Um macho chamado Paulo - parte IV

E depois nos beijamos os três, foi uma farra daquelas, novamente nos lavamos, mas dessa vez voltamos para cama para dormir, dormi abraçado com a Rose e a Talita me encoxando...... eu estava com o cuzinho todo assado ... nem o Marcelo e nem o Paulo me deixaram assim .... ia precisar descansar meu cuzinho alguns dias ..... não vou aguentar outra surra de pica seguida rsrrsrsrs ..........

... acordei no sábado de manhã, notei que estava só na cama, totalmente nu e coberto apenas pelo lençol, me espreguicei e fui ver as horas ...... aaaaaaaaiiiiiiii, minha nossa !!!!!!! já passava das 11 da manhã, procurei minhas roupas e não achei, vesti a calcinha e o robe e fui ao banheiro, aaaiaiii meu cuzinho estava todo ardido, sentei prá fazer xixi, aiiii que delicia, é tão gostoso fazer xixi sentado... aiai ahh ... bom, me lavei e desci para procurar "as meninas", a cozinha vazia, na sala não estavam, fui procurar na varanda .... cheguei e encontrei a Jennifer fazendo topless numa espreguiçadeira e a Jandra estava mais na ponta, deitada numa esteira acolchoada e totalmente nua, então eu disse .... Bom dia!!! bom dia, meninas!!! .... a Jandra quando me ouviu, deu um salto de gata e correu prá me beijar, pegou em minhas mãos e me fez sentar no sofá pedindo que eu contasse "tudinhoooo" ....
a Jennifer me deu dois beijinhos e perguntou se eu queria café, pois elas tinham acabado de tomar um café, eu disse que sim ..... então, a Jandra, sem soltar minhas mãos, me pedia, conta, conta, conta tudinho....

Então eu contei, o máximo que pude sem corar, ela perguntou se eu tinha gostado e eu disse que sim, então perguntei, ... mas e você? você tá tão eufórica, você gosta??? ... então, de repente ela ficou com o rosto bem triste e disse que até tentou, ela disse mais ou menos assim
.......Olha Pedrita, eu não me sinto bem, sabe a a Jennifer tem vontade de vez em quando, mas eu não me sinto a vontade, a Jennifer prefere chamar homens ou mulheres, tanto faz, mas EU, EU me sentiria um pouco melhor se fossem travestis, eu não gosto de ser penetrada por homens, eles são brutos, e as mulheres não tem graça, porque eu sou mulher, então uma travesti encaixaria bem, poderia me penetrar com a suavidade de uma mulher, e os homens passivos, perdoe a expressão da palavra "são uns merdas" ..... e ooohhh, desculpe, ... eu quis diz---.......

Eu a interrompi, sim, eu sabia, as mulheres acham os homens passivos, nojentos, frouxos, uns merdas mesmo, mas eu estava surpreso, chocado ... fui pego de surpresa, e sei que ela não falou de mim, mas doeu, doeu fundo....

.....então ela consertou dizendo, eu não vejo você como homem, depois que vi você montada, uma CD, você parecia mais mulher, eu enxergo você como amiga, entende??? uma amiga, não importa se você está montada ou não, para mim você é uma menina e aquela imagem não sai da minha cabeça .... você me perdoa ... por favor .....

Então, eu a abracei, e nós duas choramos, eu porque queria ser aquilo que ela enxergava, ela, por ser sensível, sabia que tinha me machucado, e estava doendo, doendo mais que o meu cuzinho todo esfolado, nessa hora a Jennifer chega com uma bandeja, repleta de guloseimas, suco de laranja, iogurte, uma xícara de café fumegante, torradas, queijo branco e uma fatia de bolo de laranja, eu estava faminta, comi tudo, deixei o suco por último e fiquei bebericando enquanto conversávamos, a Jandra confessou o motivo das nossas lágrimas e a Jennifer não acreditava que ela tivesse dito aquilo, fomos mudando de assunto, elas queriam saber se eu poderia passar o fim de semana com elas ou se queria ir embora, a Jandra então praticamente implorou para eu ficar, falou que poderíamos se divertir muito, e elas me ensinariam alguns truques de maquiagem, montagem, depilação, etc.... pensei que seria bom fazer alguma coisa diferente, então aceitei .......... a Jandra pulou no meu colo e me encheu de beijos ....(no rosto é claro...).........

Quando o sol começou a ficar muito forte, levantamos acampamento e entramos, a Jennifer pediu que a Jandra preparasse alguma coisa rápida e leve para o almoço e disse que iria comigo até a farmácia, comprar coisinhas de depilação e maquiagem etc etc .... A Jandra perguntou: Alguém tem alguma sugestão????????

Então eu disse, sim, tenho, salada de algodão, sopa de isopor e de sobremesa gelatina rsrsrsrsrrss .... saí correndo pois uma almofada vinha em minha direção, subimos para nos arrumar e a Jandra foi cantarolando para a cozinha.... enquanto tomávamos banho perguntei para a Jennifer, coitada, ela vai mesmo ficar cozinhando??? ... aí ela riu e respondeu que as empregadas deixavam a comida pronta na geladeira ou no freezer, que era só montar e esquentar, fazia anos que elas não sabiam o que era cozinhar, só lanchinhos rápidos e bebidinhas .... (eu pensei comigo as "empregadas" no plural, caramba!!! é muito luxo...) .... ela me pediu o sabonete e a buchinha e passou nas minhas costas, dizendo que era para dar uma pré-esfoliada, ensaboou as minhas costas, peitos, e depois eu a ensaboei, ela me virou para me enxaguar e passou a mão no meu reguinho, meu cuzinho estava muito dolorido e eu me acusei, ela percebeu e riu e me abraçou por trás e ficou massageando meu cu bem devagar, eu me deixei levar, estava muito gostoso, nos viramos e trocamos um beijo molhado, então ela me afastou e disse, sshshshhh, não podemos fazer isso ... e saiu para se enxugar, eu percebi seu pinto duríssimo, mas era menor e menos grosso que da Rose e da Talita, e eu senti um tesãozinho também, na estava muito duro, mas estava um pouco... .. . saí do chuveiro fui me enxugar e me vestir.

Uns 20 minutos depois, descemos e demos beijinhos de tchau na Jandra, que estava arrumando as travessas para saladas e saímos. A Farmácia era grande, tinha uma grande área de cosméticos para o público feminino, a Jennifer escolheu várias coisinhas, potes de creme hidratante, esfoliantes, creme depilatório, calmante para a pele pós depilação, etc etc,menos de uma hora estávamos de volta, e encontramos a Jandra arrumando a mesa redonda da sala, a sala era grande, mas com as portas balcão abertas e todo aquela claridade entrando, a sala ficava maior ainda, três lugares arrumados, taças, um vinho branco gelando no bale, uma grande travessa de saladas verdes, uma panela de vidro com tampa cheia de arroz branco, fumegante ao que parecia, e ela disse que serviria "filézinhos de peito de frango com batatas coradas assados ao molho de vinho branco", sentamos nas poltronas e ela veio nos trazer um drink num copo pequeno, muito gelado, era vodka, com frutas vermelhas, sentamos as três e papeamos por alguns minutos quando ouvímos o som da cozinha ..... plin, plin!! ... a Jandra levantou e disse ......

..... ahá!! , sentem-se em seus lugares, pois agora está tudo pronto, comemos, conversamos, demos boas risadas e realmente além de leve, a refeição estava muito gostosa, a seleção de saladas era divina, endívias, radíchio, rúcula, escarola e agrião, temperada com uma espécie de molho de azeite, limão e grãos de quinoa, estava realmente uma delícia, ficamos conversando até por volta de quatro horas, então rapidamente tiramos a mesa ( eu ajudei) e fomos lá fora aproveitar o sol do fim da tarde, a jandra trouxe um licor para nós, muito bom por sinal, era de jabuticaba, e ficamos assim por algum tempo .....

Então a Jennifer puxou conversa sobre a noite de ontem, fiz um breve resumo, porque a Jandra já sabia de tudo, ela perguntou ... bom, agora que você já experimentou, você já sabe se gosta se não gosta, você repetiria???????? Ela me deu um olhar significativo, mas a Jandra por estar na outra ponta não percebeu, .... então eu lembrei do banho, senti que aquilo mexeu comigo .... e disse que sim, que repetiria, mas só se fosse com travestis, que são mais meigas, carinhosas, que não estava preparada para sair com dois homens, ... ficamos as três imersas em pensamentos ... e desa vez foi a Jandra, que mordeu a isca que a Jennifer tinha lançado, ingenuamente perguntou .... Pedrita, e se fosse uma travesti e uma mulher, você transaria com elas ????? ....... o sorriso de satisfação da Jennifer era indescritível, pena que a Jandra não podia ver, olha como são as coisas, ela era muito safada e muito esperta, conseguiu o que queria sem ter pedido, isto é, ainda ia fazer cena dizendo que faz todas as vontades da Jandra, mas é muito cara de pau ...... tive vontade de negar, mas na primeira engasgada ela me fuzilou com o olhar .....

Bom, disse eu, ... Jandra, bem, assim de repente, ... bom, eu acho que sim, aceitaria sim, mas antes de concordar eu iria querer conhecer primeiro, sem conhecer eu não faria .... e escutei ela responder com um suspiro de satisfação .... aahn tá! lógico, você está certa, conhecer primeiro, isso é muito bom, muito bom mesmo .... e ficou olhando para o teto.... faltava pouco para o por do sol, a Jennifer então disse, por que não subimos ao nosso quarto?? a varanda lá é enorme e podemos ver o por do sol inteirinho, pois o nosso quarto dá para os fundos de terreno, não tem nada para atrapalhar a visão, nem árvores ..... subimos imediatamente estávamos todas só de calcinha após o almoço e tudo saía como a mente diabólica da Jennifer queria......

Lá ficamos tomando um restinho de sol, e ficamos admirando o sol se pôr, então a Jennifer os chamo para a sessão de "estética" ... vamos meninas ..... o quarto delas era enorme, a cama redonda ocupava quase a metade do quarto, não tinha armários, isso significava que uma das portas levava ao closet e a outra ao banheiro e a outra ???? então, pasmei gente!!!!! era outro quartinho, com duas macas de massagem, um espelho do chão ao teto e de parede a parede e um balcão lateral cheio de badulaques, cremes, e tudo o mais, então eu a Jennifer deitamos e a Jandra seria a "depiladora" primeiro recebemos uma massagem, depois um creme esfoliante, e depois a sessão "tira-pelinhos", é claro que das duas era eu que tinha mais, depois creme hidratante, foi uma delícia, depois ela cuidou das nossas sobrancelhas, desenhou os pelinhos pubianos da Jennifer em forma de coração e os meus em forma de triangulo e deixou bem curtinhos, foi uma festa, rimos demais .....

Então a Jennifer nos chamou para uma ducha, fomos tomar banhos juntas, todas nós, saímos e fomos nos enxugar e colocar uma roupa, a Jennifer disse para escolhermos qualquer roupa, mas tinhamos que escolher um estilo e que ela iria se trocar, estava pensando no estilo motoqueira, a Jandra adorou e disse que me levaria junto para me maquiar, então ela perguntou que estilo eu queria, mas eu não sabia, estava indecisa, então ela disse que se trocaria primeiro, para eu me inspirar, ela colocou uma calcinha branca, de renda e babados, e uma micro saia plissada azul marinho, meias 3/4 brancas, sapato preto baixo e uma blusa branca de mangas curtas, colocou uma gravatinha fina azul marinho também, e enquanto se maquiava perguntou como ela estava e se eu já tinha alguma ideia.. ........ Então, eu fui até o guarda-roupa, escolhi uma roupa de havaiana, ou pelo menos parecia, uma blusa florida bufante de mangas compridas, um saia também florida até o pé, uma calcinha rosa, achei um colar de fru-fru branco e enrolei no pescoço e várias pulseiras, fiquei descalça, aí ela veio me maquiar, lápis nos olhos, um pouco de pó, tudo bem suave, e um batom cremoso rosa, então ela me deu a mesma peruca da outra vez e prendeu com uma fita elástica florida, ficou bem legal, então fomos para o quarto, a luz estava apagada, só um pequeno abajur iluminava parte da cama, chegamos e sentamos a beira da cama esperando a Jennifer, então ela chega, toda de preto, calça de couro justa, botas cano longo, soutien preto, jaqueta de couro e ainda o boné de motoqueiro anos 60, super linda, ela chegou e nos abraçou, e foi logo beijando a Jandra e depois me beijando, e autoritária disse: ... tirem minhas botas .... e beijem meus pés....

Tiramos suas botas, beijamos seus pés e ficamos esperando a nova ordem, ........tirem minhas calças e chupem meu pau ......

Tiramos suas calças e começamos a chupar seu pau, nossas linguas se encontravam e nos beijamos várias vezes, a Jandra parecia bem, e estava aceitando bem a minha companhia, em dado momento, ela passou a mão em meu rosto e me beijou na boca ternamente, me deu um olhar doce e perguntou se eu estava gostando, respondi que sim e perguntei o que ela estava sentindo, .... ela respondeu sorridente que estava gostando muito..... tirem minha jaqueta, chupem meus peitos e beijem minhas mãos ........

Tiramos sua jaqueta, chupamos e beijamos suas tetas e beijamos suas mãos, ela nos puxava e nos beijava, ora uma ora outra, então tirou o boné e jogou num canto, subiu para o alto da cama e chamou nós duas, uma de cada lado, e assim nós alternávamos beijos de língua, beijos nos peitos e beijos entre nós, .... tirem as calcinhas ....quero ver vocês se chupando em 69.....

Tiramos as calcinhas e a Jandra desceu até meu pinto e começou a chupar, e eu chupava sua buceta avidamente, senti a Jennifer acariciar meu cuzinho, depois ela passou um creme, bem geladinho e passou a lubrificar meu cuzinho e enfiar o seu dedo, cada vez mais fundo, senti que ela estava massageando minha próstata, isso ajudou o meu pauzinho ficar mais durinho, a Jandra chupava e beijava com uma maciez incrível, nós nos viramos, agora eu estava por cima da Jandra, ela engolia meu pintinho inteiro, até as bolas, e eu chupava sua buceta com avidez, então a Jennifer passou mais gel no meu, aquela sensação geladinha me aliviava, e percebi que ela estava fazendo isso para me penetrar, senti que a Jandra segurava minhas coxas agora, abrindo minhas pernas e chupando cada vez mais fundo, devagar, calma, então as mãos de Jennifer em minha bunda, arreganhando meu cuzinho, só tive tempo de levantar a cabeça e pedir, com carinho, mas a Jandra juntou os joelhos me prendendo em sua buceta, senti o caralho da Jennifer me penetrando, eu estava com o cuzinho dolorido por causa de ontem, gemi alto, mas na posição que estava, estava completamente dominada, a voz da Jennifer soou imperiosa.....

Relaxa Pedrita, senão vai doer mais, você queria não queria, abre essas pernas, vamos abre menina, me deu alguns tapinhas nas nádegas, ........ e a Jandra me abria as pernas, ela então socou, socou, e foi enfiando, devagar, mas sem parar, gemi, sacudi, estava ardendo, A jandra então falou ..... Pedritinha, vai ..... .. ajuda, rebola que passa..... aceita minha dona como sua dona ..... você vai ficar agradecida ..... vai relaxa ...... amiga.... vamos ...seja boazinha ..... senti as bolas da Jennifer, ela socou tudo em mim, ainda bem que seu pau era menor, mas mesmo assim doía um pouco, e ela socou, socou, ia e volta, e tirava e enfiava de novo, tudo bem devagar, eu já não aguentava, e a Jandra me chupando, estremeci, meu corpo dava espasmos e eu não conseguia me controlar, a Jandra gritou ..... vai gozaaaaaaaaarrrrr .....me deixei largar .. gozei na boca dela e senti a Jennifer esporrando no meu cu, com violência, soltou vários esporros e a cada esporro, socava bem fundo, ela desmontou de cima de mim e eu cai para o lado, a tempo de olhar as duas se beijando e trocando beijos com minha porra nos lábios....... a Jennifer deitou entre nós novamente e eu estava suspirava profundamente, que gozo.... foi incrível, eu gozei bastante também, estava exausta ... pedi água e a Jandra foi buscar......

Enquanto isso a Jennifer me beijou longamente e acariciava meu rosto, e disse ...... eu passei o dia inteiro pensando em te comer, você está muito gostozinha e geme como uma putinha, eu gostei, você gostou??? .... sim eu disse, foi muito bom, gostei sim, a jandra chegou com a água gelada, bebemos muito, todas nós, então a Jennifer mandou a gente chupar o pau dela de novo, e começamos a chupar o pau dela, então ela puxou a Jandra para um longo beijo, e eu chupava seu pau, que já ia endurecer de novo, depois de algum tempo, ela mandou a Jandra sentar no pau dela, e eu assisti aquele pau tão lindo, se esconder na buceta dela, e ela começou a cavalgar e a Jennifer mandou que eu beijasse ela, e a Jandra com o pau atolado na buceta me beijava sofregamente, e gemia muito, ela pulava e se remexia toda, a Jennifer tinha realmente um folego de gata, seu corpo moreno, esguio, pulava e remexia fazendo a Jandra subir e descer, a Jandra gritava agora, seu suor escorria pelo corpo todo, ela subia e se jogava e sentia o pau da Jennifer comer-lhe as entranhas, ...... então ouvimos sua voz novamente .......quero gozar na boca de vocês duas ......... a Jandra desmontou imediatamente e ambas voamos para seu caralho, agora muito duro e a ejaculação subiu forte e nos atingiu direto na boca, dividimos aquela porra avidamente e chupamos tudo, até deixar o pau dela limpinho, mole, mas limpinho.....

Estávamos todas cansadas, suadas, deitamos e a nossa respiração, forte e ofegante, fazia ecos de coral, aos poucos, fomos nos acalmando, tomamos mais água, e então a Jandra falou que queria gozar de novo, então ela pôs a Jandra para me chupar e ela começou a chupar a buceta da Jandra, e eu chupava sua pica, estávamos em um triângulo perfeito, todas estávamos nos chupando, a Jandra enfiava um dedo no meu cu e me chupava animadamente, eu chupava a Jennifer e passei a brincar com o dedo no seu cuzinho, e pelos movimentos ela gostou, e a Jennifer chupava a buceta da Jandra e enfiava o dedo no cu dela, e ficamos nos chupando, muito, e brincando no cuzinho uma da outra, até que a Jandra, foi parando de me chupar, seu corpo tremia, ela gemia muito alto, suas pernas esticavam e o ventre saltava em espasmos ritmados, a Jennifer não parava de chupar a buceta dela e estava com dois dedos enfiados no cu dela, ela gritava agora, forçava a cabeça da Jennifer para entrar em sua buceta, então agarrei seus braços num abraço apertado e a beijei, a cada pausa para respirar ela gritava, gemia, se contorcia, pulava cada vez mais rápido, a Jennifer por ser mais pesada estava no meio dela e ela com as pernas abertas e abraçada por mim estava indo a loucura, seu ventre subia e descia, ela gritava, gritava, escapava dos meus beijos e pedia para ser fodida, mas a Jennifer judiava dela, só com as chupadas e os dedos enterrados no cu dela, então, de repente, ela explodiu em gozo, como eu nunca tinha visto, ela se contorcia, pulava, gemia e a Jennifer com um sorrisinho maroto me olhava de lado ....... foi lindo .... mágico .... uma mulher gozando .... de tanto ser chupada ...... caímos exaustas ... sabe lá que horas eram .......... ficamos entregues e adormecemos do jeito que estávamos .................

 

Pedrita
apedrito007@hotmail.com

 

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
3 + 1 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4