Casal uruguaio consegue tutela de três crianças

O primeiro casal homossexual do Uruguai a ter sua união legalizada perante a Justiça, Richard Mello e Walter Martínez, dá mais um passo pioneiro e mantém sob sua tutela três crianças: uma adolescente de 14 anos, um menino de 12 e um bebê de sete meses. Para isso, os dois contaram com o artigo 36 do Código da Criança e do Adolescente uruguaio, que permite a qualquer pessoa solicitar esta guarda sempre que tenha condições melhores do que as atuais vividas pela criança em questão.

No caso uruguaio, os três viviam em condições precárias de saúde, alimentação e educação. Os pais biológicos do menino de 12 anos, por exemplo, não tinham condições financeiras de mantê-lo. "O pai estava na prisão, depois foi assassinado, e a mãe se prostituía", disse Richard à agência de notícias Ansa.

O casamento entre Mello e Walter, juntos há 12 anos, será transmitido ao vivo pela TV no dia 19 de abril, data em que a lei que permite o casamento entre homossexuais entra em vigor. A festa acontecerá no Clube Desportivo de Maldonado, a 130 km de Montevidéu. Aprovada em 2007, a lei possibilita que companheiros de qualquer orientação sexual formalizem uma declaração judicial de união concubinária depois de cinco anos de união.

 

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
1 + 0 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4