II Fortalecendo - Parte 6

Fortalecendo a Saúde

 

Resultados da Pesquisa: Lesbianidade, Bissexualidade e Comportamento Sexual realizada pelo Grupo Arco-Íris

 

Facilitadoras:    Jussara Bernardes

                          Silvia Aguião

A pesquisa apresentada a seguir, realizada pelo Grupo Arco-Íris em parceria com a Fundação Schoering da Holanda, é uma das poucas pesquisas que faz o cruzamento entre AIDS e mulheres Lésbicas, Bissexuais e outras MSM e será executada até 2010 com o objetivo de ser um estudo bastante completo sobre a vulnerabilidade das mulheres MSM à infecção pelo HIV e outras DST.

A seguir a fala das convidadas e os dados da apresentação da pesquisa:

Boa tarde a todas, é um prazer enorme estar aqui com vocês.

A pesquisa que vamos apresentar sobre Lesbianidade, Bissexualidade e comportamento sexual foi realizada em parceria com a Fundação Schoering da Holanda, que aqui no Brasil faz pesquisas com 4 instituições , a ABIA, o Arco-íris, o Somos do RS e GRAB de Fortaleza. Com o arco-íris foram 2 pesquisas, a de jovens gays e a de lesbianidade e comportamento sexual, o que é muito bom, pois quando se fala em AIDS e Homossexualidade as mulheres são esquecidas no que tange a maioria dos estudos, estatísticas, campanhas e artigos são predominantemente sobre os homens homossexuais. Quando se fala de pesquisa são muito pouco a que se tem conhecimento, e com o novo plano de feminização há algumas ações para mulheres LB.

A pesquisa será executada até 2010, portanto novas investigações serão feitas e até o final desse período fazer um estudo bastante completo sobre a vulnerabilidade da mulher lésbica.

Depois da investigação de necessidades, nós realizamos oficinas, porém infelizmente os resultados da oficina ainda estão sendo transcritos e não deu tempo para trazer.

A pesquisa aponta dados bastante interessantes sobre o contexto de vulnerabilidade das mulheres e está sendo colocado a disposição para consulta.

Os dados apresentados são um recorte, não está completa, e a mostra não é muito grande.”

 

Etapas

I - levantamento de dados e pesquisas sobre comportamento, práticas sexuais e saúde já realizadas com mulheres lésbicas e bissexuais e com a população gay e/ou com HSH

II – elaboração do questionário

III – pré-testes e discussão com o Conselho Consultivo

IV – treinamento e aplicação do questionário

V- realização de grupos focais

VI – construção do banco do dados

Eixos do questionário

Três questões iniciais: idade, bairro e identidade sexual.

·   Bloco I – Socioeconômico

Perfil básico de caracterização sócio-econômica das entrevistadas, incluindo questões sobre escolaridade, renda domiciliar, relações familiares, cor, religião, exercício de atividade remunerada etc.

·   Bloco II - Sociabilidade

Mapa das atividades de lazer, redes de sociabilidade e afetivo-sexuais das entrevistadas, incluindo questões sobre acesso e uso das salas de bate-papo e Internet e sobre para quais grupos sociais (família, amigos, vizinhos, escola/faculdade, trabalho, religião, profissionais de saúde) a entrevistada já se assumiu.

·   Bloco III - Vivências afetivo-sexuais

Quadro mínimo das experiências afetivo-sexuais das entrevistadas, com relação a idade, a cor/raça e atributo de gênero das parceiras anteriores.

·   Bloco IV – Práticas Sexuais 

Esse bloco visa mapear, entre outras coisas, as diferentes formas como as práticas sexuais projetam-se entre parcerias afetivo-sexuais ocasionais e fixas, práticas sexuais heterossexuais e o consumo das drogas antes ou durante as relações.

·   Bloco V - Sexualidade, Saúde e Prevenção

O objetivo desse bloco foi o de conhecer um pouco mais sobre as práticas de atenção a saúde e prevenção conhecidas e realizadas pelas mulheres entrevistadas, assim como o conhecimento e percepção de risco de contágio por DST/AIDS em determinadas práticas.

·   Bloco VI - Vulnerabilidade

Este bloco trouxe questões sobre experiências de discriminação, exclusão e violência, procurando mapear as diversas nuances das agressões nos ambientes GLS e outros espaços de vivências das mulheres entrevistadas.

Locais de aplicação do questionário

    Madureira – Travessa Almerinda Freitas

Total:  42 entrevistas mulheres

    Lapa/ Centro – em  frente ao Cabaret Casanova, em frente ao Sal y Pimenta, dentro do Bistrô Santa Rita.

Total:   28 entrevistas mulheres

     Rede de  amigos do Grupo Arco-Íris (sede GAI ou local previamente agendado)

Total:   30 entrevistas mulheres

   Período: entre 31/10/2007 e 13/12/2007

 

 

 FAIXA ETÁRIA

 

 

 

Cor/raça (segundo IBGE)

 

 

 

ESCOLARIDADE

 

TIPO DE ATIVIDADE REMUNERADA

 

73% exerce algum tipo de atividade remunerada

27% Não exerce nenhum tipo de atividade remunerada

56% com carteira assinada

41% sem carteira assinada

 

Renda domiciliar 

 

PARTICIPAÇÃO NA RENDA FAMILIAR

 

Parcerias anteriores

 

 

 

Saúde e comportamento sexual

• Idade da primeira relação sexual com homens e com mulheres

 

• Parceiros e parceiras sexuais nos últimos seis meses

 

Uso de preservativo nas relações sexuais com homens nos últimos seis meses

 

Conhecimento de proteção para sexo entre mulheres

 

Tipo de proteção que conhece para sexo entre mulheres (múltiplas respostas)

 

Relação sexual durante o período menstrual

 

Uso de proteção/barreira na relação sexual durante o período menstrual

 

Acessórios que já utilizou (múltiplas respostas)

 

Compartilhamento de acessórios com a parceira

 

Uso de substâncias antes ou durante o sexo

 

Percepção do grau de risco de contaminação por DST

 

Percepção de ações preventivas as DST

 

Freqüência ao Ginecologista

 

Última consulta ao ginecologista

73% serviço privado saúde

26% serviço público de saúde

 

Motivo de não ter falado sobre a orientação sexual para o atual Ginecologista

69% já falou a orientação sexual para o ginecologista atual

28% não falou a orientação sexual para o ginecologista atual

 

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
16 + 4 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4