Mãe danada

Como já escrevi em outra oportunidade, minha mãe é uma mulher negra de 45 anos, bunda bonita e seios fartos e apesar da idade, firmes. Ela após separar de meu pai, que foi embora para outro Estado, ficou irreconhecível, sempre fomos muitos ligados, ela inclusive quando está em casa sempre usou roupas leves que demarcam seu corpo, após uma noitada de sexo entre eu, ela e um amigo, ela se soltou ainda mais, uma verdadeira puta...

No feriado da independência, fomos (eu e ela) para uma casa na Ilha Comprida - SP, para nossa supresa (agradável por sinal), a casa dividia o quintal com outra menos, esta ocupada por um grupo de joves, muitos simpáticos, nos ajudaram com a bagageme em retribuição, os chamamos para tomar umas cervejas á noite, o que nem todos aceitaram, pois entre els havim muitos casasis e preferiram sair para a balada, veio até nós somente três pessoas, dois rapaes e uma garota, que logo se despediu e foi dormir, os dois rapazes já altos de cerveja, se mostraram muitos solícitos, principalmente com minha mãe, que a estava com um vestido florido muito leve e curto, marcando seus seios e bunda, eu percebia que os rapazes estavam tentando me embebedar, eu querendo ver onde aquilo iria chegar, falei que estava "bebado" me despedi e fui dormir, os deixando sós, deitei e não demorou muito e eles já estavem numa esfregação, esperei mais um tempo e após sair do quarto com todo o cuidado para nao fazer barulho, dei a volta e os avistei numa área que havia nos fundos das casas, ela era o recheio de um sanduíche de machos, não demorou muito e ejá estava sendo fodida pelos caras, que a xingavam e socavam com força, pena que a distância não me permitia ver muita coisa, mas ouvia todos os sons da trepada, os rapazes gozaram logo, pelo que percebi nos seios e rosto dela.

Corri para casa e a esperei, quando ela entrou, fiz questão de recepcioná-la, falei que havia visto tudo, ela disse que tinha certeza que eu não estava "bebado" e que tudo tinha sido para deixá-la livre, fomos dormir, aliás, eu só dormi depois de uma gostosa punheta, nos três dias que ficamos no local, eu deu para uns quatro caras, mas acho que todos lá sabiam do que havia acontecido, pois a olhavam de forma diferente, eu morrendo de ciúmes, mas com muito tesão, não fui contemplado desta vez, mas a vi chegar suja de esperma várias vezes.

cristianosouza1973@yahoo.com.br

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
8 + 11 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4