Teimosia

De nada adianta,

Fazer sem que você veja.

Não faz sentido para mim

Manter segredo do que sinto.

Parece que minto

Omitindo uma parte do que sinto.

 

De nada adianta,

Achar que faço,

Mas na verdade disfarço,

O que deveria ser feito.

E que depois de refeito,

Não tem mais efeito

Para mostrar o que eu queria.

 

De nada adianta,

Ficar me lamentando,

Por algo que não sei o que é.

Por algo que pulsa dentro de mim.

Pois já é tarde e tenho que dormir

E de nada adianta

Eu insistir.

 

Durmo, e se de nada adianta, porque insistir?

 

Sim, por que acredito, que nada adianta e quero sempre provar o que digo até o fim.

 

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
1 + 8 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4