Medo

Solange Elizabeth Pearly, - projetista e design gráfico, participou durante uma década em escola tradicionalista de mistérios sediada nos EEUU; autodidata,  pesquisou e estudou a arte secular da cura dos Kahunas da Polinésia; estudou a Kabalah tradicional; estudou o calendário Maia e suas previsões; foi ufóloga praticante em vários grupos participou de grupos de cura e auto ajuda; estudou e pesquisou varias linhas filosóficas, religiosas e espiritualistas ( arte mahikari, escola messiânica, o espiritismo de Kardec; diversos ritos áfros; catolicismo e igrejas evangélicas;  praticante da radiestesia e radiônica, cromoterapia, e musicoterapia . Dedica-se hoje a pesquisa do comportamento humano e suas diversas nuances.

 

ARTIGO:

Uma pergunta que nos afronta ; poucos tem a resposta e ela, talvez pelos mesmos motivos os quais são a raiz do problema; incomoda e assusta.

Tira a tranqüilidade das pessoas e sufoca; tolhe a liberdade. Ato contínuo, traz a doença pela desarmonia a longo prazo, e nos faz pessoas infelizes. – Eu falo do medo !

Não aquêle medo que foi conseqüência de uma fato traumático; uma experiência muito desagradável e que deixou seqüelas emocionais para o resto da nossa vida.

Falo do medo que nos foi inputado desde a nossa infância, qual um “chip”que foi implantado em nosso ser por alguma mente diabólica, com o objetivo de nos apavorar, prender, tornar-nos servis a alguma coisa ou idéia.

Uma das piores imagens que nos assusta sempre é a de alguém nos apontando o dedo, nos culpando ou criticando por tudo, por qualquer ato que vai de encontro a algum código moral imposto pela sociedade ou religião.De onde surgiu isso ? Tantos vivem nas sombras de suas mentes com medo de sair para a luz da vida.

Pois saibam que esses códigos estão escritos nos livros que dizem sagrados, mas escritos pelas mãos dos homens com o objetivo de controlar a humanidade, incutindo na mente de todos que “quase tudo” é pecado e imoral, e que essa verdade esta escrita nas paginas de tais livros; que somente seguindo esses preceitos se consegue ser feliz. Quero aqui deixar bem claro que não estou citando qualquer religião e nem pretendo discutir isso aqui.

Nos primórdios, a civilização ainda na barbárie, precisava de algum código e regras para sobreviver e evoluir.

Esses códigos, alimentados diariamente pelos detentores desse poder, foram passados de pai para filho e, de tão profundo, impregnou a mente de nossos ancestrais. E o medo se instalou, tornando o ser humano fraco, frágil, receoso nas atitudes para ser de fácil manipulação. Será que ainda precisamos disso ? – Alguns certamente ainda precisam .


O ser humano evoluído buscará a perfeição nas formas, no belo, na harmonia, nos sons, palavras e atos. Será dirigido por suas emoções e sentimentos sutis, será compreensivo e tolerante. Tudo isso produto da sintonia com o seu núcleo de onde vem a inspiração divina, pois afinal, somos duais em natureza, matéria e luz eterna.

Para sermos felizes não mais precisamos desse “contrôle” dogmático e social”.

Devemos viver a vida com alegria, plenos de energia criativa, longe desse fantasma que sempre nos assolou. Para concluir, o homem com poder criou as regras do pecado para controlar os seus semelhantes – Somos responsáveis pelos nossos atos, respondemos por eles, e ninguém mais, pois assim é .

Solange Elizabeth Pearly

Deixe sua opinião logo abaixo ou escreva para mim em solizabeth@uol.com.br

 

Opções de exibição de comentários

Escolha seu modo de exibição preferido e clique em "Salvar configurações" para ativar.

Respondendo.......

Oi Anna querida, grata pelo seu comentário. - é verdade quanto a sentir-se mal acerca dessas sombras, contudo temos que ser mais fortes que isso e derrubar esse muro através da compreenção. - Lembre-se do....... conhece-te a ti mesmo !!
Grata pelo carinho,
Bjs,
Sol

Respondendo.......

Minha querida Veroca, a voz da sabedoria um dia disse........ a verdade vos libertará ! e um mundão de pessoas ainda mantem a venda nos olhos para não enxergar essa verdade maxima. Essa verdade está espalhada por aí e nunca num unico volume como desejam que acreditemos. É bom procura-la em nossos corações !!
Bjs e grata pela seu carinho,
Sol

Respondendo.......

Kelly, minha cara presidente, não sou tudo isso realmente querida, mas se sou querida é porque tenho bôas amigas como vc. e isso basta. Simples troca !!
Grata pelo gentil comentário e......... nada de sofá, please !!!
Bjs,
Sol

Respondendo.....

Ola Marcia Polari, lembro-me uma vêz, nos meus tempos de psicoterapia, o psicoterapeuta, um senhor já de certa idade, para me tranquilizar disse-me que aquele tigre que tanto me assustava não era real; eu deveria considera-lo "tigre de papel" - Pronto !!! - o problema estava resolvido - O que vc escreveu diz ..... o outro tipo simplesmente não existe ! - Pois é, ele realmente não existe fora de nós, mas na nossa mente esta "vivinho" e nos apavora. Problemas dessa nossa educação incutida em nossas mentes desde a nossa tenra infância.
Grata pela sua sabia colocação,
Bjs,
Sol

Respondendo...

Grata, Jacqueline, pelo seu comentário. - Realmente precisamos deixar de nos tornarmos vitimas desse fantasma e sair em busca da nossa felicidade.
Bjs,
Sol

Mêdo

Olá Querida Solange

Brilhante a sua explanação acerca do "mal invisível" que é o mêdo.
Digo mal invisível, porque está dentro de nós, de nosso subconciente a nos tornar "prisioneiros" de nós mesmos.
Muitas pessoas já passaram pela seguinte situação: Quantas vezes nós queremos ir em uma direção, escolher um caminho, comprar determinado produto, decidir sobre sua situação pessoal, profissional, e vêm um mêdo inexplicável, como a paralisar uma pessoa e ela fica estática, imóvel, sem reação.
É assim como nos sentimos, aprisionadas por esse mêdo incontrolável e maquiavélico, como a brincar com nossas emoções e sentimentos, como se fôssemos um robô programado a só dizer "sim,sim,sim"!
Precisamos nos livrar destas amarras que nos prendem perversamente, com pensamentos positivos e dando um sentido à sua vida!
Nós estamos nesse mundo de passagem, então viva cada dia como se fosse o último e intensamente, pois ele não irá retornar jamais!
Diga à si mesmo: Eu quero, eu posso, eu vou... Conseguir, e não haverá mais nenhum mêdo, nem receio, nem remorsos por não ter tentado!
Viva sua vida em plenitude e agradeça ao Criador por mais um dia que foi plenamente aproveitado!

Super Beijos Prá Você, Amiga Solange

Jacquelyne

Medos e medos

Gosto de fazer a seguinte reflexão: Existem dois tipos de medo, um é aquele medo real que você sente quando está sendo assaltada, ou sendo ameaçada por um cão feroz, por exemplo.
O outro tipo simplesmente não existe. Ele é imaginário e nos foi incutido, impingido como forma de dominação, com base em ameaças infundadas, numa fase da nossa vida, geralmente na infância, em que nossa visão de mundo é limitada, em que nossa experiência de vida é quase nula.
Nessas circuntâncias, nossa capacidade de discernimento é tão pequena que somos incapazes de tomar consciência plena da realidade e acabamos por aceitar, como numa profecia auto-imposta, os mitos como fatos, a mentira como verdade.
O fato é que uma aparente inofensiva manipulação na infância gera medos que nos acompanham no decorrer da nossa vida e nos transformam em adultos medrosos e limitados.
Uma maneira interessante e rápida de eliminarmos, se não totalmente mas em grande parte, essas barreiras, é usar as mesmas ferramentas que serviram para implantar o medo em nosso inconsciente, só que de um jeito positivo e generativo.
Para não me alongar, voltarei a escrever sobre isto.
Solange Elizabeth, minha amiga de primeira hora, parabéns e obrigada por nos brindar com tamanha dose de sabedoria.
Beijos a todas ex-medrosas, com amor
Marcia Polari

DEPOIMENTO

Poxa Solange .............

Não sabia que voce era tudo isso.
Não é a toa que voce é uma das pessoas mais queridas do BCC.
E olha que não vale minha opinião, até porque sou sua fã de carteirinha.

So falta marcarmos o churrasco, mas pelo amor de Deus:
Sem levar sofa para o quarto .............. rrsrsrsrsrsrsr

Brincadeiras a parte, adorei o texto na integra.

Esse BCC cada dia que passa me mostra mais e mais o quanto tem gente boa nele.

Meus parabens !!!!!!!!!!!!

Um beijão

Kelly

Coluna da Solange Elizabeth

Solange,
É impressionante o quanto o medo atrapalha nossa vida. Muits vezes, por medo de saber a verdade, sofremos muito tempo por conta de fantasias de nossa mente. Nada como a verdade para libertar.
Não sabia que você tinha tanto conhecimento das ciências "exotéricas" e da mente humana. Muito bom ter vc dividindo este conhecimento conosco.
Escreva mais sobre o medo e como vencê-lo.
Aumentou minha admiração por você, nossa lady maior.

Beijoca da Veroca

parabéns pelo texto, Sol.

parabéns pelo texto, Sol. ficou muito legal.
realmente uma das coisas que mais tira o sono e a felicidade do povo é medo de algumas regras sociais. algumas são necessárias até, mas tem outras que só servem mesmo pra deixar algumas pessoas se sentindo mal acerca de si mesmas.
beijão

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
16 + 1 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4