Na lanchonete do posto de gasolina

Ola galera, o que irei relatar aconteceu a uns 3 anos atrás na cidade de Guarulhos.
 
Tudo começo no dia 01/12 aniversário de um amigo, data em que fui parabenizado, porém antes de chegar em sua casa parei em um posto de gasolina de nome Sakamoto e fui ate a lanchonete do local comprar água pois o calor estava demais da conta e as 17:00 o sol estava fritando.
 
Ao entrar logo de cara vi no balcão um senhor de uns 50 anos de idade mais ou menos uns 1,70 de altura e uns 80 kilos peludo de bermuda camisa e chinelos, ao seu lado outro homem este com uns 40 anos ou um pouco mais este tinha mais ou menos uns 1,80 altura magro uns 70 kilos também peludo ambos com barba por fazer estavam fazendo um lanche.
 
Sentei me em uma mesa que ficava ao lado do balcão, de onde eu podia ver os pezões grandes as mãos fortes e ásperas e que quebra umas pegadas e coçadas no saco que ambos davam.
Em dado momento me distrai e fixei meus olhos no volume do homem mais magro quando percebi ele esta me olhando e cutucando o amigo ao lado, fiquei sem graça por uns segundos pois logo percebi a risada dele de canto de boca e neste mesmo instante ele começa a massagear a rola, abrindo e fechando as pernas.
O amigo da um tapa nas costas dele fala algo em seu ouvido e sai da lanchonete porém percebi antes de se levantar ele arrumou o volume dentro da bermuda que a esta altura nem dava para disfarçar.
 
Nem bem o homem mais baixo saiu da lanchonete o mais magro veio ate minha mesa, pediu licença, o que foi concedida depressa, e sem meias palavras ele diz:
Você é gay ? Eu sem graça e ate com certe medo e receio digo que sim.
Ele responde que percebeu eu olhando na direção de tua rola e que ele e o outro motorista era do Paraná e que já fazia uns 40 dias fora de casa sem sexo ..... E se eu quisesse mamar os dois era so seguir ele, pois o amigo já havia dado o aval para me chamar.
 
Topei e segui ele ate o caminhão de um deles que estava no estacionamento.
Ao abrir a porta logo de cara vejo o amigo na cama pelado batendo uma punheta.
Ao me ver logo disse que sabia que eu gostava de rola.
Subi o caminha com a ajuda do dedão o cara mais magro, ao som de: O VIADINHO HOJE VAI ALEGRAR NOSSO FIM DO DIA TEM PORRA PRA CARALHO NO NOSSO SACO.
Somente as palavras já me deixou completamente exitado.
O que já estava punhetando me puxa pelo braço e vai logo empurrando minha cabeça na direção de tua rola, enquanto o outro vai puxando minha bermuda para baixo já enfiando a língua no meu cu, revezava ora metia o dedo ora a língua, dizendo que meu rabinho tava cheiroso depiladinho do jeito que ele gostava, ele socava a língua no meu cu me fazendo gemer como cadela no cio.
Enquanto isto o amigo bombava a rola na minha boca, dizendo:
 
VAI VIADO VAI ABRE BEM A BOCA PARA EU ETOURARTUA GARAGANTA.
 
Isto me deixava mais submisso, foi quando falei que queria ser dominado.
Não deu outro o que chupava meu cu foi logo dizendo:
VOCÊ QUER É SER USADO NÉ VADIA ?
Nisso chama o amigo para ficar do lado dele, o que o amigo faz rapidamente.
Ele logo vai dizendo viado tira minha bermuda.
Eu vou e tiro, mas chupando o amigo.
Logo que tiro tua bermuda ele manda eu lamber os pés deles o que eu faço bem gostoso um enfiava pé na minha boca o outro passava um dos pés na cara e o outro me dedava com o dedão do pé, porém me machucou e eu recuei de dor.
 
Nem bem me desvencilhei do dedão no meu cu, levei uma cuspada na cara e ouvi viado aqui na boleia não tem querem, e eles me colocam de quatro e revezam suas línguas e dedos no meu cu.
Fiquei tão doido de tesão que as lagrimas caiam dos olhos.
O cara mais magro manda eu abrir minha bunda com a mãe e nisso sinto uma cuspada no meu rabinho e logo em seguida sinto a cabeça rosada entrar rasgando meu cuzinho que até então não tinha recebido nervo.
Gritei e os dois assustaram, logo tapando minha boca e dizendo para de gritar bichinha, falei que estava doendo e que eu nunca tinha dado.
 
Eles então dizem que terei que tomar porra já que no cuzinho não iria dar.
ME DEITAM um fica do lado direito e outro do esquerdo ambos de joelhos, o cara mais gordinho sobe em cima de mim na posição do 69 enfiando sua pica na minha garganta e bombando me fazendo engasgar me chupando o cu ele não demorou muito me faz engasgar com porra, e sem do nem piedade mesmo com a rola mole soca mais forte na minha boca dizendo isto viado agora que bebeu porra de um vai tomar porra no cu do outro.
 
E empurra eu em cima do mais magro dizendo faça valer a pena.
Nisso ele segura minha cabeça e empurra a rola na minha boca dizendo: - mama, mama putinha que na hora de gozar quer por no teu rabo e vai bombando, bombando ate que se levanta rapidamente e com a Judá do amigo me joga de bruços e soca a pica no meu rabo os dois taparam minha boca de forma que nem gemer eu gemia, não deu duas bombadas e senti a rola latejar dentro do meu cu e invadindo de leite.
Cara chorei de dor sangrou pacas mas nunca me esquecerei destes dois caras que nunca soube o nome. Fui para casa de meu amigo com papel higiênico servindo de absolvente de cu rasgado.
 
SE VOCÊ QUE ESTIVER LENDO FOR SOMENTE ATIVO ACIMA DE 20 ANOS PUTO E QUISER UMA BOCA NA ROLA EU TOPO MARCAR ALGO, TENHO 30 ANOS 1,60 ALT 50 KILOS CARECA MORENO CLARO DISCRETO BUNDA PEQUENA REDONDA DEPILADA POÉM SO VALE LINGUADAS E DEDADAS. RUYZINHO25@HOTMAIL.COM
 

 

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
5 + 0 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4