Contos Eróticos

warning: Creating default object from empty value in /home/maite/public_html/modules/taxonomy/taxonomy.module on line 1390.

Ela mexeu com minha solidão

Me chamo Arthur, tenho 47 anos e moro sozinho em uma casa um pouco afastada da cidade, sou separado há vários anos e desde então tenho vivido sozinho, raramente pessoas vem aqui me visitar, e sinceramente não sinto falta de ninguém e nem mesmo de sexo, mas semana passada aconteceu algo que resolvi compartilhar e a melhor forma e escrever esse conto.

Meu coroa açougueiro

Olá meu nome é Douglas (fictício), tenho 20 anos. A minha história aconteceu a 9 meses atrás. Sempre tive um tesão muito grande por açougueiros, pra mim a figura desse tipo de homem parrudo, sujo cheirando a carne é muito excitante. Sempre fui aos açougues da minha cidade dar pinta pra ver se conseguia o que tanto queria e por 6 vezes consegui transar com eles dentro de seus estabelecimentos.

Fazer sexo oral no meu melhor amigo hetero

Há cinco anos atrás, me apaixonei pelo meu melhor amigo hetero na nova escola que me transferi. A princípio, eu não gostava dele, mas o seu jeito carismático, gentil, amável comigo foram me conquistando aos poucos. Só para lembrar: eu sou bissexual e não sou assumido e prefiro manter assim.

Cada mês que ia se passando, eu ia ficando mais apaixonado por ele! Não me aguentava mais, aquela paixão me desequilibrava demais, era perturbante! Pensei que ia ficar depressivo, pois ele é hetero e não poderia falar pra ele o que eu sentia com medo da reação. Para piorar, ele começou a ficar com uma menina e isso foi o fim para mim. Chorei demais, pois eu me sentia amargurado com a situação, estava completamente abalado.

Pretendia Comer a Irmãzinha, mas Acabou comendo o Irmãozinho Aqui!

Ola à todos, me chamo Lucas e vivo em SP. Vou relatar algo que aconteceu na minha juventude sendo uma das historias mais marcantes da minha vida.

Sendo o caçula entre cinco irmãs, lembro-me bem de como era engraçado e lucrativo ver os rapazes digladiando pelas minhas irmãs, lembro-me bem de sempre ganhar fichas de fliperama, pipas, bolinhas de gude etc tudo para ajudá-los levando presentes e recadinhos para elas. O fato é que de tanto insistir, um destes meninos mais velhos Carlos “Fictício”, começou a namorar uma de minhas irmãs que na época deveria ter uns 19 anos. Como os demais garotos da época, Carlos a principio só se aproximou de mim por interesse em comer uma de minhas irmãs, tarefa nada simples considerando os costumes rígidos de décadas atrás onde a escassez de garotas dispostas a sexo, fazia com que o famoso troca-troca fosse uma pratica comum entre os meninos que queriam ter algum tipo de relação sexual naqueles dias.

A prostituta

Essa história é real.
Olá, me chamem de Vika, tenho 18 anos, 1,51 de altura, corpo sexy, cabelos negros e pele morena.
Bom... tudo começou quando me dei conta de que estava há um bom tempo sem transar. Foi então que eu decidi baixar o tal do app em que vc pode 'curtir' pessoas e bater um papo.
Quando uma garota linda, chamada Aline, me chamou no chat. Ela tinha um corpo extremamente sexy, cabelos compridos e castanhos. . Era um tesao de mulher
Conversamos durante alguns dias, e sempre aquela conversa safada. Até que ela me disse que era GP - garota de programa, e que na verdade morava no Rio e estava aqui em sp com um cara, mas estava louca pra transar comigo, e que ela seria incapaz de cobrar algo. Eu não perdi tempo e disse que tinhamos q marcar urgente pra nos vermos.
No dia seguinte, sábado, estávamos nós em um shopping. Nos encontramos e fomos direto p um motel.

Virei safada casada na Webcam

Sou uma morena, gostosa de 31 anos de bumbum grande e coxas grossas , desperto o tesão dos homens quando posso pela rua de vestido curto, veja na foto, adoro me exibir. Eu e meu marido já curtimos de tudo um pouco , realizamos muitas fantasias, mas agora foi uma fantasia inédita para mim, ser uma striper virtual. Pensamos nessa ideia para amadurecermos antes de realizar.

Fui convidada para participar em site de stripers virtuais. Fiquei fascinada e conversei com meu marido sobre o assunto e ele logo me incentivou, então fiz o cadastro e preenchi o contrato com o site!

Dando o troco no marido

ola pessoal tudo bom? meu nome é lucinha tenho 20 anos moro ha Bahía cidade de Porto seguro, sou mulata cabelos grandes olhos escuros tenho 1 metro e 65 de altura, peso 67 kls (bem divididos, cochas grossas, seios normais, durinhos, bunda normal e etc.. dizem q sou muito bonita,) bom depois dos 18 anos comecei a ler contos eróticos nesse site, sobre varios contos, até q resolvir ler um conto lésbico, gostei muito me dispertou uma grande curiosidade, principalmente dos contos q envolvía tesolrinhas o famoso colar velcro, eu tinha uma vontade imensa de saber a sensaçao de uma buceta na outra, visto que era etero e não queria q ninguém solbesse desse meu fetiche, fiquei na vontade.

Mara, a escrava ideal!! - Parte 1

Mara estava guardando suas coisas, após mais uma jornada de trabalho, organizando-se para que quando retornasse na manhã seguinte, estivesse tudo no lugar. Ela é tremendamente metódica quanto à limpeza e ao local em que deve ficar seus pertences, o ambiente fazia o possível para ficar sem poeiras e, tudo tem que estar em seu lugar, e enquanto não estivesse tudo organizado ela não iria embora. Estava bem extenuada, não via à hora de chegar a casa e descansar, pois o dia foi extremamente cansativo, muitas atribuições e ficava praticamente o dia inteiro sozinha cuidando de tudo e, atenciosa com todos que ali, de uma forma ou outra precisassem do atendimento profissional que ela estava a dispor na organização em que era contratada.

Na lanchonete do posto de gasolina

Ola galera, o que irei relatar aconteceu a uns 3 anos atrás na cidade de Guarulhos.
 
Tudo começo no dia 01/12 aniversário de um amigo, data em que fui parabenizado, porém antes de chegar em sua casa parei em um posto de gasolina de nome Sakamoto e fui ate a lanchonete do local comprar água pois o calor estava demais da conta e as 17:00 o sol estava fritando.
 
Ao entrar logo de cara vi no balcão um senhor de uns 50 anos de idade mais ou menos uns 1,70 de altura e uns 80 kilos peludo de bermuda camisa e chinelos, ao seu lado outro homem este com uns 40 anos ou um pouco mais este tinha mais ou menos uns 1,80 altura magro uns 70 kilos também peludo ambos com barba por fazer estavam fazendo um lanche.
 
Sentei me em uma mesa que ficava ao lado do balcão, de onde eu podia ver os pezões grandes as mãos fortes e ásperas e que quebra umas pegadas e coçadas no saco qu

Seção de Contos Eróticos GRÁTIS

Esta é nossa Seção de Contos Eróticos GRÁTIS. Para acessar é necessário ter uma senha que é mudada todo mês para garantir o acesso somente a você que é especial e tem mais de 18 anos de idade, de maneira segura e com alta perfomance e velocidade. Para pedir sua senha, basta enviar um email, clicando AQUI .

Ao enviar seu email, você afirma que tem mais de 18 anos de idade e que tem idade legal para acessar nossas fotos. Tod@s @s model@s são maiores de idade também. Envie seu email com pedido para casadamaite@gmail.com

PARA ENVIAR SEU CONTO, VOCÊ TAMBÉM PRECISA SER MAIOR DE 18 ANOS DE IDADE, E NO CONTO NÃO PODE ENVOLVER MENORES DE IDADE.

SIGA ABAIXO E TENHA SEU CONTO NO SITE CASA DA MAITE

Procuro mulheres

SOU ESCRITORA ERÔTICA NAS HORAS VAGAS. SOU LEITORA ASSÍDUA DE REVISTAS MASCULINAS DESDE 1987,EU PUBLICO ANÚNCIOS,RESPONDO ANÚNCIOS.ETC.

Uma noite muito boa!!!

Nossa história se passa no ano de 2011, já tínhamos frequentado uma casa de swing antes, mas está foi a primeira vez que vivemos tal experiência, eu com 28 anos e ela com 26, dona de um corpo lindo, uma gata com seios fartos, e uma linda tatuagem que pega as costas de ponta a ponta, devo ser sincero em dizer que ela desperta muitos desejos e fantasias principalmente as minhas, dona de uma carisma sem igual.

Quando o conheci-primeiro encontro

Coleira - Uma coleira é posta ou dada em um relacionamento como um profundo símbolo de entrega. O encoleirado é considerado como propriedade daquele que lhe dá a coleira. O ideal é conter as iniciais daquele que "possui" o encoleirado.

Cícera virou minha ESCRAVA - parte II

Sou DOM GRISALHO, continuarei a descrever a iniciação de Cícera, em sua primeira experiência real ao servir-me como escrava. Tentarei narrar de maneira clara e real como ocorreu o momento de sua entrega, para que possa demonstrar o quanto essa conquista foi significativa, pois a considero uma das melhores fêmeas que já pertenceram ao meu canil.
No dia anterior ao encontro, ordenei que comprasse um lingerie, do tipo fio dental e um sutiã transparente para usar no seu tão esperado adestramento inicial como cadela. Disse-me ter vergonha de comprar tais peças por ser religiosa, mas que para o seu Senhor ela faria qualquer coisa, já que reconhecia que era sua obrigação e queria de fato submeter-se ao meu jugo.

A primeira vez de angel

Atenção, esta é uma história real, todos os detalhes e acontecimentos são verdadeiros,
os nomes foram alterados como forma de proteção às pessoas envolvidas.
“Nem toda mulher gosta de ser algemada. Só as normais.
As neuróticas reagem, confundem submissão com humilhação,
não entendem que tudo não passa de um jogo.”
-Nelson Rodrigues-

Marcos: O chefe quarentão e malhado

Trabalho em uma loja e tenho como chefe um homem de 42 anos, mas que aparenta uns 35, um cara muito bonito, corpo bem definido, sarado, moreno, um tesão mesmo, chama-se Marcos.
Sexta-feira antes de fechar a loja ele me pediu se poderia ficar trabalhando sábado a tarde para darmos uma organizada na loja, disse que não teria problemas, ele me explicou que a loja estaria fechada e que ele precisaria de um funcionário para o ajudar a organizar algumas coisas.
 
Fechamos a loja sábado de manhã e combinamos para as 13:00 horas estar de volta, cheguei uns 5 minutos antes, seu carro já estava parado na frente, bati na porta e ele logo veio atender, abriu a porta, que visão estava sem camisa, pois fazia bastante calor, ele disse entra cara estamos sozinhos, entrei ele fechou a porta e a cortina, começamos a organizar a loja, ele estava só de bermuda preta que ficava toda hora caindo e deixava a mostra sua cueca branca, aquilo foi me dando muito tesão, já estava com o p

Família unida

Olá, sou Alan tenho 24 anos, 1,76m. E 82kg. Sou branco de cabelos negros e olhos castanhos,tenho uma irmã gemea que se chama Elane, 1,73m. E 56kg, branquinha com eu cabelos negros lisos até a cintura, elane assim com eu é gay. Tem namorada,a Dayle de 26 anos 1,59m. E 50 kg. Branca de pele morena, cabelo negros ondulados olhos castanhos claros e bastante bonita, já eu namorei por muito tempo um rapaz de nome Daniel, mas a relação acabou. Hoje namoro uma travesti chamada Monica, tem 1,70m. E 62kg. Branca cabelos negros e lisos como o da minha irmã, muito linda parece com a monica mattos(por isso o nome de monica) ela tem 21 aninhos olhos azuis e corpinho muito sexy,parece mesmo com o da atriz.bom a estoria é o seguinte, estava eu em casa a Elane e Dayle, estvamos coversando animadamente sobre sexo,minha irmã falando de suas fantasias.
_Olha eu tenho muita vontade de transar com uma travesti.
_nossa Elane _falou Dayle espantada_mas já que tu falou, também tenho esta fantasia._completou a Dayle.

Contos eróticos com minha escurinha

Minha história é a seguinte: eu morava sozinho em uma cidade do interior e lá não existia prostituta, garota de programa, e eu era viciado para chupar uma buceta, depois de muito tempo que estava naquela cidade, encontrei uma escurinha que se interessou por mim. Ela morava com um cara e em conversa eu a convidei para ir onde eu morava, se possível, à noite. Era uma escurinha muito enxuta, nova, um corpo muito perfeito, bonita e tinha um par de maminha durinho que parecia ser de uma virgem. Certa noite, lá pelas nove horas, ela chegou. Convidei-a para entrar e logo fechei a porta. - Que bom você ter vindo, agora vamos tomar um banho e depois vamos nos deitar. Tiramos nossas roupas, ficamos apenas com as roupas íntimas e entramos para o banheiro. Que corpaço era o dela. Eu já fiquei tarado e a rola começou endurecer. Ela notou e me deu um abraço e terminamos de nos despir e tiramos uma de pé mesmo entes do banho. Gozamos rápido e ligamos o chuveiro.

MInha primeira vez com travesti

Meu fraco ou minha tara sempre foi chupar uma buceta e a chupei durante uma boa temporada.
Quando assitia filmes e via aquela chupação de rola, começou despertar em mim uma vontade louca de experimentar chupar uma, mas pensava assim, isto era um absurdo, um homem que era viciado chupar buceta e de repente chupar rola? Não pode ser. Quando fui para Belo Horizonte trabalhar à noite em um hospital, cedo eu saia e ficava andando pela cidade até ir para casa. Eu sempre com aquele desejo de experimentar chupar uma, mas pensava assim: para eu tentar terá que ser de uma boneca (travesti) porque ela era muito parecida com mulher, tinha mamás grandes, vestia roupa de mulher, enfim era quase uma mulher.

Coroa tarado me ameaça e me violenta brutalmente

Acontaceu à oito anos atrás. Na época; 46 anos, moreno, baixo, magro, casado e pai de dois adolescentes. Até então; extremamente machista e conservador, jamais poderia um dia, me imaginar numa situação como aquela.
naquele dia; eu viajava rumo ao centro da cidade, sentado no último banco de um ônibus (frescão), quando ao meu lado, sentou-se um senhor (60/65anos), negro, alto, forte, careca, bigodão e vestido num alinhado terno. Fato muito comum; se o ônibus não se encontrasse práticamente vazio e com diversos bancos disponíveis.
 
Pouco tempo após retirar o paletó e pô-lo sobre o colo, começou a roçar insistentemente uma das suas pernas na minha, me deixando bastante irritado e prestes a reagir. mas; ao perceber que usava uma aliança em sua mão esquerda e constatar ser ele também casado, fui tomado por um repentino e estranho desejo.


Conteúdo sindicalizado