Amanhã

Não tenho certeza do próximo segundo.
Não sei ao certo,
o que vai acontecer.

Será que seremos ainda jovens?
Será que teremos o que sonhar?
Será que o tempo contará seu tempo?
Será que o vento ainda soprará?

De tudo,
um pouco vai sobrar.
De tudo,
algo sempre para acabar.

Sem medo do amanhã,
serei eu mesma,
serei teus sonhos,
serei o que você desejar.

Sem medo do amanhã,
entregar-me-ei hoje,
não levando em conta o passado,
nem aguardando o futuro.

Amanhã,
outro dia....
E depois,
outro amanhã....

 

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
6 + 1 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4