Outra aventura minha e de meu avô

Bem tenho um outro conto com o nome eu e meu avô. Onde rolou umas coisinhas entre eu e ele, aqui é um outro acontecimento entre nós.
As vezes meu avô e avò maternos, vinham passar uns dias em nossa casa...Moravam meus país, eu e duas irmãs de mais idada que eu. Bem numas dessas vezes que eles vieram eu estava de férias da escola e naquela época brincávamos muito na rua minha mãe não trabalhava era dona de casa e minhas irmãs tb etavam de férias da escola.

Bem eu gostava de ficar na garagem de casa dentro do carro ouvindo músicas no toca fitas (na época) do carro. A garagem era daqueles de porta sanfonada de zinco então eu sempre ficava com ela fechada. Bem numa destas vezes eu estava dentro do carro ouvindo minhas fitas e a porta estava aberta mais ou menos a 1 metro do chão...então vi que alguém levantou a porta e quando olhei era meu avó. Como minha mãe e minha avó haviam saido para compras iriam demorar e minhas irmãs foram com elas ele então aproveitou o momento que estávamos a sós e veio me ver.

Eu estava sentado no bando do motorista do carro e ele então depois que entrou na garagem baixou a porta da mesma até chão para podermos ficar mais a vontade..r.s..

Ele então veio e ficou em pé no vidro da porta onde eu estava e começou a conversar comigo o que estava ouvindo e coisas assim sem muita importância. E enquanto ele conversava ele começou a passar a mão no meu cabelo fazendo um cafuné na minha cabeça e as vezes alisava tb meu pescoço e costa até onde dava...isso me dava um arrepio gostoso e tb uma sensação de carinho.

Ele então depois de um tempo assim com uma mão me alisando com a outro ele começou a alisar seu pau por fora dalça..Há eu estava usando um short daqueles de jogar bola (sem cueca pois o short tinha aquelas sungas junto) ele estava de calça social e camisa social tb...mas usava aquelas calças de frente com botão ainda.

Bem logo notei o volume que se formou por dentro de sua calça e claro que eu tb fiquei super excitado de ver que ele tava naquele estavo e notou que meu short tb apresentava o volume por debaixo..r.s..então ele disse tá gostando dos carinhos netinho no que eu com a cabeça balancei confirmando que sim e ainda disse nossa muito gostoso seus carinhos vô...

Ele então começou a desabotoar os botões de sua calça na braguilha claro que eu já sabia para que...e então tirou aquela rola enorme, brancona, cabeçuda e super dura para fora...e disse pego netinho sei que é isso que quer...eu sem exitar comecei a lisar aquela delicia..eu adorava pegar no seu pau era uma sensação deliciosa, era macia, cheias de veias com uma pele cobrindo a cabeça que eu adorava puxar para baixo para libertar a cabeçona vermelhona para fora...

Então fiquei assim um tempo punhetando ele e já notava que seu pau estava com a cabeça babada de tanto tesão...ele então abriu a porta do carro para podermos ficar mais a vontade e então soltou o botão da calça e abaixou calça e cueca até seus joelhos liberando assim aquela maravilhosa rola todinha para mim com seu sacão enorme tb cheio de pelos brancos...eu adorava beijar tb suas bolas enormes e ele se deliciava quando eu fazia isso..

Então comecei uma chupeta deliciosa para ele subia descia, passava a lingua na sua rola todinha, depois nas suas bola punha as mesma na boca e beijava depois ia para cabeça de seu pau e mordiscava bem de leve e logo em seguida engolia ele até onde dava...ele as vezses forçava minha cabeça para engolir tudo mas não dava era muito grande mesmo e super grossa tb...então eu esgasgava...

As vezes ele ficava um bom tempo segurando minha cabeça bem forte até onde eu aguentava para não sair dali no que eu acabava babando com o engasgo na sua rola assim facilitava a penetração dele dentro de minha boquinha...

Depois de um bom tempo assim ele disse..vamos para o banco de trás do carro...então quando me levantei e sai do carro para entrarmos pela porta de trás no banco traseiro do carro ele arpoveitou e me deu um beijo na boca que senti auqela lingua gostosa me explorando a boca deliciosamente...ele sabia mesmo beija rmuito gostoso e enquanto me beijava e me apertava contra seu corpo baixou meu short até os joelhos tb...e disse vamos entrar agora netinho

Então entramos no banco de trás do carro e eu acabei tirando meu short todinho das pernas pois estava atrapalhando..então ele disse fica de 4 para mim aí no banco fica..e obedeci e claro que já sabia o que vinha...então me ajeitei no banco de bruços ajoelhado no banco e baixando bem meu corpo para debaixo do meu corpo assim ficava com minha bunda para cima e toda exposta para ele...

Ele então começou a beijar minha nuca, orelhas, começou a descer com seus beijos e lingua por minhas costas no que eu já gemia de tesão e ficava todo arrepiado e ele percebia esta excitação e então chegou com sua boca e lingua até minha bunda...passou a dar umas mordiscadas nas nadegas e depois pasosu a lingua no meu cu...nossa nesta hora dei um gritinho de tesão que ele então segurou minhas nádegas forte com as mãos abrindo bem meu cú e enfiou a lingua bem dentro e ficou me chupando o cu como nunca sugando e enfiando a lingua até onde conseguia eu gemia rebolava de tanto tesão..estava super excitado..

Ele então deu umas cuspidas no meu reguinho enfiou um dedo, depois outro tornou a cuspir e foi me melando todo de cuspe por dentro e por fora do meu cu depois que estava bem lubrificado ele então encostou a cabeçona no meu reguinho..forçou não entrava doeu um pouco ele parou...então passou mais cuspe e enfiou novamente os dedos 1o. um depois outro e ficou assim laceando gostosamente...e ia cupindo e fazendo o cuspe entrar dentro...depois passou cuspe na cabeçona do seu pau e veio novamente quanto tocou na entradinha senti aquela sensação maravilhosa e então forçou me segurando firme na sintura e forçou até a cabeçona entrar nossa senti maior dor e disse tira...ele então disse calma relaxa que já passa a dor...e ficou me segurando fortemente para mim não sair de sua rola..

E ficamos assim um tempo até que a dor começou a passar mesmo...então ele ia me beijando as costas, minhas orelhas para me relaxar e me deixando sempre excitado e arrepiado quando então disse parou de doer..eu consenti com a cabeça ele então me pegou fortemente e enterrou o resto de sua rola dentro de mim...doeu novamnete mas já era uma dor suportável e então começou aquele vai-e-vem gostoso, gemendo de tesão me comia loucamente as vezes me beijava as costas, a nuca e as orelhas e me chamava de netinho gostoso que era na verdade ha netinha dele eu adorava ouvir sua respiração ofegante e as palavras de carinho...então acelerou as estocadas e num gemido louco gozou dentro de mim e deixou seu corpo cair sobre o meu...então disse nossa netinho que delicia de cuzinho...que sempre comer essa gostosura ele é apertadinho e muito gostoso..dizia isso e beijava minha nuca e costas deixando todo arrepiado...eu na época ainda não gozava...ficou assim um tempo dizendo palavras carinhosas para mim que adorava ser chupado por mim e depois comer minha bundinha branquinha e gostosinha além de ser apertadinha tb..então depois que seu pau amoleceu ele tirou de dentro..no que eu senti escorrer sua porra de dentro...e senti tb meu cu arrombado, pois deu para sentir o ventinho dentro dele...mas foi uma delicia ser enrabado por ele com tanto carinho...ele sabia como fazer...olha não sei como aguentei sua rola mas sei que fiquei uns dias dolorido na entradinha do cu...mas veu muito a pena..

Quem quiser escrever fique a vontade. guine43@itelefonica.com.br

 

Opções de exibição de comentários

Escolha seu modo de exibição preferido e clique em "Salvar configurações" para ativar.

se de fato essa história

se de fato essa história não aconteceu, sua imaginação é bastante fértil e motivada por um forte desejo de que tivesse acontecido. Digo isso por minhas experiencias com uma espécie de padrasto que vivia me bolinando, me fazendo acostumar com suas carícia. Com suas brincadeiras me fazia segurar no seu pau, punhetá-lo e até chupa-lo, mas isso muito devagar, uma coisa de cada vez. Primeiro, inadivertdamente mente me deixava ve-lo mijando, finjindo não notar que eu estava olhando, acabava de mijar e continuava segurando o pau sacudindo-o devaga fazendo-o ficar duro. sabendo que já tinha visto e não comentado nada, me deixava ve-lo tandndo banho, fingia que não podia me ver porque estava com o rosto ensaboado. ainda assim estas de parabens

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
7 + 0 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4