Mãe força filha a casar em troca de tapete e porco

Na Austrália os casamentos também acabam em porcaria. A Justiça do país prendeu neste sábado (9) uma mulher que sequestrou a própria filha, de 17 anos, e obrigava a coitada a se casar. Não que o noivo fosse feio, mas é que a sogrona só queria mesmo o dote do rapaz.

 
Se fosse uma bolada de milhões dólares, a filha talvez aceitasse tudo. Mas a maluca da mãe dela queria mesmo o jogo novo de tapetes para a sala e o porco - isso mesmo, um porco - oferecidos pelo garanhão.
 
O jornal local Sunday Star-Times noticiou que a menina, nascida em Tonga, um arquipélago a leste da Nova Zelândia, fugiu em disparada quando descobriu que teria de se casar em troca de um porco.
 
A mãe - com ajuda do maridão, que não é o pai da pobre coitada - a encontrou, encheu ela de palmadas, e levou ela de volta para o altar. 

Os dois serão acusados de sequestro, entre outros crimes, e podem pegar até 14 anos no xadrez. Para o azar da mãe, a Justiça deve vetar os tapetes e o porquinho no xilindró. Quem deu mais azar ainda foi a menina, que acabou casada contra a sua vontade com o dono do porquinho.

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Linhas e parágrafos quebram automaticamente.

Mais informações sobre opções de formatação

ANTISPAM
Usamos este sistema para evitar spam dentro do Casa da Maite.
9 + 3 =
Resolva a simples operação matemática de soma acima e coloque o resultado. Por exemplo 1+ 3, digite 4