Distúrbios de sono na infância relacionados à depressão na vida adulta

Dificuldades para dormir na infância têm sido associadas com um risco aumentado de depressão na vida adulta, mas os estudos existentes não têm abordado esse tema.

Um novo estudo publicado online no site da revista Journal of Sleep Research teve como objetivo determinar a associação entre a dificuldade para dormir e depressão na vida adulta, após o ajuste para possíveis influências de confusão de depressão e dificuldade para dormir maternos. Dados de um estudo britânico foram utilizados em uma coorte de nascimentos com 30 anos de seguimento (1975-2005).

Aos 5 anos de idade, 7.437 pais de participantes informaram sobre se seu filho tinham dificuldade para dormir, a frequência de enurese (emissão involuntária de urina, a maior parte das vezes noturna, e que ocorre com maior frequência nas crianças), pesadelos, depressão materna e dificuldades para dormir.

Ao atingirem os 34 anos de idade, os participantes relataram se tinham ou não recebido tratamento médico para depressão no ano passado. Verificou-se que os relatos dos pais de dificuldades para dormir, ocorridos aos cinco anos, foram associados com um risco aumentado de depressão na idade de 34 anos .

A pesquisa concluiu que problemas de sono graves na infância podem estar associados a um aumento da susceptibilidade à depressão na vida adulta.

Fonte: Journal of Sleep Research, 2014, DOI: 10.1111/jsr.12200.

Copyright © 2014 Bibliomed, Inc.

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
2 + 4 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4