Esposa infiel - parte VII

Tudo ia bem em casa onde passava o tempo todo com meus sogros onde era comida de varias formas jeitos e maneiras,ficando ate tonta com a performance principalmente de minha sogra que fazia me gozar muito em sua boca.
Minha única reclamação era eles não deixar eu dar pra mais ninguém apesar de ser meu grande desejo principalmente quando passava pelos funcionários do prédio com os minúsculos shortinhos todo socado ou as saias que eram super curtas sem nada por baixo.
Sentia uma pena enorme deles que para atiça-los cada vez mais abria as pernas levantando a saia para que vissem minha boceta carnuda e lisinha sempre babada.
Certa tarde após mais uma sessão de foda onde gemi gostoso com meu sogro socando seu porrete em meu cu enquanto minha sogra lambia ferozmente minha boceta e ao gozarmos caímos um ao lado do outro para um gostoso descanso.
Vendo meu sogro e sogra dormindo sai dali rapidinho correndo para o andar de cima e assim que a porta do apto se abriu corri pra dentro e para minha surpresa era a noiva do meu amigo que já estivera muitas vezes dentro de mim quem atendeu a porta.
Quase morri com a surpresa e o susto do momento e meu amigo vindo da sala vendo meu estado com sua noiva boquiaberta pedindo explicações correu em minha direção me abraçando enquanto perguntava:
O animal do seu marido te agrediu de novo amiga?dando uma piscadela pra mim que confirmei enquanto chorava teatralmente.
Ao sair do banho a noiva do meu amigo me ofereceu um vestidinho branco que por ela ser bem mais baixa e magra que eu ficou muito justo salientando meus seios com uma minúscula calcinha que sumia no meio de minha bunda que estava toda a mostra.
Vendo que estava muito indecente segundo ela correu para o quarto informando que ia procurar algo mais comportado para mim,nisto aproveitando que estava somente eu e meu amigo na sala me atirei em seu braços beijando muito sua boca e em pouco tempo estava com ele todo atolado em minha boceta molhada e sedenta onde gozou rapidinho me expulsando dali me chamando de louca,puta safada e gostosa.
Sai dali descendo direto para a portaria com alguns vizinhos chegando do trabalho muito deles reprovando minha atitude e ao chegar na sala da portaria sentei em uma cadeira me abrindo toda mostrando minha boceta toda melada para a rapaziada que não sabia o que fazer mesmo porque todos os condômino me viam ali.
Tomada pela pomba gira me arreganhei toda metendo os dedos na xana tocando uma deliciosa siririca quando um dos meninos avisou que meu boizinho tinha acabado de chegar e as donas Maria estavam me entregando para ele.
Sorrateiramente me recompus e caminhei discretamente ate eleS na intenção de meter a mão na cara daquelas vadias e mau amadas quando em resposta a elas meu boizinho disse: - O lha senhoras não sei mais o que fazer com aquela vagabunda.Vou ter que pedir divorcio e mandar ela ir plantar batatas.
Puta da vida sai dali correndo em direção a rua com meu boi atrás de mim e vendo que não tinha condições de me alcançar voltou para pegar seu carro enquanto eu peguei um táxi e rumei para o centro de sampa.
Caminhava sorrateiramente pensando na vida sendo ate confundida com as meretrizes do lugar quando os cartazes de filmes adulto me chamou a atenção e após comprar o ingresso entrei num cinema aparada por um lanterninha.
A sala estava muito escura um forte cheiro de urina e porra pairava no ar e na tela duas mulheres se lambiam com um negro todo enfiado no cu de uma delas.
Por sugestão do lanterninha sentei bem no meio do salão onde se tinha plena visão de toda sala.
Estava muito excitada com a cena de sexo e os gemidos que viam da tela e das pessoas se pegando nos cantos do salão.
Estava com a calcinha nos joelhos e os dedos todos atolados na boceta gemendo descaradamente quando percebi um bando de homens a minha volta alguns com os pênis pra fora apontando pra mim com um engraçadinho sentado ao meu lado alisando minhas pernas.
Muito mais por charme me fiz de difícil pedindo que paracem me deixando em paz saindo dali quando um negro informou que pudesse ficar a vontade que só iam fazer comigo o que eu quisesse.
Sentindo um fogo na boceta tirei a calcinha e atirei para ele que após dar uma forte cheirada guardou em seu bolso enquanto eu abrindo bem as pernas coloquei uma delas no braço da cadeira ficando bem exposta alisando gostosamente os seios duros com uma das mãos enquanto tinha a outra praticamente toda dentro da boceta.
Gozava muito com aqueles homens esperando meu sinal para caírem em cima de mim e quando num gesto de pura loucura chamei um deles ajoelhado a minha frente com o dedo indicador em segundos ele estava sentado no chão em minha frente chupando loucamente minha boceta.
Estava entregue com alguém fazendo um delicioso carinho em meus seios enquanto aquela língua ia fundo em minha boceta quando fomos surpreendidos por uma mulher loira e alta que fez me recompor a postura afastando todo mundo dali deixando me puta com sua atitude.
Ela sentada ao meu lado após descobrir que era tudo sob consentimento meu,chamou me de louca que assim eu poderia pegar alguma doença e por descobri que era depravada e cachorra pegou em meus cabelos arrastando me dali.
Apesar do medo de minha total submissão aquela mulher antes de chegar na rua me encostou na parede forçando uma perna entre as minhas avisando que eu seria dela a noite toda e se ficasse boazinha ela me deixaria ir no dia seguinte lembrando me com um forte tapa na cara que se tentasse alguma gracinha ela me quebrava na porrada.
Toda aquela situação só me deixava mais tesuda e fogosa e enquanto caminhava na avenida são joão por volta das vinte horas obedecia cegamente todo o que ela mandava como que levantar a saia enquanto caminhava mostrar os seios,com isso eu gozava copiosamente tendo ate que me escorar para não cair e quando chegamos em frente a um prédio na esquina com a barão de limeira ela mandou que parasse e tirasse o vetido.
Ao fazer isto quase fui ao chão com o forte orgasmo que tivera e entre assovios beliscões e passadas de mãos fui levada a um quarto no terceiro andar onde fui jogada na cama e depois de levar vários tapas na cara fui obrigada a chupar o porrete daquela travesti que em poucas estocadas inundou minha garganta de porra onde tive que engoli tudo com ela puxando meu cabelo e apertando muito meus lábios.
Adorei quando ela me pegou de quatro afundando todo seu porrete bem maior do que o do meu marido carinhosamente em minha boceta onde me comeu de uma forma magistral deixando me apaixonada pela aquela tora.
Estava extasiada e morta de tanto gozar quando ela saiu de mim e após lamber muito minha boceta e cu lubrificou meu cuzinho trocou a camisinha e me comeu carinhosamente de todas as formas que uma mulher merece ser comida.
Eu arfava ,gemia chorava e desfalecia com tudo aquilo socado em mim e quando ela me comeu embaixo do chuveiro encostada na parede comigo sentada em seu colo juro que morri de tanto gozar tendo que ser conduzida ate a cama onde dormi gostoso nos braços de minha dama de paus segundo ela.
Pela manha acordei com ela lambendo carinhosamente minha boceta e mesmo eu implorando que me comece ela negou dizendo que estaria me esperando logo mais a noite,se eu topasse é claro e assim dei um bom dinheiro pra ela já garantindo minha próxima noitada e após dormir o dia inteiro trancada em meu quarto sob os protestos
De meus sogros e marido acordei por volta das dezoito horas e após um banho e lanche reforçado corri para lá vestida somente com um sobre tudo e salto alto e quando a porta se abriu estava peladinha na frente de minha dona que me recebeu com um bofetão na cara me chamando de depravada avisando que não queria sua mulherzinha andando nua por ai enquanto me puxava pelos cabelos me jogando na cama onde passamos uma estonteante e louca noite de amor.
Confesso que estou apaixonada por essa dama que mandou me preparar pois quer me apresentar para suas outras amigas.
Meu boizinho vive reclamando ultimamente que tenho deixado ele na saudade e após combinar com minha dona vou apresentar ela a ela no próximo fim de semana e juro a vocês que assim que acontecer volto a relatar como foi.
Beijos

deborha

 

Opções de exibição de comentários

Escolha seu modo de exibição preferido e clique em "Salvar configurações" para ativar.

Altas noites de sexo.

Como que eu faço para te encontrar discretamente em particular, garanto que não vai se arrepender.

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
2 + 6 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4