Dois machos na Frutinha

Aconteceu em Campinas, numa bela chácara de um amigo meu, com quadras de tenis e volei, piscina e tudo o mais. Era uma festa simples, de tarde, com muitas pessoas, eu quase não conhecia ninguém.

Percebi a uma meia distância uma bela ... mulher .. ? Parecia, mas era um travesti. Me chamou a atenção. Era jovem, talvez uns 20 anos, alto lá pelos 1,82m louríssima, com cabelos lindos e lisos, pernas bem torneadas, cinturinha fininha, bumbum arrebitado e redondo num shortinho excitante, barriguinha de fora com contornos perfeitos, e seios grandes e fartos querendo saltar de uma blusa branca simples, como que pedindo pra vc ficar olhando sem parar. Eu sabia que era um travesti, mas era tão linda ... senti uma sensação forte e isso me causou espanto, pois não estava procurando por homens, mas mulheres. Mas aquele verdadeiro monumento me deixou meio sem pensar, era inquietante ver uma linda mulher que na verdade era um homem. Já havia tido um caso com um homem a cerca de um ano, foi meio sem querer, mas foi só uma vez e achei que seria só aquela, pois minha preferência sempre foi mulheres. Sempre fui e me considero étero, e tive várias mulheres. Com 38 anos, 1.78 cm, louro e forte , não sou de se jogar fora, pelo contrário.

Eu não conseguia deixar de olhar aquela boneca linda, mas guardei distancia segura, procurando aqui e ali algumas gatas disponiveis. Em um dado momento fui buscar uma bebida no balcão, e a linda travesti estava no local. Passei por ela com um sorriso, estava meio nervoso ... ela pode ter percebido, pois estava se servindo e me perguntou se eu queria alguma coisa. Respondo que sim, ela me deu o drink de forma bastante jovial e prestativa. Além de ser um monumento, tinha olhos verdes maravilhosos. Fiquei aturdido e arrisquei : " Obrigado, qual o seu nome ? " . "Vanessa" , ela retrucou com cordialidade. Queria te dar os parabéns, Vanessa, vc é muito linda, não consegui parar de te reparar, desculpe ser direto assim ...(fiquei rubro) "tudo bem" ela disse, " eu percebi ... e ... gostei !". Fiquei meio sem saber o que fazer com esta resposta, mas decidi levar em frente e ver no que ia dar. A verdade é que Vanessa me dava tesão imediato.

Nos sentamos juntos a alguma distancia dos outros, e conversamos animadamente sobre vários temas. Incrivel, Vanessa era culta e sensível, sabia se comportar e tinha maneiras tão femininas, que de forma alguma eu achava que estava falando com um macho ...
A conversa esquentou para o tema de sexo e liberalidade. Vanessa disse que tinha muitas amigas do sexo feminino e que poderia me apresentar algumas. Sorri para ela, não conseguia mais esconder minha preferencia. Eu queria ela, não sei como, mas queria Vanessa. Queria satisfazer ela, deixar ela feliz e me sentir feliz também. Falei isso pra ela, e Vanessa me disse: "eu estou sentindo a mesma coisa por vc, vamos nos conhecer melhor ? E sei onde, e com privacidade.

Aquele monumento de olhos verdes segurou minha mão e me levou para um local bem mais tranquilo, era uma sala aconchegante e bem decorada, um pouco mais longe da piscina onde estavam todos os convidados. Ao chegarmos lá, nos deparamos com Bruno, um rapaz realmente lindo, baby look, olhos azuis claros, cabelos negros lisos, pele bem branca, com um olhar bem amigável. Nos cumprimentamos e sentamos num sofá cheio de almofadas. Fiquei meio sem jeito com o rapaz, mas Vanessa o conhecia e disse para eu ficar tranquilo, pois Bruno era um rapaz muito carinhoso e amigo de todos. Realmente percebi isso. Bruno viu que estávamos querendo ficar a sós, se despediu e saiu da sala.

Começamos a trocar carícias, eu estava com o pau completamente duro, de tanto tesão que sentia por Vanessa. Ela percebeu que me dominava, e pediu com muito carinho, língua no meu ouvido, para "mamar" ela, que depois ela dava pra mim. Estávamos no maior sarro, eu , dominado e vidrado por Vanessa, consenti. Ela tirou seu enorme membro pra fora do shortinho, devia ter uns 22 cm, grande , grosso e liso. A cabeça vermelha entrou na minha boca sem demora, senti o calor e a pulsação ... Ela começou com movimentos vagarosos e cadenciados, enfiando aquele cajado na minha boca carnuda. Vanessa me excitava com palavras de carinho e me elogiava, enquanto dava estocadas na minha boca já toda babada, enquanto eu, ajoelhado, mamava aquele pau grande de Vanessa, olhando pra ela e ela olhando pra mim. Excitado, só percebi depois uma outra presença. Era Bruno que entrou não sei como, ajoelhou e logo estava mamando deliciosamente o meu pau duro. Não questionei, na verdade até agradeci. Bruno mamava meu pau, e eu mamava gostosamente o enorme pau de Vanessa, chupando sua cabeça até o meio, e voltando, passando a língua, etc ... uma loucura. Vanessa gemia e me agradava com carinhos.

Num dado momento, Bruno percebeu que se continuasse, eu ia gozar na sua boca, pois mesmo com o pau de Vanessa entalado na minha boca, eu não conseguia conter os gemidos altos. Ele então se virou e começou a chupar e meter a língua no meu cuzinho. Quase desabei de tanto tesão e prazer ... quase gozei sem tocar no pau ! Bruno metia como queria a língua no meu cuzinho que ali mesmo já estava dócil, dócil. Percebi que ele tinha um pau menor, talvez uns 13 cm, liso e não muito grosso, também já bastante duro. No fundo, meu cuzinho piscava a cada estocada da língua de Bruno, e eu estava sentindo um desejo de ser penetrado por aquele pau ... sabia que, por ser menor, achava que não ia doer, mas ia ser só prazer. Sem me preocupar com minhas maneiras, comecei a arrebitar meu bumbum para Bruno, que logo percebeu meu chamado, se levantou e colocou seu lindo pauzinho duro na direção do meu cu, e aos poucos, fui agasalhando aquele membro lindo do lindo Bruno, enquanto compenetrado chupava o pau de Vanessa.

A cena deveria ser digna de um vídeo no redtube . Eu era uma fruta sendo saboreada por dois machos. Vanessa, com seu enorme membro de 22 cm, grosso com a cabeça grande e vermelha, se deleitava com minha boca carnuda, enquanto eu mamava com sofreguidão aquela cabeça vermelha e passava minha boca e língua por todo aquele seu cajado duro e entumecido, delicioso, que vertia o líquido pré-seminal, adiantando o tremendo prazer que essa traveca sentia em abusar da minha boquinha nervosa e já toda babada do seu tesão.
Enquanto isso, Bruno, por trás de mim e já confiante, me segurava forte nas ancas, com seu pau duríssimo, e socava no meu cú com vontade ! Eu estava tão excitado que só sentia prazer. Meu pau, mesmo sem ser tocado , estava duríssimo, o que aumentava a vontade de Vanessa e Bruno.

Num dado momento Bruno se deitou por trás, me convidando para cavalgá-lo. Nunca tinha feito isso, mas estava muito excitado e dominado, e aceitei feliz. Sentei no seu pauzinho valente, e confesso que me senti muito melhor em ser enrabado por um membro menor, pois ao invés de doer, me dava prazer. Meu cuzinho estava dócil e feliz em ser deflorado por aquele cacete gentil.

Vanessa acompanhou os movimentos, e enquanto eu cavalgava Bruno ferozmente com o meu cú já completamente docilizado e inteiramente enterrado no pau dele, Vanessa metia com carinho e em movimentos ritmados o seu pau enorme bem no fundo da minha garganta, e depois tirava tudo da boca e enfiava, tirava e enfiava, várias vezes. Vanessa estava com extremo tesão, e senti na boca as consequências disso: o pau dessa linda travesti entumeceu muito, começou a pulsar e soltar mais e mais líquido. Ela dizia, enquanto me fazia carinho no rosto : "meu amor , eu vou gozar " … "meu amor, engole a minha porra toda tá ? " … e … " amor, rebola gostoso pro Bruno gozar no teu cuzinho, tá, gracinha ? " .. e continuou com estes movimentos, tirando tudo da minha boca e enfiando tudo de volta até o meio da minha garganta !!! Ficou neste "escorrega" de vai e vem e dizendo palavras carinhosas para mim, o que me deu excitação sem limites !!! Comecei a me masturbar com uma mão, e com a outra segurei no bumbum delicioso de Vanessa, sentindo os seus movimentos ritmados. Não demorou muito e a linda Vanessa de olhos verdes entrou na convulsão do gozo, deu várias estocadas bem fundas e, olhando bem nos meus olhos, gozou na minha boca com tanta intensidade que jatos e jatos de esperma penetraram fundo na minha garganta. Excitado demais que estava, me sentindo uma frutinha no cio, me sentindo totalmente dominado, obedeci Vanessa e engoli o quanto pude de seu líquido viscoso e quente de amor. Engolia vários jatos de porra quente que saiam do pau de Vanessa como tiros, enquanto ela rebolava com o pau dentro da minha boca e gemia alto de tanto prazer … ela gozou tanto que parte do néctar de Vanessa demarrava pelos cantos da minha boca.

Nessa loucura toda, notei com atraso um líquido quente e grosso que preenchia todos os espaços do meu cuzinho enlarguecido. Nem notei que, na minha excitação, rebolava e cavalgava ao mesmo tempo em Bruno, enfiava todo o meu cuzinho na sua pica, rebolava e rebolava … e ele gozou forte e bem dentro do meu cú, urrando de prazer. Quase ao mesmo tempo eu tive um dos gozos mais estupendos e deliciosos que jamais pensei obter numa situação daquelas. Com o pau de Bruno entalado no meu cu, e minha boca no pau de Vanessa e coberta de porra da lindíssima traveca, que ainda terminava seu deleite em minha boca, gozei ferozmente, vários jatos de esperma explodiram e foram parar nas pernas de Bruno, escorrendo por elas. Vários segundos se passaram em que estávamos todos desfalecidos e saciados.

Depois de tudo, rimos bastante e trocamos palavras de carinho um para o outro. Nos limpamos, nos beijamos e nos despedimos, e disfarçamos de volta para o jardim gramado onde os outros convidados estavam, perto da piscina. Enquanto andava, ainda sentia o esperma de Bruno no meu cuzinho, e o cheiro de Bruna na minha boca. Fui enrabado pela frente e por trás, abusaram de mim e eu estava extasiante de prazer ! Entendi que gosto mesmo é de ser comido gostoso. Ser frutinha na mão de machos especiais como esses me deram grande prazer!

Meus queridos, vocês gostaram enviem seus comentários ...

mvisual01@yahoo.com.br

Opções de exibição de comentários

Escolha seu modo de exibição preferido e clique em "Salvar configurações" para ativar.

Uau! me trouxe excelenres lembranças

Passei por uma experiência muito similar a um tempo atrás. Dói minha primeira experiência com outro homem e dói completamente inesperada! A descrição de como a "Vanessa" lhe tratava carinhosamente me fez relembrar como foi Boa a minha primeira vez e agora desejo por mais .

Ser comido gostoso...

se é isso que você quer conte com a minha colaboração...e eu também vou gozar muito...urrando....
meu e-mail: wboomer_1890@yahoo.com.br

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
3 + 0 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4