Uma entrevista com uma travesti chamada Fernanda Malaney,que mora em Sorocaba

fernandaEssa entrevista com a travesti Fernanda Malaney que reside no interior de São Paulo,mas precisamente na cidade de Sorocaba,foi realizada no dia 21/09/03(Domingo).

Entrevistador:Paulo Roberto (Paulinho)
Entrevistada:Fernanda Malaney
Colaborador:www.casadamaite.com

ENTREVISTA

Paulinho:Qual sua idade ,naturalidade e grau de escolaridade?

Fernanda:Tenho 23 anos,nasci aqui mesmo em Sorocaba e tenho 2º grau completo

Paulinho: Como e com que idade você descobriu q sua sexualidade era diferente?

Fernanda:Descobri quando tinha mais ou menos 6 ou 7 anos de idade.Fui percebendo que sentia atração por rapazes e não garotas ,gostava de objetos femininos e não masculinas.

Paulinho:Com que idade você resolveu virar uma travesti?

Fernanda: Resolvi virar com 15 anos de idade

Paulinho:Qual foi a reação de sua família ao descobrirem a sua sexualidade(virar travesti) e com é a relação da sua família com você hoje em dia?

Fernanda:Minha mãe quase teve um infarto ,mas hoje em dia ela me trata com uma verdadeira filha

fernanda1Paulinho:Qual sua opinião sobre hormônios e silicones?você usa?

Fernanda:São fundamentais para a travesti ficar feminina. Hormônios já tomei muito,desde meus 14 anos ,parei com 20 anos ,depois coloquei silicone em todo o corpo.

Paulinho:Você usa silicones industrias ou próteses ?

Fernanda: Uso industrial e próteses nos seios?

Paulinho:Você não tem medo dos riscos que os silicones industriais podem ocasionar a sua saúde ?

Fernanda:Tenho medo sim ,mas prefiro nem imaginar

Paulinho: Você trabalha com acompanhante?Se trabalha onde?

Fernanda:Sim trabalho,faço programas nas ruas daqui de Sorocaba mesmo,as vezes enjôo de ver as caras dos mesmo clientes e acabo indo trabalhar em cidades vizinhas.

Paulinho:Já sofreu violência pó parte de seus clientes?

Fernanda:Não graças a Deus isso nunca aconteceu,não saio com qualquer um,olho bem nos olhos das pessoas primeiro e converso muito antes,para ver se o caráter e a intenção do suposto cliente.

Paulinho:Qual foi a maior dificuldade que enfrentou em ser uma travesti?

Fernanda:Arrumar emprego

fernandaPaulinho:Qual foi o pior preconceito que já enfrentou ?

Fernanda: discriminação mesmo só foi a parte de emprego...pois apesar de saber fazer muitas coisas profissionais..eles acham que iremos trabalhar com a bunda..rsrsrsrs..não pensa em que podemos realizar materialmente ou intelectualmente....fora isso..o normal..olhares de canto...ou alguns leves comentários.

Contato da Fernanda: emannuelly_fer@hotmail.com

Paulinho Cazé

paulinhocaze@terra.com.br

http://www.sptrans.blogspot.com/

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
5 + 14 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4