Amor...Família...Amor...

Os dois corriam pela bela praia. O rio de águas negras corria lentamente. As árvores altas balançavam com o vento e a areia brilhava com o a luz do Sol.
Thiago – Você não vai me pegar!
Renan – Você não consegue correr mais rápido guri!
Renan derruba-o na areia. Agarra seus braços.
Renan – Hahaha! Você é fraquinho amor...
Thiago – Você foi treinado pra isso, eu não. Bobo...
Os dois se olham profundamente. Existia uma ligação entre os dois além de qualquer coisa. Existia amor. Amor mais imenso que o rio que corria lentamente. Amor mais forte que o vento que açoitava as árvores. Amor mais puro que a areia branca da praia. Os dois se beijam. E se abraçam.
Renan– Tem areia no seu cabelo... - diz ele rindo.
Thiago – Pois é! Alguém me derrubou!
Renan – Vem! Vamos pra sombra.
Os dois saem em direção as belas Castanheiras. Renan senta-se, encosta sua costa no tronco da grande árvore. Thiago senta ao seu lado.
Thiago – O que achou da Amazônia ?– diz Thiago sorrindo.
Renan – Até agora tá tri legal! – diz ele feliz – Eu não poderia estar melhor.
Thiago – Que bom! Pensei que ia achar um saco!
Renan – Por que? - Renan segura a mão de Thiago e olha o nos olhos. - Eu tenho você, tenho as crianças. Nós somos uma família. Como você sempre desejou meu guri.
Thiago sorri e encosta sua cabeça no ombro dele. Renan passa sua mão esquerda por trás da cabeça dele e os dois se aconchegam e esperam o pôr-do-Sol. Alí, sozinhos, na grande Amazônia. Os pássaros se recolhiam, o dia ia terminando e o dourado do Sol sumia aos poucos por trás das árvores do outro lado do rio. Os grilos iniciavam suas sintonias. E os dois saíram antes de escurecer em direção a bela casa de vidro que destacava-se no meio da mata, grande e iluminada. Os dois entraram na casa.
Alan – Pai! - O garoto corre em direção à Renan, que o pega no braço.
Renan – Ei filhão...
Alan – Olha o que eu desenhei. - Ele mostra um papel à Renan com um desenho.
Renan – Que lindo filho. Quem são essas pessoas?
Alan – Esse é você, segurando minha mão. Esse é o papai Thiago, com a Rachel no braço.
Renan – Essa é a Raquel? - Renan rir – Não poderia ser mais bela.
Alan – É a nossa família papai!
Renan – É a família mais linda do mundo!
Alan – Eu sei!
Thiago – Eu acho que falta alguém nessa família amor!
Renan – Quem será Alan?
Alan – Falta não pai...
Maria, a empregada e amiga, entra na sala com Rachel no braço.
Alan – Falta a Maria! - grita Alan.
Maria – Eu? Onde?
Alan – No desenho da minha família – ele sai dos braços de Renan – Eu vou desenhar você agora. - ele vai para mesa de centro onde estavam seus lápis.
Thiago – E essa menina fofinha. Vem cá com o pai. - Maria passa Rachel a Thiago – Beijo no pai. - Ela o beija – No pai Renan agora. - ela beija Renan.
Renan – Lindinha!
Thiago – O que você fazia com a Maria na cozinha?
Rachel – Eu tava tomando o mingau... mas a Maria não meu deu chocolate pai.
Renan – Poxa Maria! Por que não deu chocolate pra essa guria bonita? - diz Renan fingindo estar magoado.
Maria estava agora vendo Alan desenhá-la.
Maria – Ela não pediu chocolate.
Thiago – Viu amor? Ela disse que você nem pediu...
Rachel – Ah é... acho que eu esqueci...
Os dois pais riem.
Renan – Vamos pegar um chocolate bem grande pra você então...
Rachel – Não muito grande pai...
Renan – Ta!
Os três foram para a cozinha. Maria e Alan ficaram na sala. Thiago, Renan e Rachel fizeram uma grande bagunça na cozinha. Fizeram um bolo enorme de chocolate coberto com muita cauda. Rachel já tinha passado até trigo no cabelo. Alan também já estava ao lado dela em cima da mesa redonda com os cabelos brancos também. Maria tentava arrumar a loucura causada.
Rachel – Eu tô parecendo a vovó!
Todos riem.
Alan – Minha vovozinha – diz Alan agradando a irmã.
Thiago – Vamos limpar esse cabelo menininha...
Renan – Você também cara...
Thiago pega Rachel e Renan pega Alan.
Rachel – Espera pai!
Thiago – Que foi?
Rachel – Tenho um presente pra você.
Rachel põe seu dedo na calda de chocolate e passa no nariz de Thiago. Alan faz o mesmo com Renan.
Os dois irmão riem alto.
Rachel – Os dois tão bonitos com o nariz de chocolate...
Todos riem!
Depois de comerem o bolo, tomarem banho, os quatro deitaram no sofá para assistir a novela e Maria recolheu-se cansada. Antes do fim da última cena do capítulo Rachel dormiu no colo de Renan e Alan nos braços de Thiago. Os dois foram levados para seus respectivos quartos e dormiram confortáveis como anjinhos, depois de muitos "boa noite" e "te amo" dos pais.
Os dois pais também recolheram-se.
Thiago – Boa noite.
Renan – Boa noite amor!
Thiago – Te amo!
Renan – Te amo!
Um beijo sela o fim da noite... Todos os cinco dormiram felizes!
Por Lincoll Moraes
Essa foi uma breve história de uma família diferente, segundo a sociedade, mas muito feliz. Amor...por isso eles são felizes, porque se amam. As crianças puras trazem a alegria. O verde que encanta e a ligação entre os parceiros que é única. Espero que tenham entendido a mensagem....

lincoll_moraes1@hotmail.com

Opções de exibição de comentários

Escolha seu modo de exibição preferido e clique em "Salvar configurações" para ativar.

Bela historia

Está de parabéns.. você escreve muito bem. e seria um bom livro. hahahahaha
se tiver mais escrito por você gostaria de saber. asushauuashhsua

Não Murilo, não sou do RS

Não Murilo, não sou do RS tchê. Mas a inspiração veio daí rsrs gaúchos são gaúchos, não são? Esse seria o final de um grande livro u.u onde os protagonistas seriam um gaúcho e um garoto da Amazônia.

Gostei muito! Mas queria

Gostei muito!
Mas queria saber se vc é do RS, porque eu vi algumas expreções que só se usam aki no RS.

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
6 + 8 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4