Agricultor sequestrado alerta sobre perigos do amor virtual

Um agricultor australiano que foi sequestrado e espancado depois de se deixar iludir por um relacionamento falso via Internet pediu que as pessoas sejam cuidadosas em sua busca de amor online. 

Des Gregor, 56, fazendeiro do Estado de South Australia, voltou ao seu país na noite de domingo, depois de ter ficado refém de bandidos africanos armados de facões por 12 dias.

"Fui amarrado pelos braços e pernas, por cerca de dois dia, porque eles sabiam que eu cooperaria. Havia sempre um homem dormindo à porta, e eu não tinha como sair", disse Gregor à imprensa australiana.

O apaixonado Gregor chegou ao Mali no mês passado para se encontrar com sua suposta noiva, Natacha, a quem ele havia "conhecido" na Internet, e receber um dote de 100 mil dólares em barras de ouro.

Em lugar disso, o plantador de trigo e criador de ovelhas foi apanhado no aeroporto por um carro e conduzido a um apartamento de um quarto na capital, Bamako; o local estava repleto de homens armados.

Gregor foi informado de que seus membros seriam decepados a não ser que sua família, na Austrália, pagasse um resgate de 100 mil dólares.

A trama só foi detida e Gregor libertado quando policiais australianos e do Mali iludiram os sequestradores, levando-os a permitir que Gregor entrasse na embaixada canadense em Bamako para recolher o dinheiro do resgate.

O Mali é um dos países mais pobres do mundo, e a seca prolongada vem devastando sua economia, cujas atividades principais são a agricultura e a pesca. A maioria dos turistas estrangeiros que viajam ao país vêm em visita a Timbuctu, um antigo centro comercial que faz parte do patrimônio cultural da humanidade.

Gregor disse que não fazia idéia, antes de chegar, que estava sendo vítima de uma trapaça, e que agora aprendeu sua lição.

"Eu calculo que mais uns dois dias e eu não teria voltado", disse, relembrando uma surra de facão que recebeu durante o cativeiro.

Gregor alertou outras pessoas que procuram amor na Internet e pediu que sejam cautelosas.

"Verifiquem tudo 100 por cento", disse ele.

O irmão dele, Phil, disse que Des Gregor estava "absolutamente cego" de amor e não percebeu a trapaça.

"São coisas que se vê em filmes e livros. Acontecem a alguém mais, não você. Mas a verdade é que podem acontecer", afirmou.

"Espero que as pessoas recebam a mensagem de que devem cuidar de suas famílias e, se alguém falar com eles sobre relacionamentos via Internet, eles sejam francos e mostrem os e-mails, para obter uma opinião objetiva."
 

Reuters

 

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
1 + 1 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4