Desejos, Pactos e Rituais

Quem já não desejou algo na vida? – No nosso cotidiano temos desejos vários, desde os mais corriqueiros até os mais ousados. Desejamos comer um prato nosso preferido, um novo aparelho celular, uma roupa de grife, um novo par de sapatos, a amizade de certa pessoa, um novo emprego, o amor de um rapaz ou garota, o ultimo modelo de carro do ano, uma viagem para a Europa, e tantos outros desejos que “passam” pela nossa mente.

Constantemente estamos ávidos por coisas materiais e outras não tão materiais, visto que, ás vezes nem sempre são materiais os nossos desejos, mas de situações que desejamos alcançar e que exigem a interação com outras pessoas. Certamente, para atingirmos alguns objetivos, exige de nós certo nível de concentração e real fixação em nossa mente, daquele objeto desejo. Muitas pessoas nem fazem idéia que isso funciona dessa maneira e ficam em estado depressivo e sem esperança de atingir o seu intento. Tudo o que desejamos para que se materialize, devemos primeiro começar pelo nosso planejamento e fixação na mente, daquilo que almejamos. Visualização é uma ferramenta bastante adequada para isso; todos os detalhes devem ser visualizados e fixados no painel mental. O resto é tudo questão de tempo e da complexidade do desejo. A maioria deles exige também ação da nossa parte. Lembre-se que tudo se resume em energias, nada mais que energia. A imagem se cristaliza e se torna real. Parece simples, mas é preciso compreender como funciona e acreditar nisso.

Muitas e muitas pessoas, no afã de conseguir o seu intento, fazem promessas, fixam acordos consigo mesma e até com outras pessoas. Tudo isso tem certa dose de validade, desde que seja de forma sadia e racional. Como exemplo, veja aquelas solteironas que colocam uma imagem de Santo Antonio, o santo casamenteiro, de cabeça para baixo, até que consiga seu parceiro, e somente aí é que vai retornar a imagem á sua posição original, isto é, de pé. Também tem as pulseirinhas em fita, do Senhor do Bom Fim, que portam nos pulsos até que caiam por desgaste, na esperança de que consiga a realização do seu desejo. Se as coisas parassem por aí, tudo bem, mas nem sempre é assim. Ter desejos é bastante normal para tudo na vida; fazer pactos ou fixar compromissos exige algo mais de você, isto é, cumprir o prometido. Entretanto, as pessoas não ficam só nisso e muitas vão alem, isso é, invocam energias e não tem a mínima idéia de como funciona. São energias que estão por aí, mas que não nos afetam se não nos vincularmos a elas. A creação* do ser humano foi algo divino e exclusivo; um plano maravilhoso para evolução do espírito e do ser. Ao ser humano foi dado o livre arbítrio, o fato de escolher o que quer e deseja. Essa lei também dá proteção ao ser, de forma que nada exterior a ele pode afeta-lo. Então, se acreditar nisso, estará protegido de qualquer afecção energética que for direcionada a ele. Isto é, somente lhe afetará se acreditar naquilo. Voltando então sobre os desejos, muitos “cavam” a sua infelicidade em razão de pactos feitos por invocações dessas energias estranhas, que estão prontas para servir aos propósitos daquele que as invocam. Muitas vezes esses pactos são reforçados por rituais executados pela própria pessoa ou por outras que se dizem “conhecedoras e entendedoras” do assunto. Seria quase uma “venda da alma” por algo que poderia conseguir de forma natural, mas que em muitos casos, não sendo um desejo de algo material, envolve um outro ser, que também tem o seu livre arbítrio e pode escolher também. Nesse universo de desejos, nem sempre podemos ter tudo o que queremos, mas para alguns casos, se esperar um pouco mais, conseguirá o intento, desde que seja para a felicidade de todos.

Solange Elizabeth Pearly
PS - * Segundo Huberto Roden, pensador Israelense, não se usa criação, pois é somente valido para animais e não seres humanos.
 

 

Deixe sua opinião logo abaixo ou escreva para mim em solizabeth@uol.com.br

 

 

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
13 + 3 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4