Meus dias de secretária

Bom dia meu ! Meu nome é Shirley, meu marido é o Jony, somos realmente casados, ambos na faixa dos trinta anos, nosso relacionamento é aberto e liberal, gostamos muito de sexo e fantasias, em doze anos de casamento conquistamos várias amizades e já realizamos muitas fantasias, independente do Jony estar presente ou não, sempre que temos uma oportunidade estamos fazendo loucuras sexuais, nós não disperdiçamos uma chance, meu marido adora ver ou saber que tranzei com outro, me encentiva a usar roupas provocantes, a ser uma puta entre quatro paredes e a dar minha buceta para os nossos amigos, muitas vezes ele me ajuda a fazer contato com nossos amigos e a escrever esses contos. Vou contar pra vocês mais uma das muitas que já publiquemos.

Tudo aconteceu quando eu trabalhava de recepcionista em um pencionato para alunos de uma faculdade, lá eu trabalhava muito tempo sozinha, cheguei a tranzar com um rapaz dentro da minha sala e publiquei neste site no conto de casais com o tema;(Recepcionista provocante ), pois bém, o meu patrão se chama Sr. Fernando, um coroa enxuto, desquitado (separado), quarenta anos de idade, corpo atlético, cabelos um pouco grisalho, um gato para a idade dele, Sr. Fernando também é dono de um pequeno escritório de contabilidade, lá só trabalham ele e a Sônia, sua secretária, mês de janeiro era época de recesso e férias da faculdade e do pencionato, todos os alunos viajavam para as suas cidades e o pencionato ficava vázio, sem nenhum aluno hospedado, como Sr. Fernando gosta do meu trabalho, ele resolveu dar férias para a sua secretária do escritório de contabilidade, a Sônia e me colocou de sua secretária no lugar dela, até ela voltar das férias, todos os dias eu ía trabalhar calçando salto alto e vestindo roupas sensuais e provocantes, Sr. Fernando não tirava o olho de mim, como somos bastante amigos, ele sempre brincava comigo quando estavámos sozinhos, o Jony, meu marido, viaja muito para outros estados a trabalho, já fazia mais de vinte dias que ele estava fora de casa, Sr. Fernando aproveitava essa situação e me provocava dizendo que o meu marido uma horas dessas estava namorando com outras menininhas por onde ele estava e eu disse a ele que se eu soubesse eu fária o mesmo por aqui e namoraria também, depois que o Sr. Fernando ouviu isso, ele começou a querer se aproximar de mim, brincava comigo elogiando meu corpo, ás vezes, quando eu passava perto do Sr. Fernando, ele dava um tapinha na minha bunda e dizia que o meu marido era um homem de sorte, outro dia, eu entrei no banheiro e sem querer eu vi o Sr. Fernando fazendo xixi, fiquei parada olhando ele palançando seu pau, mesmo estando mole, dava pra ver que a rola dele era grande e grossa, a cabeça era enorme, quando ele me viu teve um susto, eu pedi desculpas pra ele e disse que era natural isso acontecer pois no escritório só hávia um banheiro para todos, em seguida fui para minha sala, me sentei em uma cadeira por tráz do birô e comecei a trabalhar, eu não conseguia me concentrar no trabalho, meu marido já estava viajando há mais de vinte dias e eu estava muito carente, não conseguia parar de pensar nas imagens que vi no banheiro, do Sr. Fernando balançando aquele pau enorme, fui ficando exitada, em seguida o ramal do telefone toca, era o Sr. Fernando me pedindo para ir até a sua sala, era quase onze e trinta da manhã, quando cheguei em sua sala, Sr. Fernando me pediu para fechar todas as portas e janelas do escritório, disse que não estava pra ninguém, que queria trabalhar comigo sem ser incomodado, me perguntou se eu podería almoçar mais tarde hoje e terminar esse trabalho com ele em sua sala, eu respondi que sim, que não tinha nenhum problema, então ele me pediu para ir até a outra sala pegar alguns documentos e voltar para a sala dele para fazer o tal trabalho, quando entrei em sua sala ele me pediu para travar a porta e começamos a trabalhar, de vez enquanto, eu pagava o Sr. Fernando olhando para minhas pernas, e eu também, de vez enquanto, olhava disfarsadamente para a cintura dele, tentando ver se ele estava de pau duro, aos poucos fui percebendo que nós dois estavámos exitados, as vezes Sr. Fernando apertava seu pau por cima da calça, a rola dele já estava dura, eu já estava louca por uma pica na minha buceta mais esperava a reação dele, como ele estava demorando eu resolvi dar um empurrãozinho, peguei alguns documentos e fui até próximo dele para tirar algumas dúvidas, quando eu ía retornando ao meu lugar, fiz questão de passar por tráz da sua cadeira e esfregar os piquinhos dos meus seios em suas costas, em seguida Sr. Fernando colocou a mão em cima do seu pau, mordeu os lábios e deu um suspiro, notei que ele estava louco para me comer, eu já não aguentava mais, fazia mais de vinte dias que eu não tranzava, minha buceta já estava ficando úmida e a vontade de ter um pau duro dentro da minha buceta era grande, eu precisava fazer alguma coisa, eu já estava há algum tempo sentada na cadeira por tráz do birô, senti uma leve dor nas costas de verdade, baixei um pouco a cabeça e Sr. Fernando foi logo perguntando o que estava acontecendo, eu disse a ele que sentia dores nas costas mais que logo logo isso iría passar, ele me pediu para parar um pouco o rítmo de trabalho e perguntou se eu queria uma massagem, naquele momento era tudo que eu queria e precisava, então eu aceitei a sua ajuda e ele veio em direção a mim, eu coloquei a cadeira ao contrário, coloquei a parte do encosto das costas para frente, próximo dos meus seios e deixei minhas costas livre para ele massagear, Sr. Fernando ficou em pé por tráz de mim e começou a me fazer uma massagem, apertava meus ombros e minhas costas por cima da blusa, eu fui relaxando e a dor já estava passando mais a vontade de ter um pau dentro de mim não passava, Sr. Fernando perguntou se eu não queria tirar a minha blusa para ele poder massagear melhor, eu não pensei duas vezes e fui logo retirando a blusa, ficando somente de sutiã e saía, ele continuava a massagear e de vez enquanto encostava seu pau duro em minhas costas, eu comecei a gemer baixinho e ele me perguntou o que estava acontecendo, eu disse a ele que o meu marido estava viajando há mais de vinte dias e que a sua massagem estava me fazendo pensar naquilo, em seguida ele me disse também que já fazia algum tempo que não tranzava e que aquela massagem também estava mexendo com ele, depois disso, eu virei o meu rosto para tráz, olhei dentro dos olhos dele e perguntei se ele estava pensando em fazer o mesmo que eu estava pensando e ele respondeu que sim, logo em seguida eu perguntei se podería confiar nele e que o que acontecesse alí ficaría somente entre nós dois e ele respondeu que sim, que não se preocupasse que ele não contaría nada pra ninguém e que nada mudaria no trabalho, em seguida, Sr. Fernando foi logo retirando sua roupa, ficando completamente nú, em pé na minha frente, eu já estava sentada na cadeira e me virei de frente pra ele, tive um susto, o pau dele era enorme, grande e grosso, em seguida ele se apróximou de mim, eu peguei o seu pau e comecei a punhetar, ele começou a pegar nos meus seios e retirou meu sutiã, eu peguei aquele pau lindo, comecei a cheirar e a passar no meu rosto, depois coloquei entre meus seios, passava a cabeça da rola nos biquinhos dos meus seios e em seguida comecei a lamber aquele pau enorme como se estivesse lambendo um sorvete, chupei as bolas e em seguida aquele pau, a cabeça da rola dele era enorme, eu abria minha boca ao máximo e tentava engolir tudo que podia, eu segurava ele pela bunda, ele segurava meu rosto e enfiava seu pau levemente dentro da minha boca, teve um momento que ele enfiou toda a sua rola dentro da minha boca que eu cheguei a me engasgar com a cabeça do pau dele rosando minha garganta, o pau dele era uma delícia, era muito gostoso chupar aquela rola, depois disso, ele retirou o pau da minha boca, se enclinou um pouco e começou a me beijar, em seguida se ajoelhou entre minhas pernas e começou a chupar meus seios, depois retirou a minha saía, minha calcinha, abriu minhas pernas e começou a chupar minha buceta, metia a sua língua lá no fundo dela, chupava minha buceta e meu cuzinho ao mesmo tempo, estava muito gostoso, como eu adoro gozadas preliminares, enquanto ele chupava minha buceta, peguei seu rosto com minhas duas mãos e forcei contra minha buceta, comecei a fazer movimentos circulares esfregando minha buceta na sua cara, poucos minutos depois eu gozei na boca dele, adoro fazer isso antes de ter um pau dentro de mim, lubrifica minha buceta para receber um pau duro, foi uma delícia de gozada, depois disso ele se levantou, pegou uma camisinha e vestiu no seu pau, depois me pegou pela mão e me escorou em pé na parede, de costas pra ele, nesse momento estavámos nós dois em pé, ele se pocisionou por tráz de mim, colocou seu pau na entrada da minha buceta e foi enfiando lentamente, no início ele enfiava somente a metade do seu pau para a minha buceta ir se acostumando com aquele pau enorme, o pau dele era uma delícia, ele metia tão gostoso que eu mesma comecei a rebolar jogando meu corpo contra o dele e depois de alguns minutos ele já enfiava seu pau todinho dentro da minha buceta, me abraçava pelas costas segurando meus seios e metia tudo dentro mim, a sensação era muito gostosa, eu delirava de prazer, depois de alguns minutos nessa, nós mudamos de posição, eu me sentei em cima do birô de pernas abertas, ele veio e ficou em pé entre minhas pernas, colocou seu pau na mina buceta e começou a meter, eu lacei ele com minhas pernas e começamos a nos beijar enquanto tranzavámos, que pau gostoso ele tinha, era tão grande e grosso que preenchia minha buceta enteirinha, eu delirava com aquele pauzão enorme dentro de mim, eu deixava ele louco de tezão falando putarias;.....

Me come meu macho gostoso, mete tudo dentro de mim, arromba minha buceta com esse pau enorme, vai me come, ahahahahahahhaa, Depois disso, ele retirou o pau da minha buceta e foi se sentar em sua cadeira, eu fui atráz dele e me sentei em seu colo, de frente pra ele, coloquei seu pau na minha buceta e comecei a cavalgar, subindo e descendo em cima daquela rola, ele me segurava pela bunda, chupava meus seios e metia na minha buceta ao mesmo tempo, eu estava adorando aquilo tudo, ele olhava pra mim e dizia;...... Que buceta apertada e gostosa você tem Shirley, é muito gostoso tranzar com você, aparti de hoje eu vou ser seu amante e vou te comer sempre, em seguida, eu sai de cima dele e me posicionei de quatro em cima do sofá, ele veio por tráz de mim e em pé mesmo meteu seu pau na minha buceta novamente, ele metia gostoso demais, o tezão que eu sentia era muito grande, eu estava descontrolada, gemia forte, olhava pra ele e dizia;....

Mete tudo dentro de mim, come a puta da sua secretária, ela adora dar a buceta e colocar chifres no corno do seu marido, Sr. Fernando adorava ouvir isso, ficou com tanto tezão que começou a enfiar tudo dentro da minha buceta, metia tão forte que eu sentia a cabeça do pau dele tocar no meu útero, era muito gostoso, depois de alguns minutos nessa, ele diminuiu o rítimo das metidas , começou a acariciar minha buceta e a enfiar um dedo em meu cuzinho enquanto me comia, não demorou muito e ele pediu para meter em meu cuzinho, eu aceitei na hora mais disse a ele pra ir devagar, com calma e paciência pois o pau dele era muito grosso e eu não sabia e se iría aguentar aquela rola enorme dentro do meu cuzinho, em seguida, eu fui até minha bolsa pegar um creme e dei pra ele, depois me sentei no sofá de pernas abertas e joguei meu corpo para tráz, ele se ajoelhou no chão e começou a passar creme em meu cuzinho, lubrificando, em seguida ele levantou um pouco as minhas pernas e foi enfiando seu pau lentamente no meu cú, eu abria minha bunda com as duas mãos para facilitar a penetração, ele enfiava e retirava a sua rola do meu cuzinho e a cada enfiada ele ía colocando um pouco mais fundo, começou a doer e eu pedi pra ele parar um pouco, ele parou mais não retirou o pau de dentro do meu cú, deixou só a cabeça da rola dentro, em seguida ele se enclinou um pouco e começou a me beijar, depois desceu um pouco e começou a chupar meus seios, o tezão começou a voltar, ele já metia um pouco mais no meu cu e chupava meus seios ao mesmo tempo, eu aproveitei esse momento e enfiei quatro dedos em minha buceta e comecei a me masturbar, o tezão era enorme, essa combinação me ascendeu, ele já enfiava metade do seu pau dentro do meu cuzinho, estava tão gostoso que eu acabei gozando com o pau dele enfiado no meu cú e meus dedos enfiado na minha buceta, depois disso, eu fiquei parada, relaxando um pouco e ele continuou metendo seu pau lentamente dentro do meu cuzinho por vários minutos até que depois de um certo tempo ele começou a acariciar minha buceta enquanto comia meu cuzinho, pedi pra ele chupar meus seios um pouquinho e isso tudo fez reascender um fogo de tezão dentro de mim mais o que eu queria mesmo naquele momento era gozar junto com ele, então eu pedi pra ele trocar a camisinha e vir pra cima de mim, de imediato ele me atendeu, eu me deitei no sofá de pernas abertas e ele veio por cima de mim, enfiou seu pau na minha buceta e começou a meter, eu já não aguentava mais, estava louca para gozar gostoso, então pedi a ele para meter forte, enfiando tudo pois eu queria gozar junto com ele, depois disso, ele começou a meter muito forte na minha buceta, chegava até a pular em cima de mim, nós dois começamos a gritar, gemendo forte e em poucos minutos gozamos juntos, eu gozei muito, minha buceta ficou completamente encharcada, quando ele retirou o pau de dentro de mim, eu pude ver que a camisinha estava cheia de esperma, ele também havia gozado muito, depois disso, fomos os dois pro banheiro tomar banho, lá ficamos um pouco de tempo embaixo do chuveiro, passando sabonete e shampool um no outro e se esfregando, chegamos até a trocar alguns beijos e caricías e isso deu um pouco de tezão novamente, ele queria tranzar outra vez, eu também queria mais fui sincera em dizer que eu não aguentava mais, que eu estava toda dolorida de tanta rola e que ele deixasse para um outro dia, ele concordou mais eu fiquei com pena dele, de ver ele naquele momento de pau duro na mão, me desejando, então eu disse pra ele que eu iría fazer alguma coisa para amenizar a sua situação, em seguida, me sentei em cima do vaso sanitário e puxei ele pra perto de mim, peguei seu pau, coloquei na minha boca e comecei a chupar, chupava com vontade, punhetando e tentando engolir tudo, comecei a fazer movimentos de entra e sai com o pau dele na minha boca, simulando ser minha buceta que estava ali, ele começou a gostar e continuou enfiando seu pau na minha boca como se estivesse metendo em minha buceta, ele estava adorando minha chupeta, depois de alguns minutos nessa ele anunciou que iría gozar, eu abri minha boca ao máximo, coloquei a língua pra fora e fiquei esperando seu gozo, segundos depois, ele começou a punhetar forte seu pau e acabou gozando dentro da minha boca, me lambuzei toda com seu esperma, ainda chupei seu pau mais um pouquinho, deixando ele bém limpinho, em seguida terminamos o banho, nos vestimos e fomos almoçar juntos.

Depois desse dia, toda vez que o meu marido viaja por muito tempo eu mato a minha fome de rola tranzando com o Sr. Fernando. Hoje meu marido já sabe de tudo pois eu mesma contei pra ele. Há pouco tempo atráz, meu marido me pediu para assistir eu tranzando com o Sr. Fernando, quando isso acontecer eu conto pra vocês. Até logo !

 

Opções de exibição de comentários

Escolha seu modo de exibição preferido e clique em "Salvar configurações" para ativar.

Pensionato. COM

Pensionato. COM "S".
TRANSAR. Com "S"
Depois de corrigir me avisa e eu continuo a ler.

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
1 + 5 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4