Na zona





Untitled Document

Desde novinha o universo feminino me agradava. Eu era fascinada por roupas, maquiagem ,comportamento e tudo mais, Eu comecei experimentando as calcinhas de minhas primas.Eu adorava. E com o passar do tempo fui ficndo cada vez mais ousada.Deixei o cabelo crescer (coisa de garoto rock'n roll, essa era minha desculpa) , sempre que chegava o inverno me depilava todinha e ficava em casa me produzindo as escondidas.

Mas apesar dessas ousadias morria de medo de ser descoberta. Eu morava no interior de Minas Gerais e o preconceito era foda. Só tinha um gay assumido na cidade nessa época. Então eu disfarçava e disfarçava muito bem. A minha maior ousadia foi deichar o cabelo crescer mas como muitos amigos meus também tinham (os adolescentes rebeldes e revoltados da cidade) passava batido.

Mas o meu desejo era muito forte , eu queria ir mais longe. Eu queria me exibir pra alguém. Como não tinha coragem de me mostrar para os meninos resolvi me mostrar para as meninas. Então certo dia fui na zona em uma cidade vizinha. Vesti um espartilho ,calcinha, meia calça, dei uma alisada no cabelo, me depilei e fui. Cheguei lá e vi uma loira gostosissima. Ela se aproximou e eu fiz minha proposta. Disse que tinha uma fantasia e expliquei pra ele o que era. Ela deu uma risada safada e disse que topava. Então fomos pro quarto,estava muito nervoso  ,quase sai  correndo. No quarto criei coragem e tirei a roupa, revelando minha lingerie. Ela deu uma risadinha e disse que estava faltando a maquiagem. Eu disse que na minha jaqueta tinha umas coisinhas. Ela pegou e
me fez um make sensacional. Depois pegou uma sandália dela, salto 20 e me deu. Fiquei uma perfeita putinha. Ela ficou me dando umas dicas de como andar fazer caras e bocas (nossa....eu estava adorando) . Aí ela me abraçou e ficou passando a mão na minha bunda e começou enfiar o dedinho lá. Eu protestei mas ela disse pra mim relaxar e experimentar. Aí eu deixei.

Comecei a
comer ela enquanto ela tava com a mão lá. Tudo bem devgarinho. Ela ficava falando de homens para me provocar. Eu disse que não gostava e ela deu uma gargalhada. "Você gosta mais do que eu" disse ela rindo. Falou que tinha acabado de chupar um carinha e me lascou um beijo na boca e eu cheia de tesão retribui e gozei. Quando paramos olhei p ela e disse sorrindo. Que inveja!!!


Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
2 + 6 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4