Escapadinhas de um casado

Meu nome é Ronny, sou loiro tenho 23 anos, altura 1,80 e muito tesão para compartilhar.
Sou casado, mas sempre costumo dar minhas escapadinhas.
Tenho uma tara louca por travestis, ví vários videos e fotos de travestis, sempre fiquei me imaginando transando com uma delas,porém nunca tive coragem de sair com alguma delas. Já saí com prostitutas, mas não sinto tesão em transas "pagas".
Um dia, saí do trabalho e fui tomar umas brejas com meus colegas de trabalho, chegamos no barzinho e tinha várias mulheres por lá. Derrepente uma loira linda começou a me olhar, e não me contive, caí matando...
Ficamos nos beijando por horas e ela acabou indo embora e me deixando na mão, com um tesão imenso. Eram 9 da noite, eu estava um pouco bêbado e lembrei que havia combinado de levar minha mulher ao shopping, ela já devia estar muito brava comigo, decidi então dar uma volta para melhorar um pouco do porre e chegar sóbrio em casa.
Como estava com tesão, resolvi passar na avenida onde ficam as travestis aqui na minha cidade, só para olhar mesmo, eu mal sabia o que me esperava...
Estava andando com meu carro bem devagar, quando ví uma travesti maravilhosa em uma esquina, e me deu na louca de ir conversar com ela. Dei a volta no quarteirão e a chamei para dentro de meu carro.
Ela foi chegando perto e ví que ela era realmente muito linda, tinha pernas grossas,um bumbum arrebitado, cabelos longos negros como a noite e uma pele branquinha como a lua. Ao se sentar ao meu lado não tive dúvida, pensei comigo mesmo, "é hoje!", perguntei a ela quanto era o programa, e fomos para um motelzinho que tinha ali perto.
Chegando lá não sabia o que fazer, estava me sentindo um peixe fora d'água, disse a ela que era minha primeira vez, e ela me já respondeu animada:
"-- Quer dar o cú?"
Respondí que não, e disse que era minha primeira vez com um travestí, ela então tirou toda sua roupa e ví que ela era mais linda ainda, pois, seus seios eram naturais, e sua pele era uma coisa que nunca havia visto em toda minha vida!
Comecei a chupar os seios dela e logo segurei seu cacete e percebi que ele estava ganhando vida, logo ela me mandou chupá-la. Fui chupando com gosto, nem parecia que era a primeira vez, tinha um gosto muito delicioso, logo ela começou a soltar as primeiras gotas, e percebi que ela estava com muito tesão também.
Ela se virou e me pediu para comer seu cú, foi o que fiz, ficamos num vai e vem gostoso, ela de quatro e eu mandando ver naquela bundinha suculenta. Gozei gostoso, mas consegui enganá-la para que a transa não acabasse. Perguntei para ela se ela gozava, ela me disse que sim, mas precisava de um caixinha. Ela pediu para eu chupá-la novamente. Fiquei um bom tempo chupando o pauzão dela, estava muito gostoso, até que percebi que ela estava ficando inquieta, suas pernas começaram a tremer, ela então soltou um gritinho de alivio e encheu minha boca com sua porra quente, eu por minha vez, fiquei com um tesão enorme quando senti seu gozo em minha boca e gozei novamente, mas dessa vez sem tocar no meu pau, foi uma das gozadas mais gostosas de minha vida. Nunca poderia ter imaginado que seria tão bom transar com um travesti, e estou doido para repetir a dose, e quem sabe eu não dou o cú na próxima.

Se você é travesti e mora em curitiba, me escreva para que possamos satisfazer nossas fantasias.

Ronny
ronny_manero@hotmail.com

 

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
4 + 14 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4