Morte

Não me pergunte o que vi em você.

Pergunte somente o que senti quanto te vi.

 

Seguir a natureza.

Nadar como um peixe.

Ser levada pela correnteza,

não importando onde eu vá parar.

Porque seja aonde for,

ÉI onde eu quero chegar.

 

A morte não esãolhe sua hora,

nós é que a buscamos quando paramos.

Buscar no que queremos a vontade de buscar

E acreditar no que verdadeiramente acreditamos ser verdade.

 

Tocar a essência do que eu digo,

Através da superficialidade do que eu sinto.

Eis o mistério da vida,

Que desvenda os segredos da morte,

De não querer mais viver

 

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
8 + 2 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4