Consumo de refrigerantes está associado à agressividade

  • warning: Missing argument 3 for translation_form_alter(), called in /home/maite/public_html/includes/form.inc on line 365 and defined in /home/maite/public_html/modules/translation/translation.module on line 99.
  • warning: Missing argument 3 for translation_form_alter(), called in /home/maite/public_html/includes/form.inc on line 365 and defined in /home/maite/public_html/modules/translation/translation.module on line 99.
  • warning: Missing argument 2 for syslog_help() in /home/maite/public_html/modules/syslog/syslog.module on line 19.
  • warning: Missing argument 2 for translation_help() in /home/maite/public_html/modules/translation/translation.module on line 31.

O consumo exagerado de refrigerantes pode estar ligado ao aumento de comportamento agressivo em adolescentes, de acordo com um novo estudo americano.

Pesquisadores da Universidade de Vermont desenvolveram um estudo que avaliou como os refrigerantes podem afetar a agressividade em adolescentes. Os cientistas analisaram questionários respondidos por 1878 jovens de 22 escolas públicas da cidade de Boston. O questionário incluía perguntas sobre quantidade de refrigerante consumido e histórico de violência (agressões contra familiares ou amigos e porte de armas).

De acordo com as suas respostas, os participantes foram divididos em dois grupos: os que tomaram até quatro latas de refrigerante na semana anterior ao estudo (baixo consumo), e os que tomaram cinco ou mais (alto consumo). 30% dos jovens puderam ser classificados na categoria de alto consumo.

Os questionários mostraram que quanto mais refrigerantes os adolescentes ingeriam, maiores eram as chances de eles mostrarem comportamento agressivo em suas respostas. Para aqueles com alto consumo de refrigerantes, as probabilidades de comportamento agressivo eram entre 9% e 15% maiores do que para as pessoas com baixo consumo. Cerca de 23% dos jovens que tomavam até uma lata de refrigerante por semana andavam com armas, enquanto 43% dos jovens que tomavam mais de 14 latas faziam o mesmo.

Os pesquisadores acreditam que é possível que a cafeína e o açúcar presentes nos refrigerantes sejam responsáveis pela alteração de comportamento nos jovens. Porém, existe também a possibilidade de que pessoas violentas tenham preferência pelo consumo de refrigerantes. Mais estudos são necessários para que a relação entre a agressividade e essas bebidas possa ser compreendida.

A pesquisa foi publicada no periódico Injury Prevention.