A vingança é doce – pelo menos no início

Quando alguém lhe faz algum mal, parece não haver sensação melhor do que dar o troco, não é mesmo? Mas será que a vingança é realmente tão doce quanto parece?

Na verdade, é; pelo menos, no começo. “Quando as pessoas se vingam, há realmente uma sensação de alívio e até mesmo uma liberação de serotonina e oxitocina no cérebro que faz você se sentir melhor”, diz a professora de estudos internacionais e da mulher Mia Bloom.

Não é preciso atirar na cara de alguém para ser feliz. Mesmo que o ato de vingança seja tão simples como se aproximar de uma pessoa para conversar, ignorar um e-mail ou sabotar o projeto de um colega de trabalho, a “revanche” pode ser simplesmente satisfatória.

Bloom estudou a participação feminina no mundo dos grupos terroristas. Segundo ela, as mulheres geralmente recorrem a atos de terrorismo e atentados suicidas por cinco motivos: vingança, redenção, respeito, relacionamento e estupro.

Os atos violentos muitas vezes não são para satisfação pessoal. Na maioria das vezes, eles são altruístas ou uma maneira de se vingar de injustiças feitas aos seus familiares, comunidades ou religião.

Embora a execução de uma trama de vingança realmente nos faça sentir melhor por causa da reação química em nosso cérebro, Bloom diz que também tem um lado negativo.

“Cria um ciclo de violência”, explica. “No momento em que uma pessoa exige vingança, há uma resposta e outra resposta. A violência nunca é uma solução, porque se torna interminável”, conta.

Bloom entrevistou dezenas de mulheres que cometeram ou tentaram cometer atos violentos, incluindo mulheres católicas na
Irlanda, mulheres hindus no Sri Lanka e mulheres americanas recrutadas para ir para o Iraque e para o Afeganistão. Depois de procurar vingança, essas mulheres muitas vezes experimentam altos níveis de culpa, ansiedade, transtorno de estresse pós-traumático e outras formas de trauma.

“Elas expressam pesar”, afirma Bloom. “Uma bombardeira que falhou disse que foi ao mercado, mas viu crianças, e simplesmente não podia cruzar essa linha. É muito difícil tirar outra vida, não importa quem seja essa pessoa ou o que ela tenha feito”, diz.

Quando foi a última vez que você se vingou? Você se sentiu melhor ou pior?[MSN]

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
17 + 1 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4