Maite Schneider estrela o curta "Você lembra do calor?"

Curta seguindo as características do Dogma 95. Uma produção da Ciclos Produções. Os atores Victor Hugo, Maite Schneider, André Amorim e Keniel Perez participaram da produção. "Você lembra do calor?" conta a história da relação conturbada entre um jovem dependente químico e sua mãe. A culpa, arrependimento e resentimento são os principais temas do filme.

Projeto com Amanda Vicentini, Gleize Perez, Mariana Siqueira, Olívia D'Agnoluzzo e Pauline Féo.


Opções de exibição de comentários

Escolha seu modo de exibição preferido e clique em "Salvar configurações" para ativar.

Vi o vídeo - e gostei.

Maitê, além da atuação ótima, que revela que seu desenvolvimento como atriz não para de crescer, o tema é super importante e o debate fundamental. Parabéns! Você e seus múltiplos talentos, uma mulher de mil competências! Meu grande abraço! Parabéns! Gabriel.

Teu curta

Parabéns, gata. Como já disseram, além de linda e gostosa, talentosa. Infelizmente, tenho este problema na minha família: tenho um sobrinho dependente. E vejo a mãe dele passando pelos mesmos problemas que o teu personagem.
Muito bom, o curta. Continua.
Beijos grandes, saúde, paz e harmonia no teu lar,
Frank.

Uma estrela em ascenção

Maitê, além de linda, você sempre surpreendendo... amei!! Aliás, você é megaversátil e de tudo faz um pouco. Adoooro!!

ola maite , nao sou do ramo

ola maite , nao sou do ramo ,mas adoro filmes e tambem teatro ,e com essa pouca experiencia ,posso te dizer que a sua atuaçao esta muito boa ,muito boa mesmo !! , te desejo mais sucesso ainda ,voce talvez nem imagina que sou ,vou te dar uma dica ,rs as vezes eu comento no teu face ,rs ,lembra da foto do lobisomen ?? abraço !

Maitê é D+!!!!! <3 Além de linda e gostosa é talentosa!!!

Maitê vc é D+!!!!! <3
Além de linda e gostosa é talentosa!!!
Parabéns e $UCE$$O!!!! <3
Aguardo sua vista à BH!!!! ;)

Ricardo - BH - Ativo <3

Infelizmente o tema retrata

Infelizmente o tema retrata um inferno constante de famílias. Mãe vive só com o filho? Onde está a figura do pai...mesmo assim há casos em que o pai está presente e o filho também se droga. Um problema que para mim não tem solução.
O remédio é proclamar o bem viver, a vida, dar-lhe todo o valor que a vida tem e merecedora de valor. Só usa droga quem não valoriza a própria vida. Vamos ensinar as pessoas, os filhos a dar valor a Vida.

Muito bom

Cara Maite... que grata surpresa te ver atuando tão bem minha querida amiga.
A produção foi muito boa. A temática e as locações, e os planos de visão ficaram ótimos. Só faço uma observação sobre a atuação do rapaz que faz o filho, que ficou um pouco "teatral" demais. No mais deixo aqui os meus parabéns a todos que participaram do curta.
Abraço!
Alan Robs.

P.S.: na minha cidade (Campina Grande - PB) existe um festival dedicado à curta metragens. Chama-se COMUNICURTAS e é bem forte, sendo referência na região e no Brasil. Se quiser te mando o contato dos organizadores. Creio que esse curta seria muito bem vindo.

Aterrorizante

Surpreendente atuação dos atores! A Maite faz a personagem aparentar estar arrasada, ter sofrido muita violência psicológica, extremamente sofrida. Tocante. A ilusão do jovem, cheio de promessas falsas e vazias feitas pelos traficantes, mostrou a inversão total de valores pela qual vive. Destruição e sofrimento. Muito tocante, Maite! Parabéns pela surpreendente atuação!!!

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
11 + 7 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4