Qual é a idade ideal para ensinar o segundo idioma?

A melhor fase da vida para aprender um segundo idioma é durante a infância, segundo pesquisas. E isso é possível, pois nesse período o cérebro humano está em pleno desenvolvimento, ou seja, apto para absorver novas informações.

"Estudos têm mostrado que os bebês nascem prontos para aprenderem qualquer língua do mundo, e é o condicionamento a uma única língua que cria barreiras, ao longo do tempo, para a aquisição natural de outro idioma", alerta Rodrigo Collino, mestrando do Instituto de Neurociências da USP.

E ele completa: "a melhor idade para que uma criança inicie sua exposição ao segundo idioma é ainda na infância, simultaneamente com a exposição à língua mãe. Na verdade, dessa forma, a criança tende a adquirir as duas línguas como 'primeiras'".

Mas segundo Rodrigo, é necessário tomar alguns cuidados, a fim de não sobrecarregar a criança nem criar dificuldades desnecessárias. "Na tenra infância, de 1 a 4 anos, não devem ser apresentadas letras nem palavras escritas, mas apenas sons, músicas, diálogos, etc."

Há ainda que se considerar possíveis problemas de aprendizado. "Algumas crianças têm dificuldades, por questões genéticas, na aquisição de uma língua. Nestes casos, é altamente recomendável que sejam alfabetizadas apenas naquele idioma, e que futuramente tenham instruções em um ou mais idiomas estrangeiros".

Rodrigo diz que não existe uma fórmula mágica no que diz respeito ao método de ensino ou material a ser utilizado. "O que se sabe é que durante os primeiros anos de vida, qualquer contato com sons de uma língua estrangeira é significativo. Mas não basta colocar a criança na frente da TV e esperar que daqui a algum tempo ela saia falando outro idioma. É essencial haver alguma forma de interação entre bebês e adultos para que possa ocorrer um aprendizado significativo."

Caso o contato com um segundo idioma não ocorra ainda na infância, o ideal é começar por uma língua parecida como o idioma materno. "Para uma criança ou jovem brasileiro que fale somente português, aprender inglês será mais fácil que aprender chinês", exemplifica Rodrigo.

Aprendizado bilíngüe
Para as crianças bilíngües precoces, não existe a distinção entre primeiro e segundo idiomas, pois elas praticam duas línguas diferentes simultaneamente. Isso ocorre, por exemplo, quando os pais são de diferentes nacionalidades ou então quando as crianças freqüentam colégios bilíngües.

A escola Pueri Domus oferece o Global Education, que une os currículos educacionais brasileiro e americano, com direito aos certificados dos dois sistemas. O programa foi criado em parceria com a Amcham (Câmara Americana de Comércio de São Paulo) e é direcionado para estudantes desde a Educação Infantil até o Ensino Médio.

"O programa é ideal tanto para alunos estrangeiros que, a partir da convivência em um ambiente essencialmente brasileiro, desenvolvem habilidades sem abrir mão da língua internacional; quanto para os alunos brasileiros, que desenvolvem fluência e competências acadêmicas em duas línguas em um ambiente multicultural", afirma a diretora-geral do Pueri Domus, Fernanda Zocchio Semeoni.

Serviço:
Pueri Domus
Unidade Verbo Divino - (11) 5182-2155
Unidade Itaim - (11) 3078-6999
Unidade Aldeia da Serra - (11) 4192-2430
Unidade Clube Paineiras - (11) 3744-3793
Unidade Araraquara - (16) 3332-1244 e (16) 3332-1506
Unidade Mogi das Cruzes - (11) 4795-1852
Endereço eletrônico: www.pueridomus.br  

 

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
16 + 0 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4