Contos Eróticos

warning: Creating default object from empty value in /home/maite/public_html/modules/taxonomy/taxonomy.module on line 1390.

Histórias de carnaval

Vocês adoram ler minhas histórias não é mesmo? Principalmente aquelas
em que passei por apuros,rs... Então vamos para mais aventuras.

Essa primeira aventura, eu ainda não era nem Sabrina. Foi no carnaval
de 1991 na Ilha do Mel. Eu e mais cinco amigos resolvemos ir acampar.

Perdida em Itajaí

Quem conhece a Balneário Camboriú, Praia dos Amores, Praia Brava,
Cabeçudas, vai visualizar a paisagem. Estas últimas três praias citadas
já pertencem à Itajaí...

Então, numa tarde à noitinha em pleno
ensolarado e quente verão na temporada de 2002,

Sacanagens no dark room

Você já ouviu falar em dark room? Traduzindo para o português: sala
escura. É isso mesmo, muitas casas noturnas têm a sua salinha escura.
Lá acontece de tudo, por isso mesmo, se você quiser se aventurar
precisa saber como funciona. Geralmente em casas GLS, essas salinhas
são mais frequentadas pelos gays, muitos desses ficam a noite toda lá
dentro dando uma de ceguinhos tropicando no escuro, mas o intuito é de
sempre achar algum pau perdido. Claro que também entram homens,
mulheres, travestis e a sacanagem rola solta. É preciso também tomar

O príncipe e o sapo

Estava rodando de carro pela Avenida Atlântica em Balneário Camboriú,
como a maioria do pessoal faz na temporada. Era noite de uma
sexta-feira, em pleno mês de janeiro. Quem já passou por lá sabe... São
muitos carros e tudo fica congestionado em um certo ponto da avenida.
Eu seguia lentamente e ao meu lado em outro carro haviam dois rapazes.
Um deles era tão lindo que resolvi apelidar de príncipe, o outro mais
feinho, vou dizer que era o sapo,rs...Eles mexiam comigo e eu fazia de
conta que não estava nem aí. Mas a insistência foi tanta que resolvi
dar um sorrisinho.

Bigode safado

Florianópolis, domingo de carnaval, ano 2000. As ruas ferviam de
foliões de todos os tipos e idades por volta das 23 horas. Eu estava
nas proximidades do Clube Roma com algumas travestis. Ali sambávamos e
curtíamos o carnaval do nosso jeito.Todos extravazando suas alegrias,
enquanto eu, arredia às cantadas, parecia alheia a tudo aquilo. Aos
poucos me distanciei delas e segui por uma das estreitas ruas que
levavam à Praça XV. Fiquei caminhando pelo calçadão entre a praça e uma
das ruas laterais. Dentre muitos carros que passavam, um em especial

Diário de um carnaval

Sexta-feira, 04 de fevereiro de 2005


Cheguei à tarde em Balneário Camboriú... A cidade ainda estava calma,
apesar de não haver "aquele carnaval" por lá, a cidade lota!!!

Invadindo o quartel

Essa é mais uma daquelas histórias tragicômicas da minha fase
pré-travesti. Eu e mais três amigos decidimos nos montar em pleno dia
de semana para aproveitar uma linda noite de verão. Éramos todos
bichinhas gays como dizem as travestis, mas montadas jurávamos que
estávamos parando Paris, Estocolmo e adjacências européias. Enfim, nos
reunimos no apartamento de um deles bem pertinho do local onde moro
atualmente. Ali começamos a produção especial para aquela noite, acho
que umas duas horas depois já estávamos prontas e desfilando por

A rainha do cine pornô

Início dos anos 90, mais precisamente final de 1992, eu já passava boa parte do meu dia dentro do escurinho do cinema.

Lá, eu me transformava, vestia uma personalidade muito louca, vai ver
que era um espírito de pomba-gira bem mulamba que me incorporava assim
que passava a roleta e adentrava naquele mundo de devassidão!

Agitando em Balneário Camboriú

Cheguei em Balneário na quinta-feira à noite, seria mais um reveillon
em Camboriu... Estava chegando o ano de 2006! Quando saí de Curitiba já
passava das 20 horas, mas 22 e 30 eu já estava lá! Uma amiga foi de
carona comigo, mas chegando lá foi-se para outro lugar... Cheguei na
minha parada de sempre, nem desarrumei a mala e com um modelito básico
chegara à rua... Rua da labuta... Meu lado BAGACEIRA falava mais alto e
lá estava euzinha numa esquina, com bolsinha e cigarrinho na boca!

Feliz ano novo

O trio elétrico chamava o povo para a orla marítima da cidade de
Guaratuba, litoral do Paraná... Centenas de pessoas já cercavam o carro
por volta da meia-noite, logo estaríamos no ano novo... Fogos, gritos,
abraços e muita festa para o ano de 1995 que estava chegando! No meio
daquela multidão eu me sentia perdida. Havia muita gente mas eu estava
só... Estava apenas com um shortinho jeans, tênis e uma camiseta
branca... Com uma maquiagem leve e discreta eu passava despercebida
pela maioria. Minhas amigas da cidade, montadíssimas e escandalosas

Melhor carro velho do que a pé

Essa é mais uma das histórias que muita gente gosta de ler... Os apuros
por que passei quando comecei a minha vidinha de viração. Eu havia
locado um quarto em um hotelzinho na Avenida Sete de Setembro e toda a
noite, pelos menos quase todas, depois de sair do expediente, onde eu
trabalhava como escriturário num banco, lá ía eu me montar para mais
uma noite na esquina. Já contei aqui, sobre o debut com minha peruca
loira, lembram? Mas, nessa noite eu estava com uma peruquinha chanel de
cabelos castanhos. Cabelo 100%, imitação perfeita do cabelo natural.

Um gaúcho bem dotado me violentou

Essa história também aconteceu em Balneário Camboriú. Eu estava com
minha amiga Ninette me fazendo companhia no carnaval do ano passado, ou
seja 2004... Estávamos em casa e minha amiga já estava dormindo quando
percebi que estava sem cigarros. Eu costuma fumar quando estava na
praia, mas já perdi esse vício, ufa! Saí e fui num barzinho a duas
quadras de onde estávamos hospedadas. Coloquei meu vestidinho rosa
básico, um chinelinho mais básico ainda e fui.

As meninas do jipe (que topete!)

Quando eu ainda não era uma boneca de programas; trabalhava no banco e
geralmente isso acontecia nas minhas férias e em quase todos os
carnavais. Olha, eu não estava sozinha, haviam amigas assim como eu:
montadas. E o que acontecia?
Uma disputa, ver quem iria atender mais bofes... Modéstia a parte,
euzinha sempre fui a campeã. Mas, isso tinha a sua parte ruim; como se
estivéssemos num campeonato, o importante era aumentar o número de
atendimentos. Não importava qualidade e sim quantidade. Pra se ter uma

Contornos

Coloquei essa roupinha de felina para esperar alguém muito especial.
Alguém que adora meu toque macio e atrevido, se derrete de tesão quando
sente
meu corpo sobre o seu, não importando se está ou não de bruços...

Minha primeira experiência com uma boneca

Conheci essa semana um gatão que teve sua primeira experiência com uma boneca. Euzinha fui a felizarda,rs...


Ele já havia me ligado várias vezes, e sabe como é, aquele medo de
sempre, protelava esse encontro, mas como eu sempre digo: quando é pra
ser, será! Chegou meio acanhado, tipo não sabendo o que fazer, o que
falar ou até por onde começar, mas aí eu controlei ou contornei
asituação, como queiram, afinal eu sou boa nisso...

Relaxe e goze

Tarde quente em Curitiba... Pleno verão, apesar do mesmo acabar na
próxima semana... Tarde abafada com direito a trovoadas. No meio de
uma, todo ensopado chega meu querido Didi. Molhado, suado, todo
grudando, mesmo assim já veio querendo me agarrar. Eu me desviei e o
enviei ao chuveiro. Água morna percorria seu corpo e com um sabonete
líquido especial eu o ajudei. Imagine a minha ajuda,rs...Seu olhar de
safadinho encontrou o meu muito mais e ele soubeo que eu queria. Abriu
as pernas e eu pude enfiar o dedinho no seu cuzinho apertadinho. Apesar

Ruivão

Quem sabe, sabe... Quem não sabe, aprende... Quem não aprende, copia...
Pior é quem nem sabe copiar, que dó que dá, não é mesmo meu "Ruivão"???
Passei no seu teste!!!Quem te vê, não te dá, quem te dá sabe o quanto é
bom... Um menino de 16 anos com jeito de trepar de homem de 40 é
difícil!!! Mas, homem de quarenta que sabe trepar e tem todo o jeitinho
de moleque, meio inconsequente, existe... Acabei de ficar com um...

Luke

Abriu a porta e entrou... Alto, moreno, rostinho de menino com um
sorriso maroto. Um homem perfeito que usava jaqueta de agasalho,
mochila nas costas e uma calça jeans super sexy onde mostrava o volume
de seu pau, sua bunda perfeita, suas coxas grossas e uma sensualidade
só dele...Disse oi e abraçou-me... Falou que eu era mais bonita
pessoalmente do que nas fotos pela internet. Derreti-me toda... Dengosa
e safada deitei-me na cama e deixei ele admirar minha bunda, levemente
coberta pela micro saia estilo colegial.

Meu ursinho de Floripa

No ano passado eu estive durante o carnaval em Floripa e tinha alguns
clientes que já conheço que gostariam de ter estado comigo na ocasião,
mas
não deu certo. Esse ano novamente estive por lá e achei que não poderia
atender novamente. Sabe como é, praia, sol, mar, areia, caminhar na
areia movediça da Praia Mole, congestionamento, enfim a gente acaba se
desligando e não quer saber de trabalhar,rs...

Kelly - a putinha loira

Que tal um gatão loiro, alto, forte e de olhos verdes?Essa é a minha
Kelly,rs...Meu gato veio louquinho para novas aventuras hoje à tarde.
Alta temperatura, achoque isso é que deixa o povo mais excitado. Meu
loirão estava com muito tesão e cheio de fantasias!Já chegou me
agarrando todo carente... Me abraçou forte me beijoucom ternura e
paixão, quero dizer: tesão!


Conteúdo sindicalizado