Meu amor virtual

Bem me chamo Anny na epoca tinha 22anos,loira,magra,olhos esverdiados,tenho 1 .63,moro em Sao Paulo,conheci uma mulher em um bate papo,Laura que na epoca tinha 17anos,morena,cabelos pretos ondulados,olhos pretos,magra e com curvas,com 1.60, morava em Minas Gerais,eu era hetero,mas sempre tiver curiosidade de transar com uma mulher,comecamos a conversa e logo nos identificamos muito,trocamos telefone e passamos 6meses nos conhecendo,trocavamos fotos,e a cada dia estavamos mas ligadas uma a outra,ate que nos declaremos,ela ja havia feito sexo com outras,mas nunca,deixado que outra rompece seu himen,e disse que so confiaria isso a mim,e eu nao teria coragem de sexo com outra se nao fosse ela,marcamos de nos encontrar,mas nao pude ir pois estava trabalhando muito,entao ela me fez promete-la que eu estaria em sua formatura,eu prometi e ate la,continuamos nos falando todos os dias trocando juras de amor,ate que o dia chega,viajei para Minas,ela queria que eu me,hospedace em sua casa,mas preferi ir pra um hotel,cheguei pela parte da tarde,mas nao a avisei,por varias vezes pensei em nao comparer a formatura,pensei ser loucura,mas ja tinha viajado e nao iria desepiciona-la de tal forma,quando cheguei la fiquei super perdida,sentei na segunda fileira,a procurei e nao a via,quando peguei o celular varias mensagens,me xingando,dizendo q nunca mas iria querer nenhum contato comigo,foi quando a liguei,e disse q eu estaria na segunda fileira a sua espera,e cabia a ela me encontrar,ela disse "ta" e desligou.

Fiquei super preocupada,e o medo correu em minhas veias,as horas foram passando ate q uma turmaentra e la estava ela,meu coracao vai a mil,e percebo q ela esta a minha procura,e nao demora muito,la esta ela a me olhar,dou um sorriso sem jeito,e vejo ela tao feliz quanto uma criança a ganhar bala,esperamos termina,e ela vem ao meu encontro,e me abraça de uma forma que nessa hora tudo o mas desejo e aquela mulher nos,meus braços,uma energia boa percorre meu corpo,ela me chama e me leva ate sua familia,depois as amigas,me apresenta como sua "a amiga virtual que veio me ver"nao tivemos muito tempo de ficarmos sós,ja estava tarde,e resolvi voltar pro hotel,ela me perguntou se eu nao queria q ela fosse comigo,eu nao hesitei,falou com sua mae,pegamos um taxi e saimos as duas,chegando la tirei a sandalia e me joguei na cama estava morta,ela comecou a rir,e se jogou do meu lado,começamos a rir,e a relembrar tudo q haviamos planejado,quando a relembrei,que diziamos q iamos fazer amor,tomar banhos juntas,e durmi de conchinha,vi que ela ficou tensa e meio sem jeito,pra mim foi como se ela nao estivesse afim,fiquei com medo de ter falado algo errado,dela agora so me ver como amiga,ela se levantou,e disse que estava louca pra tomar um banho,mas q deveria ter passado em casa e pegado rouba,eu a disse quea emprestaria uma roupa,eramos do mesmo corpo,entao ela entrou no banho,e minha vontade foi de entrar la,e beija-la,te-la em meus braços,mas sabia q ela se recusaria,ao ve-la saindo do banheiro ao entrega-la a roupa,abracei-a e quando fui lhe da um beijo,ela se recusou e disse,"espera",fiquei super sem graça e disse q iria tomar um banho depois de tamanho desapontamento,enquanto tomava banho,comecei a imaginar,o por q dela agir assim comigo,ja estava me arrependendo da viagem,e resolvi nao tenta mas nada,sai do banheiro e a encontro de pe na porta,nos olhamos e ela me beija,quase caio,ela cola em meu corpo,sinto o cheiro dela,a pele tao macia,um beijo calmo,que vai alternando,quente rapido,quando ja estamos perdendo o controle,ela tira minha toalha,e me olha dos pes a cabeça,chega perto do meu ouvido e sussurra:como eu imaginava,e deu um sorrisinho maldoso,nesse hora soutei um gemido,e ela me perguntou:vc quer?

Na hora balancei a cabeca q sim,agora eu quem estava timida,rendida pela aquela adolescente,fui me deixando,levar,me entregar,quando ela me deita na cama,e começa a percorrer os dedos do meu pescoco ate o meu umbigo,o mesmo trageto fez usando a lingua,ja estava me contorcendo,louca pra que ela me chupasse mas em baixo,mas ela se divertia muito com essa tortura,e me olhava via cada expressao minha,passava a lingua por minha virilha,apertava minhas coxas e eu gemia mas forte,ja estava louca,e gritei:me chupa logo por favor,ela me olhou e sorriu,disse:pensei que nao ia pedir,quando ela sobe,chega em meus seios e chupar,passa a lingua,gemo feito louca,sinto seus dedos

em meu clitóris,e ja estou toda melada,me contorcendo,e ela me pede:fica meladinha pra mim,eu gemo,ela desce e começa a me chupar,nao aguento grito,pesso-a pra nao parar,puxo sua cabeça,e ela chupar mas forte,enfia um,dois,tres dedos e eu me contorco toda,grito,e solto um gemido,pela primeira vez gozo de verdade,me levou a gozar como nenhum homem havia conseguido,me beijou nos labios,e me fez senti meu gosto,voltamos as nos beijar,e comecei a ficar louca com aquele corpo em cima do meu,entao resolvi fazer minha parte,a joguei de lado,e fiquei por cima,levantei suas maos sobre a cabeca e disse:agora vc é minha,ele ficou seria,e consentiu com a cabeça,minha primeira vez tocando uma mulher,estava com,medo de errar,mas era um corpo igual ao meu,nao poderia mandar tao mal assim,comecei a beijar sua orelha,lamber seu pescoço,ela gemia baixinho,massagiei seus seios e ela me olhou,entao chupei de vagar e vi que ela estava gostando,lambi,comecei a dar mordidinhas e ela sussurou forte,apertou meus bracos,desci a mao e vi como ela estava humida,olhei em seus olhos e comecei a estimular seu clitóris,ela se concorticia toda entao eu a chupei,com muita vomtade,feito louca,ela fechou os olhos se contorceu toda,e gritou,gozou pra mim,sentia seu gosto,a lambi toda,e me deitei ao seu lado,ficamos de maos dadas e sorrindo uma pra outra,nessa hora palavras foram desnessesarias,ate que a chamei pro banho,tomamos banho juntinhas nos beijamos no chuveiro,e voltamos pra cama ja ia dar 2:00 da manha,resolvemos ir durmi,as 4:30 me levanto pra ir no banheiro,quando volto ela esta me olhando deito ao seu lado,me pergunta se estou sem sono,ficamos conversando,e ela me diz que faltou algo,sei q ela se refere a romper seu himen,mas fingo nao saber,ate que se aproximou de mim,e falou no meu ouvido,quero que seja vc,na hora fechei os olhos,e meu corpo se arrepiou,engoli a seco,e nao disse nada por um tempo,ate q a olhei e perguntei: certeza?

Ela disse:absoluta.a trouse-a pra mim e a beijei,sentia,seu calor,seu cheiro se tornou mas perceptivel,passava mao em seu bumbum acariciando, sentia sua bceta na minha, nossas pernas enroscadas ,seu sussurro,meu sussuro,as vezes tensa,mas respondendo meus estimulos,gemia no meu ouvido,me deixava mas louca,ate que a viro de bruços e comeco a beijar suas costas,a sentio-a toda arrepiada,beijo seu pescoço enquanto desco a mao ate sua bceta,ela,esta humida,desco beijando suas costas,e fico beijando e acariciando seu bumbum,enfio um dedo na entrada,sento-a respirar mas forte quando enfio mas,ela me pede pra parar...ela se vira,e eu a,pergunto se quer desisti,ela me olha e diz q nao,entao fecha os olhos eu a chupo-a,ela começa a se contorce outra vez,subo e chupo seus seios,vou enfiando o dedo e sinto q esta dificil,entao a pesso q relaxa mas,e vou introduzindo os dois,empurro com mas força,e mas força no intuito de enfiar os dois ate o fim entao tento mas uma vez,e eles entram completamente,ela ia dar um grito quando a beijo-a,e vou tirando meus dedos de dentro dela,a abracei-a como louca,a cama e a coicha ficaram de testemunhas daquela noite....ela me fez mulher e eu a fiz tbem.quando o dia amanheceu ela voltou pra casa e eu pra minha cidade,cumprimos o que haviamos prometido.Hoje nao temos mas contato hj namoro com um homem,e ela bem,nao sei.espero que tenham gostado.

 

 

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
2 + 0 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4