Realizei a fantasia do Sr. João

Meus anúncios sempre me renderam bons frutos.
Recebi uma carta de um senhor, morador de uma cidade próxima a Juiz de Fora - MG.
Na carta ele me disse que sempre teve vontade de experimentar ser passivo com outro homem, mas por morar numa cidade pequena e ser de família conhecida no local, acabou sufocando a vontade. Hoje, com pouco mais de 60 anos, pai de 3 filhos e avô de alguns netinhos, resolveu colocar em prática o que sonhou a vida inteira. Revelou que numa viagem a Belo Horizonte, procurou um garoto de programa, mas infelizmente a coisa não fluiu como esperado. Desistiu mais uma vez, mas através de um amigo, conheceu uma revista, onde haviam centenas de anúncios, o que o deixou deslumbrado e com o cuzinho piscando com a possibilidade de encontrar quem realizasse suas fantasias. Disse ter escrito algumas cartas, mas obteve poucas respostas, uma delas, a minha. Trocamos telefone e conversamos bastante. Ficou acertado que eu iria conhecer sua cidade e lá ficaria no escritório em que ele trabalha, já que seria final de semana, não teríamos problema. Fui recebido por meu amigo na rodoviária local e fomos direto para o escritório deixar as malas.
 
Chegando lá, devido ao calor resolvi tirar a calça e colocar uma bermuda. Ao retirar a calça e ficar de cueca, não pude evitar que a pica ficasse dura, o que foi rapidamente notado por ele. Ofereci a pica para que o Sr João brincasse. Ele parecia uma criança ao ganhar um pirulito, apertava, beijava, lambia, até que colocou na boca e chupou até que anunciei que iria gozar, então me pediu para gozar em sua boca, já que há tempos desejava ter essa sensação. Mesmo sem experiência, chupava bem gostoso e não teve dificuldade em engolir meu leite, que não é muito. Então saímos para comermos algo, já que era hora do almoço e eu estava faminto, ainda mais depois de uma gozada daquelas. Terminado o almoço, demos umas voltas pela cidade, que eu ainda não conhecia, mas o que estávamos querendo mesmo era brincar, então voltamos logo para o nosso escritório e tiramos nossas roupas, meu pau estava duríssimo querendo conhecer aquele cuzinho virgem. Coloquei meu amigo de 4 e comecei a brincar com seu anelzinho. Passei o dedo úmido de saliva e segui acariciando com minha língua, meu amiguinho estava adorando ter uma língua de macho brincando em seu rabinho pela primeira vez, então, coloquei uma camisinha, passei bastante KY, apontei o pau na entrada do orifício anal e comecei a penetrar, mas o Sr João não permitiu que fosse até o final, pois disse estar doendo, além do mais, precisaria dar uma passada em casa, já que estava fora o dia todo. Voltou mais tarde, então recomeçamos a brincadeira. Coloquei o pau em sua boca e quando estava duro, mandei que se deitasse de costas numa mesa e apoiasse o pé na parede, deixando o cuzinho a minha inteira disposição, então chupei aquele rabinho, coloquei uma camisinha, lubrifiquei seu cu e meu pau e comecei a penetrar, empurrando e tirando um pouco, bem devagar, o Sr João gemia baixinho e rebolava, facilitando a penetração, até que o saco encostou naquela bunda farta, fiquei assim uns segundo, tirei e fiquei brincando com a pica dura roçando no rabinho dele que pedia para eu fazê-lo de minha mulherzinha. Meti de novo e, dessa vez, o pau foi deslizando suavemente cú a dentro, enquanto o Sr João delirava, tendo o seu desejo de ser putinha de um macho realizado. Tirava e colocava lentamente meu torpedo invasor no fundo daquele rabo gostoso. Paramos mais uma vez e ficamos curtindo aquele momento maravilhoso para ambos. Minha pica latejava ao sentir as piscadinhas que ele dava com o rabinho e comecei então o movimento de entra e sai, bombando aquele rabo recém descabaçado, que não mais oferecia resistência. Um respeitável senhor, avô de alguns netinhos, rebolando e gemendo feito uma putinha me enchia de tesão. Mudamos de posição e ele já com o rabo aberto, sentou e cavalgou feito uma amazona na minha vara, que continuava dura feito pedra. A pica entrava e deslizava na saída do cuzão gostoso do Sr.João, me enchendo de prazer e trazendo o gozo se aproximava. Avisei a ele, que me pediu para que gozasse no seu rabo, pois sempre desejou isso e que só lamentava que não pudesse ser dentro do cú, mas que mesmo com a camisinha seria bom. Gozei no rabo dele, que acabou gozando junto comigo.
 
Não transamos mais nesse dia, pois o Sr. João tinha que ir para casa, mas no dia seguinte ele estaria de volta as 8:00 hs da manhã.
Acordei cedo, como de costume e saí para uma caminhada de reconhecimento, aproveitando para tomar café. Quando retornei ao escritório, meu amigo já se encontrava lá. Conversamos bastante sobre o que aconteceu no dia anterior e ele me revelou que adorou dar o cuzinho pela primeira vez e que queria mais, só que hoje não iria dar, pois seu cuzinho estava todo dolorido, mas queria sentir meu leite na boca mais uma vez, afinal eu iria embora á tarde e foi o que eu fiz. Coloquei o pau pra fora e ofereci para o Sr. João, para que se deliciasse chupando meu pirulito de nervos. Ele chupou e me punhetou até que o leite quente escorreu pela sua boca e ele sorveu tudinho.
 
Essa foi a primeira experiência do Sr. João, que depois desse dia, me convidou algumas vezes para ir até seu escritório e repetir a dose.
Tivemos outras transas maravilhosas.
Certa vez falei pra ele que fico maluco de tesão quando a minha putinha esta de calcinha, então ele me apareceu usando uma bem minúscula da sua filha, o que me deixou louco!!! Fodi aquele rabo até não poder mais. Acabei perdendo o contato com meu amigo, mas se você senhor casado, tem vontade de ser fêmea de outro macho com sigilo e discrição e quiser me conhecer, entre em contato. Tenho 45 anos, moreno-claro, olhos e cabelos castanhos, poucos pêlos, 1,70m, 90 kg e um pau bem gostoso. Gosto dos mais velhos, com poucos pêlos ou depilados, que gostem de usar calcinha na cama e que possuem local para encontros. Sou do rio de janeiro e atualmente, por falta de tempo, dou preferências a pessoas daqui.
Aguardo contato de pessoas decididas, que queiram algo real.

 

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
8 + 4 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4