta enquanto ele comia o cú dela, ele foi acelerando as estocadas no cuzinho dela e disse que iría gozar, nesse momento, ela rapidamenete retirou o pau dele de dentro do seu cú, colocou dentro da sua buceta e mandou ele gozar logo, em seguida ele deu umas quatro estocadas fundo e forte dentro da buceta dela e os dois explodiram num gozo forte, gemendo e se contorcendo, agarrando um ao outro e se beijando, joão gozou dentro da buceta dela, depois de alguns segundos, João saiu de cima dela, vestiu sua roupa rapidamente e foi pra seu quarto, a Shirley estava em cima da cama com a buceta brilhando com o esperma que o joão gozou dentro, eu que até aquele momento batia uma punheta assistindo a tudo, me aproximei da Shirley e comecei a chupar sua buceta cheia de esperma, limpei ela inteirinha sugando até a última gota, depois coloquei meu pau entre os seios da shirley, punhetei um pouco e gozei em cima deles, ela limpou todo o meu esperma, caíu pro lado da cama e foi dormir, eu também fiz o mesmo. No outro dia apenas tomamos banho de piscina e bebemos umas cervejinhas.

Até a próxima !

 

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
1 + 0 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4