Tesão do lotação - parte 3

Fomos pra sala os três: eu, Pedrinho e o Dudu. Na sala tinha um sofá desses que vira cama. O Dudu abriu o sofá e falou: Deita aí Viadinho. Eu fiquei parado e o Pedrinho foi e me empurrou pro sofá. Eu deitei daí o Pedrinho e o Dudu deitaram me deixando no meio dos dois. O Pedrinho me virou de lado e me encoxou. Senti o pau dele crescendo bem colado em minha bunda. O Dudu que tava de frente pra mim começou a morder meus mamilos e disse: Olha aqui. Te comer nos vamos de qualquer jeito. Por bem ou na bruta mesmo. Se vc colaborar vai gozar também. Pensa bem nisso.

Eu sentia o pau de Pedrinho me cutucando. Tava até gostoso. Meu pau começou a crescer e eu pensei assim: um dia eu vou dar mesmo. Que seja hoje com esses dois carinhas gostosos. O Pedrinho começou a morder minha nuca e o Dudu os mamilos. Meu pau ficou duraço e o Dudu disse: Tá gostando né Viadim. Edu so escutava mas tava muito gostoso pois além das duas bocas em mim o meu pau ficava encostando no do Dudu. O Pedrinho foi e colocou o pau entre minhas coxas e mandou eu ficar apertando elas. Eu fiz como ele mandou. O pau dele tava duro como uma barra de ferro.

O Pedrinho tirou o pau das minhas coxas, levantou, foi no quarto e voltou com umas camisinhas e o shampoo. O Dudu sentou, pegou a minha cabeça levou na direção de seu pau e disse: Chupa aí cara. Edu coloquei o pau dele na minha boca e comecei a chupar como ele me ensinou. Ele disse: Aprendeu direitinho né. O Pedrinho me colocou de barriga pra baixo, deitou de meu lado e começou a beijar minhas costas e relar o pau duro em mim.
O Pedrinho então levantou, ficou ajoelhado, abriu minhas pernas e se posicionou entre elas. Eu vi que ele tava colocando a camisinha. Depois ele passou shampoo no seu pau e com um dedo passou no meu cu também. Eu senti ele começando a deitar em cima de mim. Eu mexi um pouco e o Dudu foi e me segurou pelos ombros. Senti o pau do Pedrinho cutucando minha bunda. O Pedrinho segurou seu pau e colocou a cabeça dele no meu cu. Quando ele forçou o pau escorregou pra cima. Ele segurou de novo, veio com um dedo no meu cu e colocou a cabeça nele continuando a segurar.

Ele forçou e a cabeça começou a entrar. Senti dor, gemi e tentei escapar e parei de chupar o Dudu. O Pedrinho forçava e a dor aumentava eu falava que tava doendo, pra ele tirar. Ele tirou, passou mais shampoo no pau e no meu cu e veio de novo. Eu senti que o pau dele começou a entrar em meu cu. Doia mas bem menos do que eu achava que ia doer. Ele forçou mais um pouco e entrou mais. Eu gemi. Ele parou e deixou o pau dentro até eu parar de mexer. Quando eu parei ele tirou o pau e passou mais shampoo nele. Daí ele veio e enfiou de novo e foi forçando. Entrou mais e ele parou de novo. Passou um pouco ele forçou de novo so que com mais força e senti o pau inteiro dentro de mim. Tinha entrado tudo pois senti as bolas dele enc ostando em minha bunda. Ele ficou parado por um tempo pois eu gemia muito.

Quando me acostumei mais com aquela barra dentro de mim ele foi e deitou o corpo inteiro em cima de mim. O Dudu levantou e ele me abraçou e falou: Voce perdeu seu cabaço Viadim. Seu macho ta todinho dentro de vc. Agora so vou tirar depois que gozar. Pedrinho começou a morder minha nuca, meu pescoço, minha orelha. Eu comecei a relaxar. Ele foi e começou a bombar. Quando ele puxava pra trás doía um pouco mas eu comecei a gostar da coisa. Ele bombou uns 10 minutos e aí eu senti o pau dele engrossando e ele começou a meter fundo e a gemer. Ele tava gozando. Ele deu uma estocada mais forte, forçou o pau todinho dentro de mim e ficou parado. Eu sentia o pau dele pulsando dentro de mim. Ele deve ter gozado muito pois ficou um tempão parado. Quando o pau dele começou a amolecer ele foi tirando de dentro de mim.

Quando saiu tudo eu fui levantar mas o Dudu falou: Aonde a menina pensa que vai? Agora é minha vez. Ele já tinha colocado a camisinha e senti ele começando a deitar em cima de mim. O pau dele era menor e entrou mais fácil e sem dor. Senti ele todinho dentro e suas pernas peludas nas minhas coxas que quase não tinham pelos. Ele começou a bombar. Ele bombava bem mais rápido que o Pedrinho. Ele começou a beijar meu rosto. Eu tava gostando. Ele foi e me deu um beijo na boca. Quando ele me beijou na boca eu comecei a sentir um prazer que nunca tinha sentido. Quando vi eu tava gozando sem nem pegar no meu pau. Nunca tinha sentido tanto prazer como tava sentindo. Eu gozava e ele bombava e me beijava. Daí eu senti ele forçando mais e vi que ele também tava gozando. Ele gozou e caiu deitado em cima de mim. Não falava nada. Só beijava minhas costas.

Depois de uns 5 minutos ele tirou o pau do meu cu e disse: Vc é muito gostoso. Adorei te comer. Vc tem futuro como viado cara. Aí ele deu um tapa na mionha bunda e falou: Vc também gozou né Leke. Sujou o sofá todo. Vamos tomar banho. Fomos pro banheiro onde o Pedrinho tava e entramos os três debaixo do chuveiro. Me sequei depois, vesti minha roupa e fui pra casa. Fiquei uns dois dias sentando meio de lado mas tava satisfeito. Tinha adorado dar meu cuzinho pra eles. Uns cinco dias depois nos encontramos de novo Ed rolou mais. Foram varias vezes que rolou com eles mas isso é assunto pra outros contos.
 

 

. Meu mail: rickmg18@hotmail.com
 

 

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
3 + 1 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4