Ser fumante pode tornar mais difícil conseguir parar de beber

Ser fumante pode prejudicar o tratamento para o abuso de álcool, indica um novo estudo.

Segundo uma nova pesquisa da Universidade de Buffalo, nos Estados Unidos, novos dados sugerem que o tabagismo está associado com dificuldades de tratamento de problemas com a bebida alcoólica.

Pesquisas anteriores indicam que se as pessoas conseguem parar de fumar quando iniciam o tratamento contra o abuso do álcool, estes indivíduos podem ter melhores resultados de abandono do álcool. No entanto, a cessação simultânea é uma tarefa que é muito difícil de se realizar.

No novo estudo, os pesquisadores examinaram dados de mais de 21.000 adultos que procuraram tratamento do abuso de álcool em ambulatórios no Estado de Nova Iorque.

Verificou-se que os usuários do tabaco tiveram tratamentos mais curtos, e eram menos propensos a alcançar os seus objetivos relacionados com o álcool, em relação aos participantes não-fumantes.

Verificou-se ainda que em comparação com os homens, as mulheres que procuram tratamento para problemas com a bebida são um pouco mais propensos a fumar. Sessenta e sete por cento das mulheres que procuram tratamento do abuso de álcool eram fumantes. Isso em comparação com 61 por cento dos homens, segundo os pesquisadores.

Embora o estudo tenha encontrado uma associação entre o tabagismo e as dificuldades no tratamento de abuso do álcool, ele não consegue demonstrar uma relação de causa e efeito.

FONTE: Universidade de Buffalo, comunicado à imprensa, 08 de dezembro de 2014.

Copyright © 2014 Bibliomed, Inc.

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
11 + 9 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4