Minha vida

Você marcou a minha história,

E ficara sempre na minha memória,

Como alguém que nunca encontrará ninguém ,

Para ser substituído.

 

Você me mostrou os segredos da vida,

E os mistérios da morte.

Ensinou-me o quanto doce

Pode ser o salgado da derrota.

Mas esqueceu de me explicar o quanto salgado

É o doce da felicidade contida.

 

Ajudou a escrever o livro de minha vida,

Com páginas bonitas, e bem escritas.

Mas esqueceu de terminar de me ensinar a escrevê-las sozinha.

 

Estou perdida.

Com medo da vida.

Pois não quero

Simplesmente virar a página e ir para o próximo capítulo.

Prefiro arrancar a página,

E fechar o livro.

E te colocar de título,

Como sinônimo do livro da minha vida.

 

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
1 + 0 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4