Eu, Marina e mamãe

Como já contei eu e Marina sempre fomos amigas desde criança. Depois de
adulta volto a encontra-la como minha nova vizinha e resolvemos
namorar, o namoro durou três meses. Mas durante esses três meses algo
de especial e engraçado ocorreu.


Numa noite agradável, Marina e eu estávamos na minha casa conversando
com minha mãe e bebendo muito vinho. Marina quando bebe fica mais solta
e nesse dia ela e mamãe estavam conversando sobre o nosso
relacionamento nada de mais. Quando se passavam das quatro da manhã
ainda estávamos bebendo e fumando, todas alteradas pois tínhamos
tomados seis garrafas de vinho juntas, começamos de biquíni e acabamos
sem biquíni dançando funk,sem graça, até as sete da manhã. Já eram sete
da manhã de domingo e minha mãe nos convidou para tomar banho com ela
no chuveiro de seu quarto e nós aceitamos. Fomos as três de braços
agarrados e subimos até o quarto de mamãe.
Chegamos em seu quarto, as duas entraram no banheiro e eu fui trancar a
porta do quarto. Entrei no banheiro e as duas haviam entrado debaixo do
chuveiro sem muita espera mas as toalhas e os roupões já estavam
separados e entrei no banho. Marina e eu tentávamos controlar o nosso
desejo de uma comer a outra e na frente de minha mãe começamos a nos
beijar longamente e a tocar uma nos seios da outra, minha mãe não
ligava mas enquanto Marina a ensaboava, percebi que a xana dela foi
começando a ficar molhada. E dei um sinal para Marina me beijar e nos
beijamos. Então ela não agüentou, mamãe se masturbou na frente da filha
e da nora. Eu fiquei assustada mas ela gritava “continuem,continuem” ,
continuamos e fizemos até o toque dentro das nossas vaginas, minha mãe
foi se empolgando e nós duas paramos, ficamos nos limpando, mas mamãe
disse “filhinha, você realmente tem um corpo bem bonito. A Marina
também.

O que falta para eu ser uma de vocês,fora a idade?” não
respondemos mas ela começou a dar banho em Marina e eu falei que a
namorada era minha, ela disse “Deixa isso de lado, você tem tudo q
pode.Agora deixa eu dar banho nas duas como fiz quando vocês tinham
quatro anos de vida”, deixamos mas Marina alertava porque ela nos
olhava como mulher e não mais como duas crianças, ela passava a mão em
nossos corpos e tocava principalmente em meus seios e na bunda de
Marina, minha mãe foi me empolgando e para ficarmos mais empolgadas
tomamos mais três garrafas de vinho no gargalho e estávamos
completamente bêbadas, não sabíamos o que era mais nada de tão tontas
que ficamos. Mas o bom veio, mamãe me beijou longamente e falava para
nós duas “agora vocês são duas mulheres, adultas”, nos beijava e nos
tocava lentamente, fui ficando empolgada e o tesão começou a vir passei
a ver minha mãe como mulher, Marina idem. Começamos a transar debaixo
do chuveiro, mamãe veio para cima dos meus seios e começou a chupa-los
com vontade, e Marina me masturbava, Marina ria muito. Enquanto minha
mãe me chupava, Marina se ajoelhou e lambeu o grelinho de minha mãe e
engoliu o xixi dela sem medo nenhum, continuou chupando o grelinho e
depois beijei mamãe com vontade,como mulher me beija e ela tinha
vontade. Depois mamãe pega eu e Marina e fomos para cama.

Ela se
masturbava enquanto eu chupava o grelinho de Marina, Marina nessa hora
segurava os seios e os apertava bastante, minha mãe continua se
masturbando até gozar e gozou em minhas costas, ela e Marina lamberam,
deixando eu arrepiada. Fiquei toda lambida, depois eu ficava mamando
nos seios de mamãe, mamei bem e Marina também, mamãe ficou adorando e
não sabia de mais nada o que tinha acontecido. Pegamos a última garrafa
de vinho e tomamos as três meia garrafa. E Marina pegou e tomou mais um
pouco e depois jogou toda nela. Então eu e mamãe fomos para cima dela,
lambemos ela toda. Mamãe ficava no clitóris, mordendo e eu ficava com
os seios, Marina adorava quando isso acontecia, ficava mais excitada do
que já estava. Depois foi minha vez de ser comida, elas me deitaram e
dividiam mamãe na xana e Marina nos seios e boca a beijava como nunca
mas mamãe chupava bem gostoso fazendo eu gritar de prazer bem alto.
Mamãe e eu ficamos nos beijando sentada encostada peito a peito, mamãe
estava gostando e Marina foi se masturbando. Marina se levanta da cama
e vai até ao frigobar do quarto e pegou creme xantily que usamos na
mamãe como creme depilatório. Mamãe pegou duas giletes novinhas e nos
deu Marina espalhou bem o creme comestível pela xana, barriga e o rosto
de mamãe e em seguida a depilamos começando pela xana que ficou sem
nenhum pêlo, ela ficou igual a nós duas. Na barriga depilamos um pouco
de pelo que existia e foi rápido. No rosto eliminamos o bigode que
estava crescendo e depois começamos a lambe-la, mamãe não agüentou e
gozou quando eu chupava sua xaninha. Marina estava lambendo a barriga e
só riu, eu fiz a mamãe lamber todo o gozo dela e Marina ficou
encarregada de limpar todo o corpo de mamãe quando com a língua e ela
fez não sobrou nada o que sobrou para mim foi só a língua dela com o
beijo de língua das duas.
Não havia terminado. Não havia como enfiar “brinquedinhos” no corpo de
mamãe então enfiei foi a mão na xana dela e fiz ela lamber todo. Marina
se esfregava nos seios dela e na boca e chupava os meus dedos também.
Ela fez o mesmo mas foi no rabo, mamãe gritou quando as duas enfiaram
os dedos e fizeram ela chupar mas depois ela parou de gritar.

Mas aonde
ela gostava mais era de ser chupada na xana todinha com duas bocas ela
quase enfarta. Ela também fez o papel quando ela se engravidou de mim,
fez o papel de homem chupando o clitóris de cada uma e se esfregando
nos seios mas ela disse que não tinha xana raspada como agora. Mas ela
continuou, Marina e eu estávamos gostando muito de transar com ela e
ficamos até nos beijando quando ela se esfregava em mim. Mamãe se
esfregava em mim e Marina achou um “brinquedo” escondido em um fundo
falso de gaveta, ela pôs um creme e o vestiu como uma sunga. Ela foi
direto em mim, ela enfiava o brinquedo nas costas e mamãe na frente, eu
não agüentei mais segurar e gozei em mamãe que disse “muito bem,
Sarah,continue assim q mamãe ama você”, eu tive também m orgasmo bem
diferente com as duas me comendo estava muito bom. Sei que comecei a
masturbar enquanto as duas ficavam se agarrando, Marina enfiava o
vibrador em mamãe pelas costas e mamãe me chupava todinha, ai estava
muito bom. Não se percebia a hora passando e mamãe pegou e vestiu o
vibrador e acabou enfiando com tudo em mim, Marina me tapou para não
acordar ninguém mas que doeu muito mais doeu por causa da intensidade q
foi a penetração, parecia o pau de um macho. Quando disse isso elas
riram muito e continuaram Marina ficava nos meus seios, mamando que nem
neném e não havia como não ter orgasmo sendo comida por uma garota e
uma cora enxuta. Estava muito bom. Quando foi minha vez de enfiar o
vibrador Marina levantou as pernas de mamãe e eu enfiei com muita força
q mamãe chorava de dor e de medo, estava com muita vontade de fazer
aquilo e quando fiz nem percebi a força q fiz tamanho tesão que estava.
Marina ficava nos seios de mamãe mamando tranqüilamente eu na xana
chupando muito.

Depois sentei na cama e Marina rebolando sentou no
vibrador e rebolava para enfiar mais fundo, passou até lubrificador no
rabo dela e enfia melhor, mamãe comia a xana dela ou Marina a lambia
pela xana enquanto eu a comia por trás fazendo papel de macho. Segurava
os seios dela e espremei-os quando mamãe foi chupar achatando a cara de
mamãe, mamãe estava gostando que não parou um instante de trocar beijos
longos com a filha e a nora. Marina estava delirando porque ela gostava
de sexo anal e de ter algo penetrado era adorado por ela que chegou a
enfiar no rabo a garrafa de vinho quase q inteira. Ela sabia como tirar
e não teve problema. Marina se divertia e enfiava tudo que tinha até
cabo de escova ela adorava e depois disso ela voltou para os meus
braços continuando a transar comigo, minha mãe acabou dormindo enquanto
eu a masturbava, pois ela tomou muito vinho. Eu e Marina ficamos a
lambendo todinha mas ela não acorda, enfiamos até a escova mas ela
pegou no sono. E com isso eu e Marina transamos direito com eu podendo
mamar em Marina, ela deixava e ficou encostada nos seios de mamãe
enquanto eu mamava nela. Ficamos nos beijando e fomos brincar de
eguinha, eu fui a égua e Marina batia em mim e eu andava com ela me
batendo com força até eu empinar e voar com ela para cama de onde
beijava a boca gostosa com cheiro de vinho e champanhe, estava muito
bom. Marina mamou em mim direito e não ficou só nisso, nós duas
aproveitamos a mamãe dormindo e chupamos mais um pouco até ela se mexer
e orientar cada uma aonde chupar para ela gritar mas ela gritava cada
vez que chupássemos os seios juntas ela ficava louca e chegou a bater
na gente por conta disso mas não ligamos. Continuamos a transa com eu
chupando a xana de Marina bem direito, ela estava muito gostosa naquele
dia e ainda derramou xantily em todo seu corpo e eu a enfeitei com
chocolate granulado e morangos.

Eu a comi literalmente e disputávamos
os morangos na boca e nos beijamos cada vez com gosto, eu me esfregava
para limpar Marina que estava deliciosa e depois eu a lambi por
inteiro. Estávamos nos divertindo. Saímos do quarto deixando mamãe com
a garrafa de vinho na mão e fomos rapidamente para o meu quarto.
Tranquei o quarto e fui para banheira com Marina e tomamos um banho de
chocolate que estava em minha banheira. Tomamos esse banho e ficou mais
delicioso de uma chupar a outra. Ficamos assim até quando deu umas dez
da manhã quando terminamos o banho de chocolate nos chupando com muito
prazer e dormimos na banheira coberta de chocalte.

 

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
1 + 0 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4