Tesão do lotação

Eu tenho 18 anos, sou claro, olhos e cabelos castanhos claros, 1,76, 67 kg, corpo liso onde se destaca uma bundinha arredondada que todos olham. Moro em Belo Horizonte em um dos bairros da região centro sul.

Estava voltando da aula de inglês e pra variar o ônibus estava lotado. Fiquei em pé no corredor. O trecho era curto, uns 15 minutos só. Tava tranqüilo quando senti que alguém se encostava em mim por trás. Afastei-me e dei uma olhada. Quase desmaiei. Era um cara lindo. Devia ter uns 19 anos, bem mais alto do que eu, seu corpo lindo era mostrado dentro de uma bermuda cinza e uma regata amarela. Seu corpo não era cheio de músculos, mas tinha tudo no lugar certo.
Segurando-me na poltrona ao lado, continuei a viagem. Senti que o cara se encostou em mim de novo. Já não tinha como eu chegar mais pra frente, e também tava a fim de sentir o cara. Dava pra sentir o volume dele crescendo. Ele ficou assim uns 3 minutos. Depois se afastou, deve ter colocado o pau já duro pra cima e colou de novo em minha bunda, começando a relar bem discreto.

Quando tava perto do meu ponto eu comecei a tentar ficar perto da porta e ele me acompanhou. Quando desci do lotação, para minha surpresa ele desceu também. Meu apartamento ficava a uma quadra dalí. Quando comecei a andar ele chegou ao meu lado e disse: Leke, vc mora aqui? Eu: Sim, logo ali naquele quarteirão. Ele: Eu moro naquele prédio ali. Vamos lá em casa terminar o que começamos no lotação? Eu gelei, fiquei com medo, mas o tesão falou mais alto. Eu disse pra ele que era virgem. Ele respondeu: Paga só um boquete e ta bom. Eu concordei e seguimos pro seu prédio.

Ele me pediu pra levar uns livros na mão, pois assim o porteiro do prédio acharia que íamos estudar juntos. Pegamos o elevador e ele só olhava pra mim. Reparei nele e vi que o cara era muito bonito e gostoso. Ele abriu a porta do apartamento e mandou-me entrar. Mal escutei o barulho da porta fechando e senti ele me pegando por trás. Falei que podia aparecer alguém e ele me disse que só morava ali ele e um primo que tava na faculdade naquela hora. Eles eram do interior.
Ele falava comigo com a boca pertinho do meu ouvido, os braços dele apertavam meu corpo contra o dele. Quando ele deu uma mordida no meu pescoço eu arrebitei a bunda e apertei ela no pau dele que tava duraço. Ele disse: é assim que gosto. Mexe a bundinha vai. Eu só apertava no corpo dele. Daí ele foi levantando minha camisa com a mão esquerda e pegou meus mamilos e começou lisar. Ele falou: Rebola cara e enfiou a língua na minha orelha. Eu não agüentei e dei uma rebolada além de ficar todo arrepiado.

Ele se afastou e tirou minha camisa e a dele. Aí ele voltou e me encoxou de novo. Eu tava adorando sentir aquele pau na bunda. Ele passava as mãos em minha barriga, meus peitos, mordia meu pescoço, meus ombros. Isso me deixava louco. Ele já sabia que meu ponto fraco era a orelha. Ele começou a morder a orelha e com as mãos começou a tirar minha bermuda. Eu disse pra ele: Eu te falei que só ia chupar. Não vou dar naum. Ele: Tudo bem viadinho mas só quero relar em sua bundinha. Ele enfiou a língua em minha orelha e abriu a bermuda. Eu fiquei quieto e ele afastou um pouco pra bermuda cair no chão. Ele fez o mesmo com a cueca.
Ele falou comigo: Puxa viadinho vc tem uma bundinha muito gostosa, lisinha e me abraçou de novo. Agora a mão dele começou a passar por minha bunda. Daí ele afastou e depois quando encostou de novo já senti seu pau duraço encostado em mim. Ele tinha tirado a roupa também. Ele abaixou um pouco e colocou o pau entre minhas coxas e disse: aperta as coxas. Eu senti uma friagem correndo por minha espinha. Ele ficou metendo nas minhas coxas.

Depois de um tempo assim ele parou e disse: Quero gozar na sua boca. Vai chupa aqui. Eu ajoelhei e pude ver seu pau de perto. Era grande, mas não era grossão não. Devia ter uns 19 cm e era lindo. A cabecinha assim meio pontuda e cor de rosa. Eu passei a língua na cabecinha e depois fui engolindo aquela delícia. Eu chupava da melhor forma que sabia, mas era ainda novato na coisa. Mas ele gemia muito principalmente quando eu passava a língua em volta da cabeça do pau dele. Ele colocou a mão em minha nuca e forçou minha cabeça contra seu pau. Eu quase vomitei. Ele falou: aperta meu saco. Eu apertei e ele começou a bombar em minha boca.

Comecei a sentir aquela babinha que sai antes na minha língua. Ele parou de bombar e disse: Chupa gostoso e olha pra mim. Eu chupava e olhava prá ele. Ele era de fato lindo. Aí eu senti o pau dele crescendo em minha boca. Eu sabia que ele ia gozar. Ele falou: Vc vai beber tudo Viadinho e segurou minha cabeça com força contra seu pau. Daí saiu o primeiro jato de porra com aquele gosto salgado e doce ao mesmo tempo. Eu não tinha o que fazer pois ele segurava minha cabeça. Foram mais uns cinco jatos de porra e eu engoli tudo. O pau dele ainda pulsava na minha boca. Daí ele tirou e falou: Limpa meu pau. Eu levei a mão e ele disse: com a língua. Eu passei a língua e fui limpando. Tive que limpar direitinho até aquele pouquinho de porra que fica no buraquinho do pau.

Ele me pegou pelos cabelos, me levantou e me falou: Vc ainda tem que aprender a chupar melhor, mas por enquanto está bom assim. Quando ele me empurrou na direção do sofá escutei outra voz dizendo: A bichinha ta precisando é de mais treino. Eu assustei e olhei na direção de um corredor e vi lá outro carinha. Devia ser o primo dele. Ele era moreno claro, da minha altura, corpo normal, as pernas um pouco peludas e devia ter uns 22 anos. Ele falou: Filmei tudo primo agora vou baixar no computador. Se vc tivesse me avisado antes eu teria filmado desde o principio, pois quando comecei vc já tava metendo nas coxas dele. Mas deu pra pegar muita coisa. Eu to é morrendo de tesão Viadinho. Vc é muito gostoso e não pode me deixar assim.

Amanha eu mando mais pois tenho que sair pra minha mãe agora. Escrevam pra mim dizendo o que acharam. Meu mail: rickmg18@hotmail.com
 

 

Opções de exibição de comentários

Escolha seu modo de exibição preferido e clique em "Salvar configurações" para ativar.

Adorei o conto sou de bh 18

Adorei o conto sou de bh 18 anos tel 86376990

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
9 + 5 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4