Encoxada no marcado

Sabado á tarde, após sair da academia fui fazer compras em um mercado proximo a minha casa como de costume abastecer minhas vaidades meus cremes , hidratantes e shampoos adoro essa parte do mercado me sinto tão menina escolhendo perfumes como uma mulher faz quando vai a compras perco horas cheirando lendo as novidades para o corpo e amo pricipalmente óleos de massagens gosto tanto que as vezes até viajo em meus pensamentos , em determinado momento fui passar entre dois carrinhos e em minha direção veio um rapaz também no mesmo sentido , então dei uma encolhida para passarmos juntos mas acabei levando uma encoxada como eu havia acabado de sair da academia eu estava com uma calça jeans com lycra acabei sentindo todo volume das calças do rapaz que gentilmente me pediu desculpas , eu meio que assustado em sentir aquele volume todo meio que sem ar disse imagine ta tudo bem ja dando uma corrida de olho no volume e ele percebendo sorriu , continue por ali olhando e de vez enquando cruzavamos olhares e sorrisos .
Continuando com minhas compras e com um tesão incrivel lembrando do acontecido nossa que delicia fiquei super excitado e acredito que o rapaz também pois passou a me acompanhar nos outros corredores sempre com olhares e sorrisos maliciosos , foi super legal pois fiquei me sentindo paquerada e desejada como uma menina . E pra minha decepção no corredor seguinte ele não estava fiquei meio que chateado mas tudo bem foi bom enquanto durou , respirei fundo e continuei com minhas compras , chegando no corredor de utilidades domésticas para minha surpresa e alegria o rapaz apareceu novamente e não foi por acaso pois naquele corredor ele armou a mesma cena dos carrinhos do corredor apertado , olhei pra ele e me deu o sorriso mais safado do mundo e fez uma carinha de quero mais que respirei fundo , me deu um friu na barriga fui disfarçando e chegando perto ao mesmo tempo me certificava de não haver ninguem por perto fui entrando entre os carrinhos pedi licença olhando pra ele e ele disse com carinha de safado e fechando os olhos "Toda" naquele momento senti um arrepio pois dessa vez não senti apenas o volume mas seu pau todo duro que até levei meu bumbum contra seu pau dando uma esfregadinha , quando passei ele olhou e disse que bundinha durinha então dei um sorriso bem safado e ele falou bem pertinho do meu ouvido pelo jeito gostou heim olhando nos meus peitinhos qua estavam até furando a camiseta de tão durinhos , novos sorrisos e ele estendeu a mão se apresentando seu nome era Weligton mas eu podia lhe chamar de Tom , conversamos um pouquinho se bem que essa conversa só ficou nos elegios do meu bumbum e dos meus peitinhos que se arrepiaram depois ele me deu seu telefone e eu o meu e nos despedimos , mas mesmo assim ele ficava o tempo todo no mercado me passando a mão hora no açougue hora na padaria nem preciso dizer que adorei ser bolinada até no caixa levei umas passadas de mão e uma encoxadinha de leve , quando estou eu, guardando minhas compras e ja entrando no meu carro olha o Tom de novo batendo no vidro do passageiro , baixei o vidro e ele perguntou se podia entrar destravei a porta e ele entrou ja me dizendo não paro de pensar em você e mostrando seu pau duro debaixo das calças , fiquei louco pra comer sua bundinha naquele momento minhas pernas tremeram a unica coisa que consegui dizer foi um "nossssaaaaaa" e ele foi pegando minha mão e colocando em cima daquele volume dei uma olhada pro lados e tive uma idèia dei partida no carro e desci pro lado debaixo do estacionamento do mercado ficando meu carro de bunda pros outros e a frente pra parede e sem dizer nada passei a alisar seu pau que parecia querer estourar de tão duro então Ton me disse tira pra fora pra você ver como ele ta , não pensei duas vezes e saiu um pau lindo lizinho e bem cabeçudo passei a bater uma pro Tom bem devagarinho olhei pro lado me certificando de não haver ninguem e me arrisquei numa chupadinha discreta que acabou virando uma gulosa bem molhada ficava hora chupando hora batendo uma pro Ton mas confesso qua adorava bater bem devagarinho e depois acelerar só pra ver ele gemer não demorou ele passou a gemer mais alto até que gozou tanto num jato tão forte que sujou o parabrisa do meu carro fiquei ainda brincando com seu pau todo lambuzado adoro sentir o leitinho na minha mão enquanto esfrego seu pau todo molinho então Ton deu um sorriso lindo e me disse nossa você é demais mais ainda quero exprimentar essa bundinha , então eu sorri e disse você tem que ver ela de calcinha bem socadinha , Ton ficou me olhando e disse mais de calcinha , sim de calcinha adoro me vestir de menina então ele sorriu e disse essa eu quero ver você deve ficar uma delicia enquanto se limpava Tom me perguntou se podia me ligar no meio de semana pra conversarmos mais e marcamos para proxima quarta feira confirmei com um claro bem grande e nos despedimos.
Nem preciso dizer que meu começo de semana foi daquele jeito só pensando no Tom se ele me ligaria ou não , todo dia ficava esperando segunda , terça , quarta finalmete foi um desespero parece que a hora não passava rsrsrs , mas ele ligou era umas quase quatro da tarde hora que vi seu numero na bina meu coração disparou , atendi até com a voz tremula , mas logo ele me acalmou pois estava muito de bem com a vida brincando dava a impressão que me conhecia a tempos , disse que passou varios dias pensando em mim e que estava louco pra ficar comigo e se podia ser hoje novamente apareceu um claroooo que pode marcamos no estacionamento do mercado onde tudo começou , mas ja me veio a preocupação onde iriamos no Motel era arriscado pois minha cidade não é muito grande então me lembrei da casa da minha madrinha ele sempre ta viajando e eu tenho a chave pois dou uma passadinha durante a semana para ver se esta tudo em ordem e por minha sorte nesta semana ela não esta lá , bom ja tinha o lugar agora preciso me preparar e ver o que vou usar isso toma um tempo pois sempre fico na duvida , tomei um bannho demorado fiz uma duchinha intima pra ficar tudo em ordem passei hidrante pelo corpo todo preparei minha roupa coloquei no carro só fiquei de calcinha por baixo e fui ao meu encontro com "Tom" nem preciso dizer do friozinho na barriga , chegando ao mercado de longe o avistei perto da vaga onde tinhamos nos conhecido dem desliguei ele ja entrou todo cheiroso rsrsr , ja pensei comigo mesma hoje vou me dar bem ele colocou sua mão em minha perna e fomos conversando até nosso cantinho , chegando la ofereci uma cerveja que ele aceitou protamente pedi pra ele esperar e fui me arrumar para o "Tom" que dizia estar ancioso pra me ver de menina , fui para o quarto da minha madrinha me preparar , meia 7/8 , cinta liga , calcinha de renda , vestidinho amarelo minha cor de sorte maquiadinha me olhei no espelho respirei fundo e pensei "tomara que ele goste" , abri a porta e fui pelo corredor escutando o barulho do salto no piso sentindo a calcinha bem enfiada e a meia nas minhas pernas só o prazer de sentir tudo isso na pele ja vale a pena , quando cheguei a sala "Tom " me olhou assustado me medindo de cima em baixo e me comendo com os ólhos falou nossa ficou demais e como essa menina se chama eu então abri um sorriso lhe dei minha mão e disse "Camilla" muito prazer ele então puxou minha mão me deu um beijão daqueles e me sussurou no ouvido hoje você é só minha começamos a nos pegar com grandes beijos e eu só sentia seu pau duro em baixo das calças que logo ja não estava mais pois não queria perder um minutinho se quer e dos beijos passei a chupar aquele brinquedo que agora estava a minha disposição "só de lembrar me da agua na boca" chupei , lambi , esfreguei e enquando chupava olha pro Tom só pra ver a carinha dele de prazer , ele então me puxou me beijou novamente me deu cheirinho no pescoço e falou a meu ouvido agora é minha vez me virou puxo minha calcinha com a boca apertou meu bumbum mordeu minhas dobrinhas e passou a enfiar sua lingua no meu buraquinho , nossa foi demais que delicia foi tão bom que gemi baixinho de tesão ele então ajeitou seu pau na portinha que ja tava toda lambuzada pela sua saliva e meu cuzinho ja todo preparado e guloso pra receber meu presente "Tom" começo a colocar a pontinha me falando do tanto meu meu cuzinho era gostoso que eu não aguentei esperar e empurrei minha bunda contra seu pau que entrou tudo tudo foi uma mistura de dor com prazer , então disse " calma menina pra que a pressa é tudo seu " e passou a se movimentar bem devagarinho num entra e sai tão gostoso que parece que sentia cada veia de seu pau passando pelo meu buraquinho é dificil explicar o prazer que "Tom" me dava com seu membro atoladinho na minha bundinha que delicia e ele passou a não fazer o vai vem como de custume apenas enfiou tudo e passou a dar enfiadas como se ele quizesse entrar dentro de mim foi tão alucinante que gozamos juntos e foi tão diferente de outras vezes de outros relacionamentos pois ele gozou com o pau bem atolado senti a contração de seu pau inteiro dentro de meu buraquinho cada jato de porra senti tudo la dentro foi inexplicavel que quando ele gozou se soltou em cima de mim e ficamos juntinhos e fui sentindo seu pau amolecendo e saindo todo molinho do meu buraquinho junto com seu gozo fiquei toda lambuzada e acabada .

Ficamos ali quietinhos conversando e recebi um pedido nossa eu nem acredito nisso o "Tom" gostou tanto que me pediu em namoro lhe dei um sorriso e me fiz de dificil , rsrs , vou pensar da proxima vez lhe dou a resposta e começamos nos pegar novamente com beijos , cheirinhos , mordidinhas na orelha e com tudo mais que um casal tem direitos pra esquentar e começar tudo de novo com uma grande chupada que adoro fazer sem pressa com aquele pau lindo do "Tom" ai fica completo ainda mais chupando e sentindo o gostinho do seu leitinho humhumm me da agua na boca e Tom viu que eu gostava ele então me dizia chupa minha Camilla que agora quero te pegar com força como você gosta quero deixar seu cuzinho latejando de tesão e ja foi me colocando de quatro no sofa e Tom começou a passar seu pau no meu reguinho brincando com seu pau e me dizendo que cuzinho guloso , pisca ele pra mim pisca , e passava na portinha pra cima e pra baixo , que delicia sentir ele durinho na minha portinha todo lambuzadinho o tesão era tão grande que comecei a rebolar pedindo pra ele colocar só a cabecinha só um pouquinho e o Tom só a cabecinha não eu vou por tudo e com força ja empurrando de uma vez a hora que ele empurrou eu vi estrela tentei sair mas ele me segurou e falou no meu ouvido quetinha minha cadelinha senti a força de seu macho me segurou pela cintura bem forte e ficou sentindo meu cuzinho latejando no seu pau depois começou o vai vem e socadas cada vez mais fortes eram tão fortes que meus peitinhos tremiam e os gemidos meus e dele eram cada vez mais altos a sintonia era perfeita tão perfeita que gozamos juntos .

Nem preciso dizer que aceitei o pedido de namoro , rsrsr

Camilla-cd

 

Opções de exibição de comentários

Escolha seu modo de exibição preferido e clique em "Salvar configurações" para ativar.

belo conto

Olá Camilla , que belo e excitante conto gostaria de ler outros me escreva : mikedoug@gmail.com

Mike

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
4 + 1 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4