A arte do sexo oral

Meninas, após refletir muito, venho escrever sobre um tema muito, muito importante para nós, bichinhas. Um tema relevante para nós e nossos homens, nossos namorados, amantes, enfim. Algumas chamam de "mamar", outras, de "boquete", ou "chupeta", mas nisso tudo, o importante é mesmo chupar uma bela vara, um pau lindo e duro que nos dá muito prazer, e também, principalmente, ao nosso macho. Saber chupar, amigas, é fundamental para a bicha, é a passividade por excelência, a submissão. Eu, particularmente, não vivo sem. Meu gato ganha pelo menos um boquete por dia, e desde que me descobri viadinha, sempre chupei muito, e modéstia à parte, sou uma boqueteira de primeira linha. Muitas bibas vêm até me perguntar como faço, que dicas eu dou, e por conta da importância do tema, resolvi escrever este relato.

Comecei, como muitas, quando adolescente. Me descobri uma bichinha já. Eu fazia cursinho, e sentia muita atração por um gatinho da minha sala. Combinamos de estudar juntos, e não deu outra. Um belo dia perdi (de propósito) uma aposta, e tive que chupá-lo. Foi minha primeira experiência, a primeira vez que encarei um pau de frente. Meio desajeitada, fui em frente. O problema é que amei, e todos os dias ia estudar, e passei a chupá-lo todos os dias. E gostei tanto, que logo passei a chupá-lo três vezes por dia. Eu chegava, chupava, estudávamos, intervalo, chupava de novo, e na hora de ir embora, outro boquete. Ele que me montou a primeira vez, quando eu chegava na casa dele, com o passar do tempo, me deu uma lingerie, um salto e batom. E eu estudava assim. Amava cair de boca. Sentir o gosto e com o tempo fui ganhando experiência e aprendendo a chupar como uma bicha deve. Chupava de joelhos, com ele em pé, sentado, deitado, deixava-o foder minha boca. Ele gozou no meu rosto, na boca, em tudo que era lugar. Nos descobrimos juntos. Ele não me comeu, fomos para cidades diferentes, mas ali me descobri viadinha, e minha vocação para satisfazer os homens.

Muito importante, amigas, é a produção. Quando você vai cair de boca e se deliciar numa vara, deve estar sempre preparada, pois isso pode ser combinado entre você e seu macho. Pode ser de surpresa, ele simplesmente está com tesão e manda você chupá-lo, ou pode ser ao acaso, como num estacionamento, por exemplo. Então, para as que são mais femininas, os cílios devem estar impecáveis. Isso porque dá muito prazer olhar para seu homem com o pau dele na boca, e os cílios bem feitos vão dar aquele ar de putinha carente. E claro, caprichar na maquiagem dos olhos, para reforçar o efeito. Para os gays não femininos, o olhar também é importante, pois dá um ar de dominação do gato sobre você. Cuidado com o cabelo, viu? Homem quando está sendo mamado, gosta de ver você subindo e descendo no pau dele com a boca e o cabelo deve estar de lado. Aboca, impecável. O batom sempre em dia. Os homens vão a loucura vendo a boca de uma viadinha subindo e descendo bem pintada no pau dele. Muito importante é não manchar o pau com o batom, mas isso se aprende com o tempo. Muitos dos nossos machos são casados ou tem namoradas, e isso certamente pode dar problema. Eu, quando me preparo para mamar, sempre tenho meu ritual. Amo brincos de argola. Amo batom rosa, amo olhos esfumaçados, e amo, amo, olhar pro meu gato com metade do pau dele na boca, e ele me fazendo carinho na cabeça. Eu me realizo chupando! O meu estilo patricinha o leva a loucura.

Como chupar um pau, amigas? Primeiro de tudo, imaginem que aquilo é seu objeto de prazer, e que sua função primordial é dar prazer ao seu homem. Você é propriedade dele. Então, você pode chupar rápido, lento, moderado, mas tem alguns truques que aumentam o prazer do momento. Para as iniciantes, o treino é fundamental. Sejam sinceras com seus machos, e digam que estão aprendendo, ele vai entender, e vai até ensiná-las, o que vai fazer com que vocês se sintam mais bichas ainda. Bem, vocês podem começar lambendo avara, do início ao fim. Chupem as bolas, e passem muito a língua no buraquinho da cabeça. Depois, vão engolindo devagar. Coloquem a cabeça na boca e fiquem brincando de sobe e desce. Sem encostar os dentes. Quando se sentirem a vontade, vão engolindo mais o pau, em velocidade média lenta. Muito importante ficar o pau na boca o maior tempo possível, que o gato vai a loucura. Acaricie o saco, e alguns gostam que você coloque o dedo no cuzinho. Com o pau na boca, olhem para seu homem com um leve sorriso. A boca pintada de batom, com os cílios bem feitos, um par de brincos e o pau na boca, vai dar ao homem a sensação de que ele é seu dono e você está ali para ele e somente para ele (o que não deixa de ser verdade). Claro amiga, enquanto você chupa seu homem, pode mexer no seu pau também.

Se o gato está em pé, você deve estar de joelhos, e então deve chupar um pouco de cima para baixo, levemente inclinada. Fique atenta, muitos homens gostam de nos dar tapas na cara enquanto caímos de boca. Outros gostam de forçar nossa cabeça contra a vara, para engolir tudo. Se você consegue, é maravilhoso. Enquanto realiza o boquete, instigue o gato a te xingar. A sensação é espetacular. Você chupando, ele te dando tapas na cara, e te xingando de puta, safada, piranha, e outras coisas. Eu amo, e olho para ele com cara de concordância. A hora do gozo é fundamental. Aí vocês têm que ter cuidado. Se você está chupando de joelhos, o mais comum é que ele queira te lambuzar. Perto de gozar, ele vai mandar ou você colocar a língua para fora, ou fazer biquinho. Ele vai gozar nos seus lábios, e depois te mandar chupar de novo. Simplesmente divino. Se o gato está deitado ou sentado, o mais comum é que ele queira gozar na sua boca, para que você tome tudo. Neste caso, vá engolindo lentamente e deixe escorrer um pouquinho, que seu homem vai delirar. Depois passe a língua nele todo, com a boca melada, uma delícia.

Fazer 69 é muito bom, amigas, neste caso em especial, o melhor é a bicha ir por cima, pois aí o gato pode, enquanto você chupa o pau dele, chupar sua vara, o que dá um tesão incrível, alucinante, chupar e ser chupada ao mesmo tempo, pode chupar o seu cuzinho, também maravilhoso, ou pode colocar o dedo no seu cuzinho, sensação ótima também. Normalmente eu consigo gozar sem encostar no meu pau. Mas, quando isso não ocorre, depois que meu homem goza e me lambuza como quer, eu caio de boca no pau dele e toco uma punheta.

Amiga, as dicas para a boa boqueteira são inúmeras. Muitas vezes meu macho está me fodendo de quatro, e opta por gozar na minha boca ou cara. Ele tira a vara do buraquinho, e encharca meu rosto de porra. Nessas horas você tem que ser muito submissa, para ele perceber que te domina. Assim que goza, muitos adoram passar o pau nos lábios, para que você brinque com a língua. Seja cuidadosa nesse momento, para fazer apenas o que ele quer.

Lembrem que vocês devem servir seu homem. Por isso, aprimorem, treinem, e sejam humildes para sempre melhorar. Homem bem tratado é homem feliz.

 

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
6 + 12 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4