Como aprendi com a priminha

" Após os cumprimentos entre
os familiares fui dar uma volta no sitio junto com Kátia,
que logo em seguida chamou-me para ir pescar no açude
perto da casa, logo aceitei. Ela por Ter apenas 18 anos
era uma ninfeta adorável mas sempre eu a olhava
sem interesse apenas como a minha priminha II, após
várias horas tentando pescar desistimos pois
não havia pegado nada, e voltamos para a sua
casa que quase estavam servindo o almoço sem
nós. Fomos lavar as mãos e sentamos a
mesa para almoçar; acabando o almoço Kátia
me chamou para assistirmos televisão na Sala.

Sentados no sofá Kátia começou
falar sobre sexo como eu só tinha 18 anos não
sabia muito desse assunto; somente algumas brincadeiras
com a filha da minha vizinha isso não vem ao
caso. Kátia muita malandra começou a perguntar
qual era o tamanho do meu pênis se eu já
Havia enfiado ele em alguma bocetinha, e respondi para
ela que tentei com a minha vizinha mas ela era muito
apertada e meu pênis não entrava. Nisso
que acabei de responder para Kátia ela me fez
uma proposta dizendo para eu deixar ela pegar o meu
pênis e vê-lo que em seguida ela me mostraria
sua bocetinha que ela dizia que era virgem. Concordei
com Kátia que sentava na beira do sofá
de onde dava para ver se vinha alguém pelo corredor
para sala sentei ao seu lado; ela enfiou sua mão
gelada por dentro do meu shorts abaixando o para baixo
um pouco e começando a mexer o meu pênis
sem jeito, em seguida mostrei a ela como bater uma punheta,
quando ela começou ela puxou rapidamente meu
shorts para cima pois o pai de Kátia estava vindo
ver o que estava assistindo, ao ele voltar para a sala
de jantar troquei de posição com Kátia
onde era minha vez de alizar aquela bocetinha.

Logo
que comecei a enfiar a minha mão por dentro do
seu shorts agarrado ergui sua calcinha de renda e descobri
uma bocetinha com apenas uns pelinhos pequenos que logo
comecei a acariciando sua xana, ela pegou a minha mão
e me mostrou que queria ser acariciada mais abaixo.
Onde logo após umas passadas de mão ela
foi ao banheiro quase toda molhada e ao voltar ela comentou
que logo todos sairiam para dar um passeio pelo sitio,
eu e Kátia resolvemos ficar logo que todos saíram;
Kátia me levou em sua área onde abaixou
a bermuda e me mostrou sua belíssima xana que
em seguida comecei acareciala ela pediu que para-se
e coloca-se meu pinto para fora rapidamente obedeci
suas ordens. Em seguida Kátia começou
a lamber meu pinto como fosse um pirulito onde em seguida
ela veio sentando de frente para mim tentando encaixar
aquela xana molhadinha e xeirosinha; como na área
era arriscado de ficarmos perguntei para ela se não
havia outro lugar, rapidamente ela falou levante-se
vamos para o lado de baixo da casa onde havia um barrando
onde nesse havia um buraco, ao entrarmos dentro desse
buraco Kátia foi abaixando sua bermuda e eu rapidamente
meu shorts sentando num papelão que havia no
buraco e fechando um pedaço do buraco com outro
papelão Kátia então veio nua da
parte de baixo ensinuando que faria um para ela e ela
outro para mim.

Sentando rapidamente em cima do meu
colo Kátia começou acertar o meu pinto
para entrar naquela bocetinha, quando entrou a cabeça
do meu pau Kátia começou a dar uns gritinhos
onde logo a calei com um beijo na boca em seguida Kátia
sussurrou que agora era comigo; em seguida comecei a
enfiar de leve meu pênis para dentro de sua bocetinha
em seguida ficou duro e comecei a balançar meu
pênis para cima e para baixo e empurrando para
frente Kátia gemia e me dizia que meu pau não
queria entrar por quê ela era virgem mas era para
empurrar meu pênis um pouco mais forte para desvirginara
como um bom priminho obedeci suas ordens onde todo meu
pênis entrou que media cerca de 15 por 4 cm e
comecei em seguida fazer movimentos de vai e vem bombando
naquela bocetinha gostosa que escorria um pouco de sangue.
Não estava mais agüentando de tanta dor
na cabeça do meu pau, Kátia já
havia tido vários orgasmos quando consegui gozar
nela mas como era muito novo ao tirar o meu pênis
Kátia me explicou que eu havia gozado mas eu
era muito novo para Ter esperma; que isso ela havia
aprendido num livro nos recompomos e voltamos para dentro
de sua casa como nada houvesse acontecido pena que foi
só dessa vez que Kátia quis transar comigo
mas adorei a minha primeira experiência.

 

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
9 + 3 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4