Pois é.... os rótulos continuam

Sou uma pessoa perseverante,objetiva e que foge de fofocas e climas tensos...acho tão esquisito falar de mim ,que as palavras me fogem,porque gosto muito é de agir...na luta há tanto tempo e querendo mais!!!
52 anos de carioquice,ousadias,paixões e buscas...porque aprendi que os especiais se buscam e se reconhecem,tanto que estamos juntas ,em sua casa !!!

Neste espaço vamos falar do cotidiano desta nossa luta e de nossos delírios e fascinações...

Fale direto comigo no email yonelindgren@yahoo.com.br

 

Pois é... ontem fiquei chocada com a ignorância de algumas de minhas companheiras de luta e copo...falávamos de transexualidade e foi cruel em 2008,com 30 anos de movimento homossexual ou LGBT,ou as letrinhas que satisfaçam a quem me lê,tive que ouvir(e olha que minha audição seletiva me permite fazer gênero) uma idiotice /ignorância machista de que as mulheres trans são as mais lindas e femininas porque são homens que querem ser mulheres...e que a relação afetiva entre algumas delas com lésbicas é apenas modismo e garantia de que são tão mulheres que nós,as lésbicas,nos apaixonamos e temos tesão nelas e não em mulheres biológicas.Estou perplexa ,até porque esta se falando de sentires,de química ,de totalidade de quereres ...mais um copo,alias a caipivodka de morango estava uma delicia, e ainda bem,porque assim não me permiti sair da mesa e deixar o povinho bunda de lado!!!
 

Então, compreendi que muitas de nós precisam de mais explicações... que todas tem que buscar compreender mais o que é o amor entre iguais.Principiando que transexualidade não tem a ver com orientação sexual. A orientação ou rótulo vem depois que as pessoas trans se encontram com elas mesmas, ou seja, que se desvencilhem daquela casca que lhes foi corpo errôneo. Mulheres transexuais podem ser heteros, bis ou homossexuais e tem o direito de viver intensamente sua orientação sexual. Mais ainda, as pessoas têm que atentar para a evolução do mundo e compreender que rótulos nos limitam... sou lésbica e isto não me impediu te me relacionar com homens incríveis e com mulheres maravilhosas...porque a todos os seres humanos que amo /me apaixono o que interessa é o nosso momento,a nossa relação e isto significa o que sentimos e jamais o que é rotulado...já namorei sapatas,heteros,mulheres femininas ou masculinizadas...o que importou sempre foi o momento em que nos despíamos e nos conferíamos...será delírio meu? Não sou politizada? Choco as companheiras de luta?
 

Então é... mas,existe a necessidade de pararmos com os rótulos e preconceitos entre nós...estou namorando sim uma mulher...mulher esta que é doce e guerreira,que me completa e realiza...acredito mesmo que a intensa paixão que nos une ,já há algum tempo,seja o momento mais doce de minha vida e repleto de detalhes e sutilezas que eu já esquecera em meu cotidiano de luta e sempre tão árdua...ela é uma mulher linda por dentro e por fora e me faz completa e feliz...e se ela é uma mulher trans ou não,seria de uma falta de gentileza extrema eu questionar...ela é uma mulher...que me faz sentir o que é amar com total reciprocidade e respeito a tudo que sentimos e fazemos...talvez,ousamos cotidianamente...e é isto...aguardo que as pessoas que se derem o trabalho de ler o que escrevo(já fui bem melhor nisto) interajam para que possamos conversar mais e mais....
01/06/2008 18:01:35
 

OBS: Deixei que os dias passarem e com isto veio a conferencia nacional e até o fim de caminho de minha” mãe morenna”...esta que tanto me possibilitou em assumir minha orientação/rótulo,(já que me sei bem alem disto) e tanto me criticou por assumir uma luta que não seria fácil...mas,que fique denotado que ela foi o grande rio que passou em minha vida,como diz o samba que ela tanto gostava...AXÉ mãe morenna,Maria guerreira ,Lourdes de Yansã!!!
domingo, 15 de junho de 2008
 

 Deixe seu comentário para mim logo abaixo. Vamos interagir?

 

Opções de exibição de comentários

Escolha seu modo de exibição preferido e clique em "Salvar configurações" para ativar.

Acredito que se todas fossem

Acredito que se todas fossem iguais a voces ,seria uma realidade o que voces tem como luta.Vejo nestas mulheres o que é ser mulher.Parabens a Yone pela luta e a Maite pelo trabalho e existencia de ambas.

rotulos continuam....

Foi ótimo ler seu comentario! Por falta de vergonha de nossos meios politicos, infelizmente não temos uma Cultura de maneira decente. Pseudos intelectuais (sic) que enclausurados da visão do mundo moderno, se esquecem de que se faz necessária uma atualização em suas mentes. É fácil demais rotular as pessoas e, tenho convicção de que muitas pessoas que vivem da crítica e rotulação perjorativas, o fazem por as vezes, não poder chegar ao ponto que Gays, Lesbicas, Trans, Bissexuais etc, chegaram e não sentem vergonha de assumirem sua opção sexual.
Parabens pelo seu comentário e parabens principalmente por sua luta e por assumir em sua plenitude tudo o que te dá satisfação e prazer.

Um beijo no coração
Leyla

Parabéns!!!

Quero deixar aqui à Maite e à Yone um grande abraço e parabenizá-las. Você, Maite, por nos proporcionar a leitura dessa maravilhosa entrevista e à Yone por dá-la! É sempre muito bom e significante (acredito que para muitas!) conhecer mais sobre esta pessoa maravilhosa (por quem tenho um respeito muito grande) e que não abandona a luta!

Novamente... Parabéns!!!

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
1 + 0 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4