A priminha inocente

Meu nome é Cezar, tenho 22 anos, e essa história que eu vou contar agora aconteceu há dois anos.
Tenho uma prima que na época estava com 14 anos, ela era muito gostoso,
peitinho rosado, bundinha rebitada, lábios carnudos, um tesão de
menina, toda deliciosa. Ela vivia lá em casa, sempre ficava lá ajudando
minha mãe nos afazeres de casa, quando ela estava em casa e ficava com
um micro short cravado naquele reguinho virgem, e uma blusinha toda
solta e ficava sem sultian que dava pra ver até a marca do biquinho do
peito dela, eu ficava louco de tesão com aquela visão maravilhosa,
mesmo ficando doido a ponto de explodir eu nuca tive coragem de tentar
alguma coisa, mesmo porque ela era muito menina e nunca tinha me dado
muita idéia. Mas a coragem veio em um dia que minha mãe precisou sair e
ficou só eu e aquela delícia. Então começamos a conversar, papo vai
papo vem, a conversa começou a esquentar, até começarmos a falar de
sexo, ai perguntei a ela se ainda era vigem, ela respondeu que sim, que
nunca tinha tido nenhum contato com nenhum cara, quando ela valou isso
meus olhos até brilharam, pensei é hoje que eu como essa gostosa.

Chamei ela para irmos pra piscina, ela topou, então nos trocamos e
fomos pra lá, começamos uma brincadeira, ela passava debaixo da minha
perna e eu passava debaixo da dela, mas sempre que eu passava e ia
subir, eu roçava meu pau naquela bundinha gostosa, com isso ela foi se
excitando, depois comecei a passar a mão bem de leve pelo corpo dela,
vi que ela já estava tremendo, daí então virei e tasquei um beijo nela,
que por um momento resistiu, mas segurei-a com mais força ai ela sedeu
e se soltou, fiquei só roçando meu pau nela até que ela me chamou para
sairmos da piscina e irmos pro quarto, chegando lá arranquei aquele
biquíni tendo a visão mais esplendorosa de toda minha vida, comecei a
chupar aqueles peitinhos, que delicia, estava quase gozando só de fazer
isto, fui beijando todo o seu corpo até em sua grutinha virgem, quente
e molhada, fiz ela ficar louca, depois ela retribuiu com um boquete
muito gostoso, parecia uma puta profissional, era demais.

Então fui subindo novamente e pedi que ela abrisse as pernas, fui
forçando meu pau na entrada daquela bucetinha deliciosa e ela começou a
gemer, até que enfiei tudo em uma só estocada, ela deu um grito e
começou a gemer feito uma louca, fui bombando mais forte, aquilo era um
delicia , pedi para ela ficar de quatro, ela me atendeu com gosto,
arrebitou aquela bundinha todinha só pra mim, deu uma lambida em seu
cuzinho e fui colocando minha pica centímetro por centímetro, comecei a
bombar forte feito um louco, ela gemia alto, aquilo me dava ainda mais
tesão, ficava rebolando aquela bundinha lisinha, depois de ter
arregaçado o seu cuzinho pedi pra ela bater um boquete, novamente ela
fez com muita vontade, em pouco tempo gozei dentro daquela boquinha
quente, ela não deixou cair nada sugou até a ultima gota, foi a trepada
mais gostosa de toda minha vida, comer uma menininha virgem e inocente,
até hoje quando nos encontramos sempre relembramos os velhos tempos...

 

Opções de exibição de comentários

Escolha seu modo de exibição preferido e clique em "Salvar configurações" para ativar.

o

o mentiraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
3 + 3 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4