Com o dançarino do BUMDAO

Como prometido (no conto, Um Namorado Maduro) vou dizer como foi o fim da minha noite.
Pra quem leu meu outro conto, sabe que tava de olho num dancarino no CarnaBoi, que a festa que comemora o carnaval aqui em Manaus. Mais detalhes leiam o outro conto.

Eu dancei muito nessa noite depois que encontrei minha amiga Ana. Ela sabia todas as coerografias praticamente e eu ia seguindo os passos dela. (Quando tem essas festas é comum que tenha vairos dançarinos para ensinar aqueles que nao sabem). Pois bem, para ficar junto dela eu tive que mudar de ligar, ou seja, atravessar o sambodramo. Assim acabei ficando longe do meu dançarino. Mas nem liguei. Ainda dei uns pegas nuns carinhas por la. Quando ouve um troca de trios e olho para o palco onde ficam os dancarinos, o 'meu' dançarino do bundao tava la. Cara, eu fui a loucura. Ele ficou bem no meu campo de visao e eu nao tirava os olhos da bunda dele. Peguei minha maquina fotografica e pedi para bater uma foto dele. Ele se virou para mim, fez poze e eu bati. Quando ele se destraiu bati uma dele de costa. Uma amiga dele falou, ele se virou me olhou e riu. Eu contiunuei a dançar... Quando acabou o desfile de um dos trios ele desceu do palco, eu de olho o tempo todo nele. Mas ai eu sai de onde estava e fui para perto do bar e me sentei na escada. Fiquei ali por um tempo. Quando ele aparece. Nos olhamos e dei espaço para ele se sentar do meu lado. Sentou e começamos a conversa. Seu nome era Fernando (ficticio), alem de dançarino era estudante de engenharia e tava estagiando... Trocamos numeros de telefone e perguntei se poderiamos ficar mais a vontade. Ele sem nenhum pudor passou a mao no meu pau e ficou massagendo-o, meu pau começou a dar sinal de vida e a ficar duro. Ele disse que no final da festa se eu ainda estivesse com energia. (...)

A festa terminou realmente era umas 5:30h da manha. Eu tava firme e forte e ia trepar com ele. Minhas duas amigas me oferecerram carona mas eu disse que nao tava com pressa de ir embora e que ainda tinha que 'administra' um corpo. Elas riram e foram embora. Como tinha começado o show do ultimo cantor eu resolvi dar uma volta. Nem olhei para Fernando... Nessa minha caminhada ainda fiquei com uns dois garotos. Quando o trio saiu e ele desceu do palco e ficou a minha procura, apareci por tras dele e disse:
- ce ta me procurando?
- pensei que ja tinha ido... Ele riu
- jamais... to querendo voce desde o começo da festa

(...)

Pegamos um taxi e fomos para o primeiro motel que encontramos.
Chegando la, nem dei tempo pra ele. Joguei na cama e pulei em cima do seu corpo. Beijei-o loucamente. Ele tentou sair dizendo que queria jogar pelo menos uma agua no corpo (questao de saude) tirei toda a roupa dele e ele foi tomar banho. Eu tambem tirei a minha e fui logo atras dele. A porta havia ficado aberta. Ele estava de costa pra mim e começei a me masturba. Quanto mais eu olhava pra bunda dele, mas aumentava a velocidade da punheta. O cara tinha um rabao muito lindo e grande, era um branco alto, forte, maior que eu de certa forma. Tive que parar de bater senao eu ia acabar gozando e a minha porra ia ser toda dele. Ele se virou e perguntei se podia tomar banho com ele. Ele permetiu minha entrada no box, me molhei e ele foi direto ao meu pau (18cm e grosso) cara, foi mto louco. Ele chupava direitinho. Engolia tudo, lambuzava todo o meu pau com a sua lingua, lambia e chupava como se fosse um pirulito. Depois de uns minutos quase pronto pra gozar, segurei sua cabeça e começei a foder a sua boca, e ele dava uma apertada com a boca para que ficasse menos o burraco da boca. Gozei e ele bebeu tudo. Levou tudo a sua boca.
Fomos para a cama e eu começei a chupa-lo, era quase do tamanho do meu, so que mais fino. Depois de uns minutos ele anunciou seu gozo e eu bebi tudinho, e olha que nao foi pouco. Meu pau ja estava duro novamente. Encapei o menino, passei lubrificante em seu rego e com calma fui metendo na posição de frango-assado. Assim fiquei por uns bons minutos. Metia e beijava sua boca, seu peito e o masturbava, seu pau ja tava duro de tando que esfregava meu corpo no seu pau. Meti de ladinho, com mais força e viriliade,m depois pedi pra ele ficar de quatro... Quando eu vi aquela bundona toda pra mim, nao resisti e pela primeira vez eu cai de lingua em um cu. Beijava e mordia sua bunda e ainda dava tapas. Meu pau tava mais duro do que nunca esteve. Com todo carinhos e querendo aquele momento eu meti com todo o cuidado e fiquei admirando toda a sua bunda. Nessa eu fiquei por uns 20 minutos. Quando tava no ponto de gozar aumentei a velocidade e de uma vez puxei meu pau, tirei o preservativo e deixei que minha porra melasse toda a sua costa. Ele tambem gozou. Tomamos banhos, trocamos de roupa e fui deixa-lo em casa. Depois voltei para a minha...

Viva o CarnaBoi!!

By: passivodmanaus@hotmaill.com

 

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
17 + 0 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4