China muda lei para aumentar lista de sobrenomes

Uma pesquisa encomendada pelo Ministério de Segurança Pública chinês revelou que 85% dos chineses carregam apenas cem sobrenomes diferentes.

O estudo, publicado nesta terça-feira no jornal "China Daily" detalhou que dos cerca de 1,3 bilhão de chineses, 93 milhões dividem o sobrenome Wang, 92 milhões carregam o nome de família Li e 88 milhões, Zhang.

O jornal ainda publicou dados de um outro estudo realizado pela Academia Chinesa de Ciências, que descobriu que 100 mil pessoas carregam o nome Wang Tao.

As descobertas levaram o governo a aprovar um projeto de lei que estabelece que as crianças poderão receber os sobrenomes combinados do pai e da mãe, o que resultará em 1,28 milhão de nomes diferentes.

Combinações

Por exemplo, um pai da família Zhou e uma mãe da família Zhu podem dar quatro sobrenomes diferentes ao filho.

Até antes da mudança, a lei determinava que cada criança recebesse apenas um sobrenome, de preferência o do pai.

O escrivão Guan Xihua, que trabalha em um cartório de Pequim, disse ao jornal que a falta de variedade em sobrenomes causa problemas à vida diária e que apóia a nova lei.

A mudança na legislação também permitirá às minorias étnicas a incluírem outros caracteres aos novos nomes, mas nenhuma letra estrangeira será permitida.

O pesquisador em sobrenomes chineses Du Ruofu, disse que sobrenomes combinados já estão virando moda entre os filhos de casais mais jovens, mesmo que lei ainda não permita.

Segundo ele, a inclusão do sobrenome da mãe também vai promover igualdade dos sexos.

BBC Brasil

 

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
6 + 0 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4