Aves grandes, como avestruzes, têm ereções sem sangue

De acordo com pesquisadores, o avestruz tem ereções sem sangue. Antes se pensava que os grandes pássaros tinham mecanismos de ereção parecidos com os humanos, mas cientistas americanos confirmaram que eles na verdade aumentam o pênis com fluido linfático.

Todos os outros pássaros com pênis têm ereções dessa maneira, levando os cientistas a imaginar que o mecanismo envolve ancestrais.

A maioria dos pássaros se reproduz com a cloaca – tocando uma a outra o suficiente para transferir o esperma do macho para a fêmea.

A cloaca é uma abertura única, através da qual eles urinam e excretam. Mas certas espécies, incluindo os patos, gansos, cisnes e flamingos também possuem pênis. Nos pássaros, o órgão reprodutivo é estranho por ser aumentado com a linfa: o fluído dos tecidos corporais.

Mas a família dos Ratites (pássaros que não voam), que inclui o avestruz e o kiwi, pareciam ser exceção. “Descobertas antigas, do fim do século 19, sugeriam que o avestruz tinha um sistema de ereção sanguíneo, mas não havia nada sobre a ema ou o reia”, comenta Patricia Brennan, coautora do estudo. “Já que todos os outros pássaros com pênis têm ereções linfáticas, eu sempre pensei que fosse estranho o avestruz ter um sistema sanguíneo”, explica.

Para resolver o mistério, Brennan e sua equipe examinaram de perto o pênis dos avestruzes e das emas, encontrando grandes diferenças.

“O pênis do avestruz é muito diferente do da ema ou do reia, porque é feito de uma matriz densa de colágeno, mas o sistema linfático está todo lá”, afirma. “O avestruz tem vasos sanguíneos na superfície do pênis, o que o faz ficar rosa, mas o interior do órgão é cheio de linfa, e não de sangue”.

De acordo com a doutora, a evidência confirma que “a ereção linfática evoluiu do ancestral dos pássaros”. Mas ainda existem questões em aberto sobre essa evolução.

Similaridades já foram encontradas entre o pênis dos pássaros e dos répteis, mas o segundo usa sangue para ereções, com os mamíferos.

“A razão da troca entre o sistema vascular sanguíneo e o linfático continua um mistério”, comenta Brennan. “O sistema linfático é de baixa pressão, o que significa que a ereção não pode ser mantida, e isso tem implicações grandes no modo como os pássaros copulam”.[BBC]

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
5 + 12 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4